Olá,

Visitante

Mobilização no Município de Perolândia Com o Intuito de Aumentar Cobertura Vacinal

Categoria não especificada

A imunização é uma das principais formas de prevenção de doenças, que historicamente apresentavam altos índices de mortalidade, e que após a criação das vacinas as mesmas vinham sendo erradicadas. Porem nos últimos anos vem sido observado uma grande queda da cobertura vacinal. E foi através da verificação desta queda, também no município de Perolândia, que se realizou no dia 03 de setembro de 2022 uma grande campanha de vacinação, que contou com uma forte e diferenciada divulgação e mobilização da população, com o intuito de vacinar não só as crianças que faziam parte do publico alvo (0 – 4 anos), mais sim toda a população em geral. A referida campanha foi muito proveitosa, foi atingida uma meta além do que se era esperado, tivemos um aumento de mais de 300% da população fora da faixa etária da campanha Nacional que procurou o evento com o intuito de atualizar seus cartões.

Visando alcançar a meta proposta pelo ministério da saúde de cobertura vacinal de no mínimo 95% para a imunização da população no município de Perolândia-GO, é que o mesmo se mobilizou para o dia “D” de campanha nacional de vacinação contra a poliomielite e multivacinação. A campanha ocorreu em dois momentos, sendo o primeiro seguindo o calendário nacional e o segundo momento sugerido pela gestora da pasta da saúde no município, onde se pretendia atingir um maior contingente de pessoas a serem vacinadas.

O primeiro momento foi divulgado nas redes sociais da cidade e pelos agentes de saúde em suas visitas domiciliares, além disso, existiu a divulgação nacional da campanha. Essa primeira fase ocorreu no dia vinte de agosto de 2022, nos períodos matutino e vespertino, encerrando às cinco horas da tarde, o evento contou com a participação dos agentes de saúde, enfermeiras e demais funcionários da UBS. Mas com a intenção de atingir um contingente maior não só de crianças mais também de toda a população que se encontrava com vacinação em atraso, foi que a segunda etapa contou com uma divulgação extra. Divulgação essa que se deu de diversas formas além das redes sociais e visitas domiciliares dos agentes de saúde, a propaganda da campanha contou com carro de som, entrevista da enfermeira coordenadora da atenção primária na rádio local e ainda com carreata pela cidade, onde os funcionários da UBS passearam pelas ruas e escolas da cidade, fantasiados de personagens infantis convidando toda a população. Nessa segunda fase que ocorreu no dia três de setembro a campanha também ocorreu durante o dia todo, sendo que nesta houve uma maior mobilização, tanto por conta da divulgação, quanto pelas atrações disponibilizadas, além da imunização, a UBS disponibilizou brinquedos (pula-pula, escorregador inflável) pipocas, algodão doce e refrigerante para toda população assim que fossem vacinados.

A primeira fase ocorreu no dia D da Campanha Nacional de Vacinação contra poliomielite e multivacinação, que ocorreu no dia 20 de setembro e foram imunizadas 90 pessoas, já na segunda fase promovida pela gestão municipal no mês seguinte a totalidade a totalidade de pessoas vacinadas foram 156. População Vacinada / Campanha Nacional Dia D 20/08 / Campanha promovida pela Gestão Municipal 03/09 0 – 4 anos / 62 / 52 > 5 anos / 32 / 104 Total / 94 / 156 Na tabela é possível observar um aumento significativo na administração de vacinas na população acima de 5 anos, totalizando um percentual de 325%. Este índice se deu devido a ampla mobilização da população e também devido a avaliação do cartão vacinal dos acompanhantes das crianças e demais membros da família que compareceram à UBS no intuito de pegar um bilhete de autorização de acesso aos brinquedos disponíveis durante o evento. Com isso possibilitou um aumento na cobertura vacinal da população em geral atualização dos cartões, mesmo que a população alvo de 0 – 4 anos teve uma diminuição da quantidade de vacinas administradas.

Principal

NATALY FURTADO BORTOLOTTI

Coautores

Denise Loverde Peres, Camila Souza Cardoso

A prática foi aplicada em

Região

Instituição

Endereço

Uma organização do tipo

Instituição Privada

Foi cadastrada por

Conta vinculada

ideiasus@gmail.com

A prática foi cadastrada em

23 dez 2023

e atualizada em

23 dez 2023

Condição da prática

Concluída

Situação da Prática

Arquivos

Palavras-chave

Você pode se interessar também

Práticas
REGULAÇÃO EM URGÊNCIA CARDIOVASCULAR FRENTE A REDUÇÃO DA TAXA DE MORTALIDADE EM CAJAZEIRAS – PB
Paraíba
Práticas
ADESÃO DAS GESTANTES AO PRÉ-NATAL ODONTOLÓGICO: UMA PROPOSTA DE INTERVENÇÃO NA ATENÇÃO PRIMÁRIA À SAÚDE
Paraíba
Práticas
A PRÁTICA DE PRIMEIROS SOCORROS NO CONTEXTO DE UM CURSO TÉCNICO PARA AGENTES COMUNITÁRIOS DE SAÚDE
Paraíba
Práticas
Vacinação nos espaços de formação: experiência no 2º Congresso Nordestino de Pediatria
Paraíba
Práticas
A (in) visibilidade de quem está em situação de rua: caminhos possíveis para cuidado em saúde
Paraíba
Práticas
Título: Autismo – uma causa municipal.
Paraíba
Práticas
Do ambulatório LGBTQIAPNB+ ao Café com Diversidade: garantindo acesso e fortalecimento de vínculos
Paraíba
Práticas
Atuação intersetorial nos casos suspeitos de TEA na primeira infância, um relato de experiência.
Paraíba
Práticas
Programa Bolsa Família: processo formativo para profissionais da atenção primária
Paraíba