Olá,

Visitante

O Reflexo da organização da Rede na Redução da Mortalidade Infantil

FINALIDADE DA EXPERIÊNCIA: Segundo Domingues et al. (2012), a assistência pré-natal pode contribuir para desfechos mais favoráveis ao permitir a detecção e o tratamento oportuno de afecções, além de controlar fatores de risco que trazem complicações para a saúde da mulher e do bebê.Considerando que o índice de mortalidade infantil no município precisava diminuir, fez-se necessário verificar a efetividade das ações para redução dos indicadores de mortalidade infantil, para a avaliação da mortalidade infantil, foram utilizados dados entre os anos de 2012 e 2016. Os dados apresentados pelo SIM em 2012: 9

Segundo Ceron et al. (2012), no Brasil, a atenção ao pré-natal tem sido tema de preocupação da Saúde Pública e merecido destaque no que se refere ao cuidado à saúde materno-infantil desde 2000. Tal preocupação tem gerado discussões e busca por soluções para o insistente problema da morbimortalidade de mulheres e crianças por complicações decorrentes da gravidez e do parto, aproximadamente 92%, poderia ser evitada por uma assistênciaadequada.Em 2012, a Secretaria de Estado da Saúde do Paraná (Sesa/PR) implantou o Programa Rede Mãe Paranaense (PRMP), fundamentado no marco conceitual das Redes de Atenção à Saúde (RAS) adotadas no Paraná como modelo de atenção para melhoria do acesso e da qualidade nas ações prestadas à população. Toda estruturação das RAS baseia-se no fortalecimento e organização da Atenção Primária à Saúde (APS) a partir da captação precoce da gestante e seu acompanhamento, e da criança até um ano de vida (MENDES, 2011

Ficou claro que a capacitação dos profissionais e a descentralização do atendimento e o acompanhamento dos pré-natais pelas equipes de PSF, reduziram as taxas de mortalidade infantil, além da melhoria na qualidade da assistência.Outro fator que está relacionado a essa redução é o número de consultas de pré-natal suficientes para a demanda e a vinculação das gestantes de alto risco ao ginecologista. Também às ações desenvolvidas para os agentes comunitários de saúde, voltadas a captação precoce de gestantes, formação de vínculo e assim favorecer a adesão das mulheres à assistência pré-natal, esse fácil acesso e formação de vínculo contribui para que voltem à unidade para o planejamento familiar e puericultura.No que diz respeito ao acompanhamento da criança, dados referentes à imunização. Formulado em 1973 e institucionalizado em 1975, o PNI foi criado tendo como meta operacional básica o alcance de 100% da cobertura vacinal para menores de um ano (BRASIL, 2003), e o município atingiu a cobertura de 111,16% de cobertura do indicador cobertura da vacinas do calendário básico de vacinação da criança com coberturas alcançadas no ano de 2016 do Sis-Pacto. A vacinação infantil contribui para a prevenção de doenças infectocontagiosas, controle de surtos epidêmicos e erradicação de doenças, como é o caso da poliomielite e varíola. Sendo assim, a imunização no primeiro ano de vida constitui-se em um importante indicador no controle da mortalidade infantil (Pugliesi

Principal

Patricia Hernandes Soares,Débora Cristiana Marcenichen Mori

psfmarialva@gmail.com

A prática foi aplicada em

Marialva

Paraná

Sul

Instituição

Avenida Cristóvão Colombo s/n

Uma organização do tipo

Instituição pública

Foi cadastrada por

Patricia Hernandes Soares,Débora Cristiana Marcenichen Mori

Conta vinculada

A prática foi cadastrada em

04 out 2022

e atualizada em

14 set 2023

Condição da prática

Concluída

Situação da Prática

Arquivos

Palavras-chave

nenhuma

Você pode se interessar também

Práticas
Teste: verificando o recurso de emissão de certificados
Todos os Estados (Sudeste)
Práticas
Gestão de saúde em Queimadas – PB: uso estratégico da informação no planejamento das ações
Paraíba
Práticas
Implantação e ampliação de Serviço Especializado em município do sertão da Paraíba
Paraíba
Práticas
Gestão de saúde de Cabedelo na implantação da nova lei de licitações: desafios e conquistas
Paraíba
Práticas
Processo de elaboração do Plano Municipal de Saúde 2022-2025- relato de experiência.
Paraíba
Práticas
INFORMATIZAÇÃO DA REGULAÇÃO MUNICIPAL COM A ATENÇÃO PRIMÁRIA COMO COORDENADORA DO CUIDADO
Rio de Janeiro
Práticas
A importância da implantação de sistema de regulação de exames no Município de mendes.
Rio de Janeiro