Olá,

Visitante

O Programa Saúde na Escola e a Promoção da Saúde Ocular no Município de Porto Real

O Programa Saúde na Escola (PSE) é uma iniciativa intersetorial em que agrega duas grandes políticas nacionais (saúde e educação), com a finalidade de contribuir para a formação integral dos estudantes por meio de ações de promoção da saúde e prevenção de doenças, evitando assim a evasão escolar. O PSE desenvolve 14 ações nos espaços escolares, sendo a saúde ocular uma delas.
O município de Porto Real está localizado na região Médio Paraíba, com uma população estimada de 20.373 habitantes (IBGE 2022), com cobertura de 100 porcento de Estratégia Saúde da Família. No último ciclo 2021-2022 do Programa Saúde na Escola, a média de cobertura das ações no estado do Rio de Janeiro foi de 46,42% e Porto Real se destacou entre os munícipios do estado, atingindo 100% de cobertura das ações (apenas 5 municípios atingiram 100%).
A saúde ocular é considerada pelo programa como fundamental para o alcance da educação e saúde integral do educando (Brasil, 2016). São ações essenciais para o controle da deficiência visual na infância e para evitar atraso no aprendizado e no desenvolvimento, atuando sobre os problemas de saúde que já estão em curso.

Objetivos:
• Identificar, o mais precoce possível, problemas oftalmológicos nos educandos e encaminhá-los adequadamente para os demais níveis de atenção garantindo um cuidado integral;
• Realizar ações de promoção e prevenção de agravos à saúde ocular no espaço escolar;
• Realizar sala de espera como prática educativa na promoção da saúde ocular e do autocuidado na pré-consulta oftalmológica.
Metodologia:
A ação se iniciou com o planejamento da execução do programa, onde ficou definido as responsabilidades de cada setor. Foi discutido e definido a técnica a ser utilizada para a identificação dos alunos com possíveis problemas visuais.
A utilização da tabela de Snellen como instrumento para a avaliação da acuidade visual foi descartada devido a fatores como a necessidade de capacitação dos profissionais para a utilização, uma vez que seria o retorno das ações práticas após pandemia.
O instrumento utilizado foi a observação dos alunos pelos professores, em sala de aula, bem como queixas de alguns indicadores como: lacrimejamento, olho vermelho, secreção, apertar ou arregalar os olhos para enxergar melhor, visão embaçada, dores de cabeça, visão dupla, desvio ocular. É um instrumento previsto no Caderno Temático PSE, Saúde Ocular, 2016.
As escolas enviaram ao PSE a relação contendo o nome e data de nascimento de cada aluno com possível alteração visual.
O PSE solicitou à atenção especializada, o agendamento dos alunos identificados na escola; à Atenção Primária foi solicitado os encaminhamentos dos alunos para o oftalmologista, e aos agentes comunitários de saúde, a orientação aos responsáveis sobre a consulta e a entrega do agendamento. Durante consulta, foi realizado sala de espera, com orientações sobre prevenção da saúde ocular e entrega de informativos sobre o tema e orientação para aquisição de óculos pelo município.

Identificar através da escola os alunos que apresentavam alterações visuais

Participaram do estudo 2.049 alunos matriculados na rede pública municipal, na faixa etária de 06 a 16 anos de idade, de ambos os sexos.
Foram identificaram 112 alunos pelo PSE e encaminhados para avaliação oftalmológica 110 alunos (01 se mudou e 01 sem cadastro no município).
Compareceram 86 alunos na consulta com o especialista oftalmologista. Destes 37 receberam a prescrição de óculos e 19 abriram processo para adquirir óculos pelo Programa Olhar Porto Real.
A ação trouxe resultados exitosos, com a abertura de processo administrativo para a aquisição gratuita de óculos, além da promoção e prevenção à saúde, melhora no desempenho escolar e na autoestima dos estudantes atendidos.

Principal

Ingrid Resende Moreira

ingridresende@hotmail.com

Coordenador do Programa Saúde na Escola

Coautores

Autor: Ingrid Resende Moreira Coautores: Rachel Ferreira Bello

A prática foi aplicada em

Porto Real

Rio de Janeiro

Sudeste

Esta prática está vinculada a

Rua Fernando Bernardelli 1219, Porto Real, RJ, 27570-000

Uma organização do tipo

Instituição Pública

Foi cadastrada por

Ingrid Resende Moreira

Conta vinculada

A prática foi cadastrada em

01 abr 2024

e atualizada em

09 abr 2024

Início da Execução

01/03/2023

Fim da Execução

30/10/2023

Condição da prática

Concluída

Situação da Prática

Arquivos

Palavras-chave

Você pode se interessar também

Práticas
Experiência do Preventivo Humanizado no SUS
Maranhão
Práticas
Implantação do serviço de curativos na atenção básica do município de Arara: experiência exitosa
Paraíba
Práticas
Assistência odontológica aos trabalhadores da saúde municipal de Esperança: relato de experiência
Paraíba
Práticas
Caminhos do Cuidado, levando serviços de saúde para as comunidades rurais no município de Condado (PB)
Paraíba
Práticas
Gestar saudável – de 0 a 1000 dias
Paraíba
Práticas
Mapa territorial em saúde mental: instrumento exitoso do cuidado na atenção primária à saúde
Paraíba
Práticas
Implementação da estratégia Tenda da Imunização para aumento de coberturas vacinais
Todos os Estados (Nordeste), Paraíba