Olá,

Visitante

Prevenção e Diagnóstico Precoce de Câncer de Boca

FINALIDADE DA EXPERIÊNCIA: Foram realizadas campanhas de prevenção e detecção precoce de sinais suspeitos de câncer de boca no município de Regeneração desde 2012. Elas tiveram como finalidade identificar lesões bucais iniciais, educar a população sobre a saúde bucal e sobre a importância do diagnóstico precoce do câncer bucal e esclarecer a população sobre a importância de se fazer o auto-exame.DINÂMICA E ESTRATÉGIAS DOS PROCEDIMENTOS USADOS: A campanha de prevenção e diagnóstico precoce de câncer de boca é realizada uma vez ao ano no município de Regeneração, desde 2012. A atividade é desenvolvida na praça da cidade por se tratar de um local onde circulam muitas pessoas diariamente. Todos os dentistas e auxiliares de saúde bucal do município participam dessa ação. São realizadas palestras educativas à população sobre saúde bucal e sobre a importância do diagnóstico precoce do câncer bucal, além do esclarecimento sobre a importância do auto-exame. Os pacientes passam por um exame clínico para identificação de possíveis lesões bucais iniciais ou em progressão que possam ser câncer de boca (O exame clínico é realizado pelos dentistas, com espátulas de madeira, no consultório móvel que o município possui). Se detectadas essas lesões, os pacientes são encaminhados para o centro de especialidades odontológicas do município onde passarão por avaliação mais criteriosa.INDICADORES/VARIÁVEIS/COLETA DE DADOS: Foram 1450 pessoas examinadas nessas três campanhas já realizadas. A maioria da população que participou foi do sexo feminino, com mais de 40 anos. Realmente a faixa etária do público que queríamos contemplar com essa atividade, já que são as que apresentam o maior risco de desenvolver a doença. Observamos que com o passar dos anos as pessoas estavam mais conscientes da importância dessa campanha e dos autos cuidados que deveriam ter para não desenvolver o câncer de boca. Isso é justificado pela maior presenta da população a cada ano.OBSERVAÇÕES/AVALIAÇÃO/MONITORAMENTO Todos os casos suspeitos de câncer de boca foram encaminhados ao centro de referência do município onde passaram por avaliação criteriosa. Nenhum caso de câncer foi confirmado, mas os pacientes receberam tratamento apropriado e são monitorados periodicamente para prevenir ressurgimento das lesões.

Câncer de boca são tumores malignos que acometem a boca e parte da garganta. Pode se desenvolver nos lábios, língua, céu da boca, gengiva, amígdala e glândulas salivares. No Brasil o câncer bucal é considerado um problema de saúde pública (3,8% das neoplasias). É o 4° câncer mais frequente no sexo masculino e o 7°mais frequente no sexo feminino. Entre 1979 e 1998 as taxas de mortalidade por câncer da boca variaram entre 2,16 e 2,96 para cada 100.000 homens e entre 0,48 e 0,70 para 100.000 mulheres. O fumo e o álcool são os principais fatores de risco para o desenvolvimento do câncer da boca. Pessoas que fumam e consomem bebidas alcoólicas excessivamente têm maior risco de desenvolver o câncer de boca. O risco aumenta quanto maior for o número de cigarros e de doses de bebidas consumidos. A falta de higiene bucal e a alimentação pobre em vitaminas e minerais, principalmente em vitamina C e a exposição excessiva ao sol também aumentam o risco de desenvolvimento do câncer do lábio. O exame rotineiro da boca feito por um profissional de saúde pode diagnosticar lesões no início, antes de se transformarem em câncer é muito importante. Pessoas com mais de 40 anos que fumam e bebem devem estar mais atentas e ter sua boca examinada por profissional de saúde (dentista ou médico) pelo menos uma vez ao ano. Se o diagnóstico do câncer é tardio, o prognóstico é desfavorável, os tratamentos mutilantes, paliativos e dispendiosos para as unidades hospitalares e planos de assistência médico-odontológicos. Quando o diagnóstico é feito nos estágios iniciais o câncer de boca pode ser considerado curável. Por isso é importante se prevenir e diagnosticar precocemente esse tipo de neoplasia.

A PREVENÇÃO do câncer de boca adquire relevância em saúde pública, particularmente se considerarmos que a abordagem preventiva é compatível com a natureza desta doença, pois a boca favorece o fácil acesso visual. Além disso, é possível esclarecer a população sobre a necessidade da eliminação dos fatores de risco associados ao desenvolvimento do câncer, bem como orientá-la sobre a importância da realização do auto-exame de boca periódico, já que o câncer nas fases iniciais não apresenta sintomas. O exame rotineiro da boca feito por um profissional de saúde pode diagnosticar lesões no início, antes de se transformarem em câncer é muito importante. Pessoas com mais de 40 anos que fumam e bebem devem estar mais atentas e ter sua boca examinada por profissional de saúde (dentista ou médico) pelo menos uma vez ao ano. Considerando-se o baixo índice de diagnóstico de câncer de boca, podemos dizer que o objetivo preventivo tem sido atingido pela Campanha de Prevenção e diagnóstico precoce do Câncer Bucal no município de Regeneração.

Principal

Kessia Veruska da Costa Brandão

A prática foi aplicada em

Regeneração

Piauí

Nordeste

Instituição

Rua Antônio de Neiva, n.245.

Uma organização do tipo

Instituição pública

Foi cadastrada por

Kessia Veruska da Costa Brandão

Conta vinculada

A prática foi cadastrada em

02 jun 2023

e atualizada em

08 abr 2024

Condição da prática

Concluída

Situação da Prática

Arquivos

Palavras-chave

Você pode se interessar também

Práticas
Controle e monitoramento da qualidade da água consumida pela população município de Rio Branco (AC) oriunda dos sistemas de abastecimento de água
Acre
Práticas
O Enfrentamento Exitoso de uma Epidemia de Dengue na Cidade de Santos
São Paulo
Práticas
Ampliando a Cobertura do Exame Citopatológico – o Municipio de Girau do Ponciano na Luta Contra o Câncer de Colo de Útero
Alagoas
Práticas
O Matriciamento Como Processo de Trabalho do Nasf
Santa Catarina
Práticas
Perfil dos Idosos Vítimas de Violência no Município de Sobral – Ceará.
Ceará
Práticas
“Cuidar de Quem Cuida!”
Mato Grosso do Sul
Práticas
As Ações da Gestão Municipal e Serviços de Saúde no Enfrentamento Á Covid -19
Rio de Janeiro
Práticas
Imunização Contra o Papilomavírus Humano (Hpv), Beneditinos, Março e Abril de 2014: Um Relato de Experiência.
Piauí
Práticas
Protocolo para Solicitação de Consultas e Exames Especializados do Município de Pinhais
Paraná
Práticas
Ampliação do Acesso À Saúde Através do Acolhimento no Munícipio de Pinhais.
Paraná