Olá,

Visitante

Pré – Natal Masculino Como Forma Estratégica de Acesso e Acolhimento do Homem na Atenção Básica

ObjetivoIncluir e ampliar o acesso e acolhimento dos homens aos serviços e programas de saúde, qualificando as práticas de cuidado por meio das ações do Pré-natal do parceiro como estratégia essencial à promoção da saúde da população masculina na atenção básica.MetodologiaA metodologia desenvolvida para esta experiência no âmbito da Atenção Básica deu – se através de reuniões com a equipe multiprofissional da Secretaria Municipal de Saúde do município de Boa Vista do Buricá – RS. Diante do que foi discutido, foram desenvolvidas ações para promover o seu cuidado através do Pré – Natal do Pai/Parceiro como: exames de rotina, testes rápidos, atualização do cartão de vacina, atendimento odontológico e a participação no grupo de gestante. Sendo que as mesmas foram realizadas conforme solicitação dos profissionais de saúde envolvidos a cada trimestre de gestação em que o pai/parceiro acompanhou a gestante.

A Política Nacional de Atenção Integral à Saúde do Homem, através de uma ferramenta inovadora, o Pré – Natal do Pai/Parceiro, objetiva uma mudança de olhar por parte de vários profissionais da saúde e gestores, refletindo a importância do envolvimento consciente e ativo na melhoria do vínculo afetivo familiar saudável. Olhando desta forma, não apenas o binômio mãe – criança, e sim para a rede materno – paterno – infantil com garantia de acesso ao atendimento de saúde a família como um todo. Desta forma, o Pré – Natal do Parceiro constitui uma importante “porta de entrada positiva” para o homem nos serviços de saúde. E, assim, aproveitando sua presença nas consultas de Pré – Natal se torna uma via para oferecer os exames de rotina, testagem rápida, participação nos grupos de educativos/grupo de gestantes, atendimento odontológico, atualização da caderneta de vacinas buscando a integralidade no cuidado desta população.

O período da gestação é de grande valia para todas as pessoas envolvidas. O acompanhamento do pai/parceiro durante a gestação tornou – se fundamental para o bem estar biopsicossocial da mãe, do bebê e dele próprio, passando a ser um momento de cuidado com ele. Assim, desenvolvendo estas ações para intensificar e promover a prevenção da saúde da população masculina como forma de fortalecer o seu vínculo com os serviços de saúde.

Principal

Marieli Cristiane Centa Fin

A prática foi aplicada em

Rio Grande do Sul

Sul

Instituição

Boa Vista do Buricá

Uma organização do tipo

Instituição pública

Foi cadastrada por

Ideiasus/Fiocruz, Conasems

Conta vinculada

A prática foi cadastrada em

02 jun 2023

e atualizada em

14 set 2023

Condição da prática

Concluída

Situação da Prática

Arquivos

Palavras-chave

nenhuma

Você pode se interessar também

Práticas
Implantação do Núcleo de Apoio À Saúde da Família no Município de Niterói: Um Relato de Experiência
Rio de Janeiro
Práticas
Prevalência de Lesões Precursoras de Baixo e Alto Risco para o Câncer de Colo de Útero em Mulheres de uma Comunidade Morro do Estado Situada no Município de Niterói.
Rio de Janeiro
Práticas
Experiência do Projeto Horta Viva Como Promotor da Alimentação Saudável no Idoso
Rio de Janeiro
Práticas
Estratégia de Mapeamento e Cadastramento para Diagnóstico Situacional da Estratégia de Saúde da Família Cláudio Ribeiro
Amazonas
Práticas
Implementação do Pré-Natal do Parceiro na Atenção Básica no Município de Quissamã/Rj
Rio de Janeiro
Práticas
Testagem Rápida de Hiv, Sífilis e Hepatites B e C para Gestantes e Parcerias Sexuais na Atenção Básica.
Rio de Janeiro
Práticas
Atenção ao Idoso em Processo de Fragilização: uma Proposta de Intervenção no Município de Rio das ostras
Rio de Janeiro
Práticas
Programa Remédio em Casa
Rio de Janeiro
Práticas
A Criação de Banco de Dados Georreferenciado de Domicílios e Indivíduos Como Forma de Estruturação das Ações da Atenção Básica e Atualização do Banco do ESUS.
Rio de Janeiro
Práticas
Detecção Precoce do Câncer de Boca – Relato de Experiência no Município de Vassouras
Rio de Janeiro