Olá,

Visitante

Imunização, um Olhar Consciente do Profissional da Saúde

Categoria não especificada

Vou fazer um breve relato da minha vida para que todos entendam a minha vontade de vencer todas as doenças transmissíveis através das estratégias de imunização. Morava em um sítio no distrito de Capivari da Mata com meus pais e quatro irmãos. Durante o ano de 1966, quando eu tinha apenas um ano e quatro meses, tive poliomielite (paralisia infantil) e meningite viral, associadas a crises convulsivas. Com o passar dos anos, adquiri sarampo, difteria e caxumba. Realizei meu tratamento no Hospital Santa Lídia em Ribeirão Preto, SP, onde fiz sete cirurgias na minha perna esquerda para corrigir as sequelas da poliomielite. Com todas as limitações físicas, isso não me impediu de lutar pelos meus objetivos. Sou enfermeira há 32 anos e atualmente trabalho na Vigilância Epidemiológica de Ituverava, SP. Infelizmente, a cobertura vacinal no município de Ituverava, assim como em todo o Brasil, teve uma queda durante o período da pandemia, devido ao medo da população contrair a COVID-19 nas unidades de saúde. Para aumentar a cobertura vacinal, reforcei algumas estratégias no município, como reunir as equipes de cada Unidade de Saúde para orientação, estabelecer metas e melhorar o acesso à vacinação. Dentre as estratégias adotadas, avaliamos as carteiras de vacinação durante as visitas domiciliares realizadas pelos Agentes Comunitários de Saúde. Também realizamos divulgação da importância da vacinação nos meios de comunicação, como rádios, jornais e redes sociais. Nesse sentido, fiz um vídeo em que falo sobre a importância da vacinação e as sequelas que a falta dela pode causar, citando meu exemplo de vida. Anualmente, realizamos vacinação em massa e atualização de carteirinhas em organizações sociais, como a APAE (Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais), que promove o desenvolvimento de pessoas com deficiência, Casa Lar instituição de acolhimento onde crianças em situação de abandono são acolhidas, Vila Dignidade conjunto residencial de idosos e Abrigo de Idosos Takayuki Maeda . O município de Ituverava conta com três distritos: Aparecida do Salto, Capivari da Mata e São Benedito da Cachoeirinha, cada um com postos de vacinação e busca ativa de faltosos. No distrito de São Benedito da Cachoeirinha, há uma sazonalidade de migrantes de outros estados que vem à trabalho no município de Ituverava e cidades vizinhas, sendo que muitas dessas pessoas não possuem carteira de vacinação ou estão com a vacinação atrasada. O objetivo das equipes de saúde é identificar essas pessoas durante as visitas domiciliares e encaminhá-las para as unidades de saúde. No ano de 2022, foi realizada uma reunião com a Secretaria da Educação para discutir estratégias para campanhas de vacinação nas escolas, visando facilitar o acesso dos estudantes às vacinas e atualizar suas carteirinhas. A escola desempenha um papel importante na educação e informação sobre vacinação, pois atua como ponto de contato entre os profissionais de saúde e os pais ou responsáveis pelos estudantes. Aqueles que são contra a vacinação não vivenciaram a época em que muitas crianças morreram ou ficaram com sequelas. Um olhar consciente do profissional da saúde é um olhar de amor ao próximo.

A baixa cobertura vacinal ainda é um desafio no município. No ano de 2020, enfrentamos um problema no HD onde estava instalado o e-SUS, resultando na perda da maioria dos dados de vacinação e interferindo no registro da cobertura vacinal e a após a pandemia de Covid-19, também teve impacto negativo nas imunizações devido ao medo das pessoas de visitarem unidades de saúde e se exporem a um ambiente potencialmente contaminado pelo coronavírus e a vacinas contra o covid-19 foi priorizada em todo país , o que resultou em sérios riscos para a saúde, podendo levar ao ressurgimento de doenças como sarampo, poliomielite, difteria, tétano e coqueluche.

Para aumentar as coberturas vacinais, é necessário realizar busca ativa de faltosos com ajuda dos ESF (Estratégia de Saúde da Família), por meio de ações em instituições de ensino e visitas domiciliares, com o apoio da rede e promover campanhas educativas de conscientização para informar a população sobre a importância da vacinação. Além disso, seria interessante unificar os programas de lançamento de dados de vacinas em uma única plataforma.

As fake news (notícias falsas) disseminadas pelos antivacinas prejudicam a confiança da população nas vacinas, colocando em risco a saúde pública. Com base na minha experiência com doenças transmissíveis preveníveis, venho trabalhando para fortalecer as imunizações, evitando que um passado doloroso retorne, trazendo sofrimento e crianças com sequelas. Infelizmente, nem todas as crianças tiveram a mesma sorte que eu, e hoje estou aqui lutando pelos direitos da vacinação. A falta de vacina pode ter consequências graves, como o ressurgimento da poliomielite, que causava grande sofrimento e impacto na sociedade, resultando em morbidade e mortalidade, especialmente em crianças e jovens, além de consequências pós-polio em adultos.

Principal

IONE MARCIA MENDONCA DE CASTRO

A prática foi aplicada em

Região

Instituição

Endereço

Uma organização do tipo

Instituição Privada

Foi cadastrada por

Conta vinculada

ideiasus@gmail.com

A prática foi cadastrada em

23 dez 2023

e atualizada em

23 dez 2023

Condição da prática

Concluída

Situação da Prática

Arquivos

Palavras-chave

Você pode se interessar também

Práticas
Teste do Certificado
Minas Gerais
Práticas
ADESÃO DAS GESTANTES AO PRÉ-NATAL ODONTOLÓGICO: UMA PROPOSTA DE INTERVENÇÃO NA ATENÇÃO PRIMÁRIA À SAÚDE
Paraíba
Práticas
A PRÁTICA DE PRIMEIROS SOCORROS NO CONTEXTO DE UM CURSO TÉCNICO PARA AGENTES COMUNITÁRIOS DE SAÚDE
Paraíba
Práticas
Vacinação nos espaços de formação: experiência no 2º Congresso Nordestino de Pediatria
Paraíba
Práticas
A (in) visibilidade de quem está em situação de rua: caminhos possíveis para cuidado em saúde
Paraíba
Práticas
Título: Autismo – uma causa municipal.
Paraíba
Práticas
Do ambulatório LGBTQIAPNB+ ao Café com Diversidade: garantindo acesso e fortalecimento de vínculos
Paraíba
Práticas
Atuação intersetorial nos casos suspeitos de TEA na primeira infância, um relato de experiência.
Paraíba
Práticas
Programa Bolsa Família: processo formativo para profissionais da atenção primária
Paraíba