Olá,

Visitante

O Trabalho do Assistente Social no Controle Social em Defesa do Direito À Saúde dos Moradores da Zona Rural de Minas Gerais.

No Brasil, algumas características da doença falciforme a colocam como um problema de saúde pública: sua alta taxa de morbimortalidade e sua alta prevalência no Brasil, principalmente na população afrodescendente. É importante ressaltar que, o fator socioeconômico irá interferir de forma precisa no tratamento dessas Pessoas e que o assistente Social é um profissional da saúde que poderá contribuir de forma contundente na defesa do direito assistencial a saúde. OBJETIVO: Apesentar as contribuições do (a) assistente social no Controle Social na defesa do direito à saúde dos moradores da zona rural de MG. DESCRIÇÃO SUSCINTA: relatos de Pessoas / familiares com doença falciforme com o Direito a Saúde violado. Criança indicada para cirurgia devido às complicações da doença falciforme na qual a secretaria de saúde orienta a realização da cirurgia por meio do assistencialismo, do favor, da barganha e não do Direito. Relatos constantes de familiares que reconhecem na figura do prefeito e do secretario(a) de saúde os que lhe asseguram o tratamento a Saúde. Ou seja, Saúde ainda não é um direito universal. RESULTADOS: No período de fevereiro a agosto 2013 foram registrados 729 atendimentos, sendo 352 atendimentos referente ao Benefício de Prestação Continuada – BPC, 82 referente ao Tratamento Fora domicilio 295 atendimentos em relação à exames de alto custo, cirurgias e consultas especializadas em atraso. RECOMENDAÇÃO: O Assistente Social deve buscar a garantia de direitos e deveres do cidadão. É de extrema importância que todas as Associações/entidades de pessoas com DF, tenham um assistente social com vistas a organizar e realizar ações que visam atender o pacientes em suas demandas não de forma clientelista/assistencialista, mas de forma emancipatória a criar vínculos, parcerias e empoderamento da pessoa com DF e incentivá-los a participar ativamente no conselho de saúde, espaço legítimo e democrático de atuação.

A Dreminas é uma Instituição sem fins lucrativos, constituída por amigos, familiares e pessoas com doença falciforme (DF) e parceira de diversas instituições. O/A Assistente Social atua na Dreminas desde agosto de 2011 na luta pela garantia da Assistência à Saúde como DIREITO do cidadão e DEVER do ESTADO. Os dados foram levantados de fevereiro a agosto de 2013. O serviço social atua na defesa dos direitos, a saber: Tratamento Fora do Domicilio, exame de Alto Custo e Cirurgia, consultas especializadas em atraso, Benefício de Prestação Continuada BPC, realiza também acolhimento social, visita domiciliar e hospitalar, bem como avaliação socioeconômica.

Principal

Autor entrar em contato com o IdeiaSUS

A prática foi aplicada em

Contagem

Minas Gerais

Sudeste

Instituição

Endereço

Uma organização do tipo

Instituição pública

Foi cadastrada por

Conta vinculada

ideiasus@gmail.com

A prática foi cadastrada em

02 jun 2023

e atualizada em

14 set 2023

Condição da prática

Concluída

Situação da Prática

Arquivos

Palavras-chave

nenhuma

Você pode se interessar também

Práticas
Conselho itinerante:fortalecendo o controle social em Junco do Serido-PB
Paraíba
Práticas
Oficina de Culinária Afeto e Sabor
Paraíba
Práticas
Aproximando a Comunidade com a Gestão da Atenção Primária em Saúde
Rio de Janeiro
Práticas
Gestão Estratégica e Participativa no SUS: Implantando Novas Instâncias Deliberativas no Município Paulo Jacinto – Al
Alagoas
Práticas
Importância da Conferência Municipal de Saúde para o Fortalecimento da Participação da Comunidade na Defesa do SUS.
Paraíba
Práticas
Participação Popular na Estratégia Saúde da Família em Petrópolis-Rj
Rio de Janeiro
Práticas
Roda de Conversa com As Famílias: Cuidando de Quem Cuida
Rio de Janeiro
Práticas
Implantação de Colegiado Gestor nas Unidades de Saude da Família de Japeri-Rj
Rio de Janeiro
Práticas
Controle Social e Saúde do Trabalhador: a Experiência Regional do Conselho Gestor do Cerest- Pólo Duque de Caxias – Rj
Rio de Janeiro
Práticas
A Experiência do 1º Curso de Capacitação para Conselheiros de Saúde e Membros das Comissões Intersetoriais de Saúde do Trabalhador (Cists) Sobre a Temática da Saúde do Trabalhador do Cerest- Pólo Duqu
Rio de Janeiro