Olá,

Visitante

Observatório de Saúde das Populações do Campo Floresta e das Águas – Teia de Saberes e Práticas – obteia

As experiências e os processos de pesquisa apresentados pelo Obteia sobre a saúde das populações do campo, da floresta e das águas,visam a: contribuir teórica e metodologicamente com o tema da saúderural brasileira

As políticas de saúde para as populações do campo, da florestae das águas no Brasil, historicamente, estiveram relacionadasaos interesses econômicos, que, para potencializara exploração dos recursos naturais, necessitavam de mão deobra sadia. Os maiores avanços dessas políticas, por sua vez,ocorreram nos períodos históricos em que os trabalhadoresrurais estiveram mais organizados. Como resultado desseprocesso nos dias atuais, permanece a descontinuidade dasações, dos modelos que não se consolidaram, e uma fragmentaçãode iniciativas que contribuem para altos níveis deexclusão e de discriminação das populações do campo, dafloresta e das águas pelos serviços de saúde.

Na construção da Política Nacional de Saúde Integral das Populações do Campo, Floresta e das Águas – PNSIPCFA foi levado em consideração as diversidades das populações do campo, da floresta e das àguas. As questões foram formuladas por meio de estratégias de saúde a serem implementadas pelos gestorese por trabalhadores da saúde que busquem entender a vivência, a linguagem, o modo de fazer promoção de saúde das populações em questão, com foco em suas crenças e usos de cuidados com base na sabedoria popular. Os agravos que acometem tais indivíduos também devem ser compreendidos de forma diferenciada em relação as pessoas do meio urbano. Os trabalhadores da saúde necessitam se apropriar do modo de vida da população com a qual vão trabalhar. Com isso, poderão construir as ações que levem a superar os problemas que são enfrentados no meio rural.O Observatório, que buscou uma amostra das situações dessas populações emnove territórios, é apenas uma pequena revelação das inquietudes e também dos trabalhos em saúde que acontecem em relação à PNSIPCFA. Percebemos que há ainda muito que avançar, pois a luta pela implementação da política precisa sensibilizar os gestores da existência da Política e as estratégias propostas em cada um de seus eixos. A luta por mais espaços na formação dos trabalhadores da saúde campo, floresta e águas: saberes e práticas em saúdepara que possam ter disciplinas voltadas para conviver com a realidade que vãotrabalhar, ainda durante seu período de estudos na Universidade, melhorando acompreensão e a possibilidade de construir um trabalho com participação e combase nas necessidades da comunidade em que vão atuar.Existe também o interesse das populações por um olhar de respeito e de valorização pelas suas práticas, pelo cuidado e pela preservação do uso das plantas medicinais, como nas rezas, benzimentos, etc.E uma das grandes questões levantadas é o desconhecimento dos gestores do SUS da PNSIPCFA o que é um primeiro impedimento para sua implantação. As diversas instâncias de gestão e controle social do SUS devem buscar superar os desafios relacionados a implantação dessa política para saldar uma dívida histórica com essa população.

Principal

Fernando Fernando Carneiro

fernando.carneiro@fiocruz.br

A prática foi aplicada em

Ceará

Nordeste

Instituição

Endereço

Uma organização do tipo

Instituição pública

Foi cadastrada por

Fernando Ferreira Carneiro

Conta vinculada

fernando.carneiro@fiocruz.br

02 jun 2023

e atualizada em

14 set 2023

Seu Período de Execução foi de

até

Condição da prática

Concluída

Situação da Prática

Arquivos

Palavras-chave

nenhuma

Você pode se interessar também

Práticas
O Centro de Informação em Saúde Silvestre – Ciss é Um Espaço Virtual Destinado ao Tema Saúde Silvestre e Humana. Constitui-Se Como Espaço de Construção Contínua a Serviço da Consolidação do Conhecimen
Rio de Janeiro
Práticas
Educação Ambiental e Saberes Tradicionais na Comunidade do Salgueiro, Zona Norte do Rio de Janeiro (Rj)
Rio de Janeiro
Práticas
A Vigilância Popular no Contexto da Pandemia da Covid-19: Formação-Ação em Agentes Populares de Saúde do Campo-Ce
Ceará
2 / 212