Olá,

Visitante

Programa Saúde na Escola e a Inclusão no Contexto da Pandemia pela Covid-19: Relato de Experiência.

Em decorrência da Emergência Internacional, relacionada à COVID-19, pela Organização Mundial da Saúde (OMS), o Programa Saúde na Escola (PSE) do município de Campos dos Goytacazes precisou reajustar suas atividades e remodelar seu modus operandi.O PSE é uma política intersetorial que visa promover a saúde e a educação integral através de ações voltadas a prevenção de doenças e promoção da saúde. O projeto PSE-Inclusivo foi implementado no ano de 2019, e envolve a temática da educação inclusiva. atuando, nas turmas do 1º ao 5º ano do ensino Fundamental e junto aos discentes.Através de atividades, dinâmicas, musicalização, vídeos e roda de conversa o projeto tem por objetivo demonstrar a igualdade perante nossas diferenças ressaltar entre os alunos que a escola é um direito de todos e promover informações sobre o assunto da inclusão. Em decorrência da situação de Emergência Mundial e no intuito de manter as atividades do PSE-Inclusivo, fizeram-se necessárias algumas readequações à atuação original do Projeto buscando um novo formato.A atuação da EESE para o desenvolvimento das ações do projeto PSE-Inclusivo neste período de Emergência Internacional para COVID-19 mostrou-se importante para o município, contribuindo para ampliação do acesso às ações de inclusão. Uma sociedade que pretende assumir-se como inclusiva necessita, fundamentalmente, conscientizar-se de que todos, independentemente de suas especificidades, quando convivem e partilham dos mesmos espaços e atividades, conseguem compreender e aceitar os outros, reconhecem as competências do outro e suas necessidades, respeitam todas as pessoas, lutam para a construção de uma sociedade mais justa e solidária, desenvolvem e criam laços de amizade, diminuem a ansiedade, o medo e a insegurança diante das dificuldades. Diante disso, se fez (e faz) necessário a contiguidade da abordagem da temática inclusiva, em meio a situação global em que nos encontramos, até que possamos retornar com as atividades na forma presencial. Dessa forma, utilizar canais virtuais de comunicação, possibilita mais uma forma de abordagem sobre o assunto em foco, permitindo alcançar um maior número de pessoas. Em uma breve abordagem descritiva, foi possível demonstrar que o projeto PSE Inclusivo conseguiu inovar sua atuação.

Relatar a experiência do Projeto PSE-Inclusivo do Programa Saúde na Escola, do município de Campos dos Goytacazes, na readequação da execução de suas atribuições na abordagem da Inclusão, dando contiguidade ao Projeto durante o período de Pandemia pela COVID-19 (isolamento Social), a partir do mês de março de 2020, quando foram suspensas as atividades escolares na sua forma presencial.

A atuação da EESE para o desenvolvimento das ações do projeto PSE-Inclusivo neste período de Emergência Internacional para COVID-19 mostrou-se importante para o município, contribuindo para ampliação do acesso às ações de inclusão. Uma sociedade que pretende assumir-se como inclusiva necessita, fundamentalmente, conscientizar-se de que todos, independentemente de suas especificidades, quando convivem e partilham dos mesmos espaços e atividades, conseguem compreender e aceitar os outros, reconhecem as competências do outro e suas necessidades, respeitam todas as pessoas, lutam para a construção de uma sociedade mais justa e solidária, desenvolvem e criam laços de amizade, diminuem a ansiedade, o medo e a insegurança diante das dificuldades. Diante disso, se fez (e faz) necessário a contiguidade da abordagem da temática inclusiva, em meio a situação global em que nos encontramos, até que possamos retornar com as atividades na forma presencial. Dessa forma, utilizar canais virtuais de comunicação, possibilita mais uma forma de abordagem sobre o assunto em foco, permitindo alcançar um maior número de pessoas. Em uma breve abordagem descritiva, foi possível demonstrar que o projeto PSE Inclusivo conseguiu inovar sua atuação.

Principal

João Paulo de Oliveira Paula

joaopauloopaula@gmail.com

A prática foi aplicada em

Campos dos Goytacazes

Rio de Janeiro

Sudeste

Av. Vinte e Oito de Março - 40/156

Uma organização do tipo

Outra

Foi cadastrada por

João Paulo de Oliveira Paula

joaopauloopaula@gmail.com

04 dez 2015

e atualizada em

14 set 2023

Seu Período de Execução foi de

até

Condição da prática

Concluída

Situação da Prática

Arquivos

Palavras-chave

nenhuma

Você pode se interessar também

Práticas
O Agente Comunitário de Saúde e a integralidade do cuidado no controle das Arboviroses.
Rio de Janeiro
Práticas
O Nasf de Armação dos Búzios como uma fênix em tempos sombrios: novas tecnologias a serviço do cuidado
Rio de Janeiro
Práticas
ATHIS Casa Saudável
Rio Grande do Sul
Práticas
Campanha Permanente de Castração de Cães e Gatos: Combate Estratégico às Zoonoses Centrado nos Princípios do SUS e no Conceito Território em Saúde, em Gurupi – To
Tocantins
Práticas
Cuidado de Enfermagem aos Portadores de Diabetes com “Pés Diabéticos” em Equipe de Estratégia Saúde da Família Relato de Experiência
Rondônia
Práticas
Territorialização e Expansão do Acesso na Atenção Básica em Pimenta Bueno: Redução de Nove para Duas Áreas des cobertas Pelos Agentes Comunitários de Saúde – Acs
Rondônia
Práticas
O Encontro como Estratégia de Fortalecimento da Rede de Atenção Psicossocial: Conectando e Mobilizando Fluxos nos Diferentes Pontos da Atenção Básica no Vale do Jamari, Rondônia
Rondônia
Práticas
Projeto Menina do Laço de Fita: Integralidade do Cuidado na Garantia do Direito Sexual e Reprodutivo da População de Abaetetuba – Pará
Pará
Práticas
Aperfeiçoamento do Processo de Gerenciamento do Programa do Tratamento Fora do Domicílio de Santa Luzia do Pará
Pará