Olá,

Visitante

Por Um Trabalho Sem Acidentes

FINALIDADE DA EXPERIÊNCIA:O município de Salto Veloso tem aproximadamente 105 empresas, o ramo frigorífico conta com cerca de 600 funcionários, seguido do metalúrgico, madeireiro, agricultura, construção civil e comércio geral. As empresas com poucas exceções são de pequeno porte, não contemplando estruturas de CIPA (Comissão Interna de Prevenção de Acidentes). Dessa forma, verificados os elevados números de acidentes e doenças do trabalho que demandam atendimentos médicos, procedimentos de enfermagem, medicamentos e demais especialidades da Unidade Básica de Saúde, gerando custos elevados ao município, empresas e sofrimento físico e emocional aos trabalhadores, desenvolveu-se intervenções para ampliar os conhecimentos de cuidados em saúde ocupacional e geral desses trabalhadores.O Objetivo Geral dessa experiência foi diminuir os acidentes de trabalho e doenças ocupacionais, baseados em ensinamentos de prevenção e promoção em saúde, onde os atores: trabalhador, empresário e profissional de saúde sintam-se co-responsáveis pelo processo, e, compartilhar conceitos de saúde ocupacional (uso de EPI´S, bem-estar no trabalho, cuidados posturais, saúde auditiva, saúde mental, atividades físicas) e de saúde geral (tabagismo, Doenças Sexualmente Transmissíveis e vacinação), criando intervenções que envolvam o universo familiar (pais e filhos) na sensibilização sobre a prevenção de acidentes e doenças laborais, tendo a UBS, as empresas e escolas como apoiadores.DINÂMICA E ESTRATÉGIAS DOS PROCEDIMENTOS USADOS:- Planejamento da estrutura do projeto pelo NASF e ESF

Segundo a Organização Internacional do Trabalho (OIT), as doenças profissionais, ou relacionadas com a atividade profissional, são fonte de extremo sofrimento e perdas no mundo do trabalho. Estima-se que 2,34 milhões de pessoas morrem todos os anos em virtude de acidentes e doenças relacionados com o trabalho. A OIT avalia também que, todos os anos, ocorrem 160 milhões de casos de doenças não letais ligadas à atividade profissional (ILO, 2011). Doença ou Acidente de Trabalho (AT) é aquele que ocorre pelo exercício do trabalho, podendo causar afastamentos temporários ou definitivos, com ou sem perda ou redução da capacidade laborativa, que também pode ser temporária ou definitiva e, até mesmo causar a morte do trabalhador. As doenças e os acidentes de trabalho além do impacto sobre a produtividade e a economia, têm impacto social, familiar e individual, que interferem negativamente na qualidade de vida, e são decorrentes da dor física e emocional, condições que dificultam a realização dos cálculos para a contabilização dos seus custos reais (ALMEIDA

O presente projeto efetivou premissas de um olhar ampliado em saúde coletiva. Houve o matriciamento da demanda: cuidar da saúde do trabalhador pelo NASF/ESF e, toda estruturação do projeto aconteceu baseado nas diretrizes da Política nacional de Saúde do Trabalhador. Promover saúde entendendo o contexto de vida do usuário, bem como criando intervenções dinâmicas de acordo com esse entendimento foram fundamentais para execução do projeto.A junção de NASF/ESF trouxe desafios desde a construção até a aplicação das intervenções, porém, trouxe para os profissionais, o fortalecimento da lógica de que saúde coletiva pode trazer um resultado individual muito positivo.

Principal

Magda Gemelli,Berenice Dalzpizzol, Claudete Nezi, Elisa Farenzena, Marina Hartcoph E Vivian Locatelli

svfisioterapiamag@yahoo.com.br

A prática foi aplicada em

Salto Veloso

Santa Catarina

Sul

Instituição

R. Padre Agostinho Rombaldi

Uma organização do tipo

Instituição pública

Foi cadastrada por

Magda Gemelli,Berenice Dalzpizzol, Claudete Nezi, Elisa Farenzena, Marina Hartcoph e Vivian Locatelli

Conta vinculada

A prática foi cadastrada em

04 out 2022

e atualizada em

14 set 2023

Condição da prática

Concluída

Situação da Prática

Arquivos

Palavras-chave

nenhuma

Você pode se interessar também

Práticas
Ações intersetoriais: integrando estratégias no combate às arboviroses na cidade de Belém do Brejo da Cruz (PB)
Paraíba
Práticas
Re(h)abilitando a interdisciplinaridade e o cuidado na atenção primária à saúde
Paraíba
Práticas
A (in) visibilidade de quem está em situação de rua: caminhos possíveis para cuidado em saúde
Paraíba
Práticas
Do ambulatório LGBTQIAPNB+ ao Café com Diversidade: garantindo acesso e fortalecimento de vínculos
Paraíba
Práticas
Fato ou fake: utilizando a força da internet no combate a fake news sobre vacinação em Esperança – PB.
Paraíba
Práticas
Projeto saúde na feira: ampliando o acesso de serviços de saúde no município de Ingá.
Todos os Estados (Norte)
Práticas
Promoção da saúde mental dos trabalhadores da estratégia de saúde da família: cuidando do cuidador.
Paraíba