Olá,

Visitante

Imunização e Educação: uMA Parceria de Êxito na Atenção Básica À Saúde no Município de Piedade de Caratinga, MG

Categoria não especificada

A atenção básica à saúde é na atualidade um avanço fundamental para a saúde pública no Brasil por conciliar um conjunto de ações de promoção, proteção e recuperação da saúde dos indivíduos e da família, desde o recém-nascido ao idoso, de forma integral e contínua. Apresenta pressupostos da estratégia à saúde que, a atenção deve estar centrada na família, entendida e percebida a partir de seu ambiente físico e social possibilitando às equipes de Saúde da Família uma compreensão ampliada do processo saúde-doença bem como da necessidade de intervenções que vão além da prática curativa. A imunização é uma ação de vigilância em saúde inserida na APS de extrema importância para toda população e é crescente a necessidade de manter o calendário de vacinação atualizado. Diante deste contexto é preciso estabelecer parcerias para melhoras das coberturas vacinais e a secretaria municipal de educação surgiu como uma parceira. Foi acordado junto à secretaria de educação através da coordenação de vigilância em saúde do nosso município que no ato da matrícula dos escolares desde os anos iniciais (centro de educação municipal – creche) até o ensino fundamental seja solicitado o comprovante de vacinação atualizado como documento obrigatório. Observa-se que desde então, a busca dos pais e/ou responsáveis pelas sala de vacinação aumenta neste período. A proposta é que este ação estenda-se à rede estadual de ensino abrangendo assim o ensino médio do município de Piedade de Caratinga, MG.

Mesmo diante da oferta dispensada a população há casos de atraso no calendário de vacinação em todas as faixas etárias. Hoje o nosso principal desafio, quando diz respeito às parcerias com a educação é o acesso a rede Estadual de ensino. Já que as regras são diferentes, não podendo obrigar, por exemplo, tal comprovante no ato da matrícula, porém acreditamos que com a frequência de imunização nos anos iniciais, os atrasos sejam menores e que se crie uma rotina de cuidados constantes na população.

O fortalecimento das ações de imunização é um trabalho conjunto que vai desde políticas públicas implementadas que auxiliam na execução da ação à sensibilização da população em si sobre a necessidade e importância de se vacinar. Em meio a este contexto temos as equipes de saúde responsáveis por realizar este elo e trazer o público às salas de vacinação. Temos reforçado junto as equipes de saúde sobre a importância do trabalho do agente comunitário de saúde nas buscas ativas de faltosos, bem como sobre a verificação periódica do cartão ao realizar as visitas domiciliares. Esta prática também tem sido fomentada junto aos demais membros da equipe, para que, durante as consultas, ao notar atraso vacinal, direcione os usuários às salas de vacina. Como dito anteriormente, precisamos avançar em relação ao público da escola estadual, e ainda buscar novos parceiros como falar sobre imunização e aproveitar os espaços dos grupos de atividades coletivas, Conselho Tutelar Municipal e Secretaria de Ação Social.

A realização desta estratégia, de vigilância em saúde, nos permitiu enquanto equipe de atenção primária à saúde buscar, em parceria com a secretaria de educação do município, uma maneira de atualizar as vacinas do calendário da vacinação vigente e com isso melhorar a cobertura vacinal entre os escolares do município. A aceitabilidade do setor de educação foi e está sendo fundamental para a continuidade desta estratégia. Esta ação acontece a dois anos entre os escolares da rede municipal de ensino (ensino básico e fundamental). A proposta é que esta ação se estenda aos escolares da rede estadual de ensino, uma vez que o calendário de vacinação do adolescente e do adulto necessitam também de manter-se atualizado e assim, cooperar para a redução das doenças imunopreviníveis, bem como melhoras das coberturas vacinais.

Principal

Leidiane Maria Gomes Ferreira

Coautores

Dalila Montesano Cunha Crispim, Joyce Theodoro Lopes, Geny Nathalia Damasceno E Silva, Luana Lara Miranda Gonçalves, Analina da Costa Gomes, Jacqueline Souza Dutra Arruda

A prática foi aplicada em

Região

Instituição

Endereço

Uma organização do tipo

Instituição Privada

Foi cadastrada por

Conta vinculada

ideiasus@gmail.com

A prática foi cadastrada em

23 dez 2023

e atualizada em

23 dez 2023

Condição da prática

Concluída

Situação da Prática

Arquivos

Palavras-chave

Você pode se interessar também

Práticas
Caminhos estratégicos da APS frente a cobertura vacinal no município de Bernardino Batista
Paraíba
Práticas
Ampliando leque da rede: fortalecimento dos vínculos entre equipes e escola.
Paraíba
Práticas
Relato de experiência: humanização na atenção ao usuário no pronto atendimento de Pilar (PB))
Paraíba
Práticas
Implantação de laserterapia na rede de atenção à saúde de Pilar (PB): relato de experiência
Paraíba
Práticas
Paciente protagonista de sua terapia: o cuidado farmacêutico com pacientes atendidos no CAPS de Pilar (PB)
Paraíba
Práticas
Atenção e cuidado ao paciente portador de feridas no SUS em Pilar (PB)
Paraíba
Práticas
Quando a saúde vai além dos muros das UBS
Rio de Janeiro