Olá,

Visitante

Imunização Porta a Porta

Categoria não especificada

A sala de imunização funciona de segunda a sexta-feira das 7:00 as 17:00h sem intervalo para o almoço mais nem sempre foi assim, a cobertura vacinal para covid-19 era uma dificuldade imensa em conseguir alcançar. Percentuais de vacinas do calendário de rotina pactuada em 2019 alcançaram 65,7% para vacinas da poliomielite e a pentavalente 79,7%, tínhamos dificuldade em conseguir alcançar as metas que são cobradas pela FVS, PNI e os indicadores do previne Brasil então como fazer para sair dessa realidade? Sabe quando você espera algo acontecer mais por algum motivo não acontece, então decidimos ir em busca da solução, fizemos algumas estratégia com o objetivo de aumentar a cobertura vacinal para os próximos anos subsequentes, juntando-se ao antigo auxilio brasil hoje atual bolsa família onde realizamos a pesagem dos usuários que fazem uso do benefício que acontece em pontos estratégicos a cada 6 meses 2 vezes ao ano fora do posto de saúde, levamos junto as vacinas para que no momento da pesagem seja oferecida no mesmo instante as vacinas. O reflexo dessa estratégia foi que de 2019 a vacina da poliomielite subiu de 65,7% para em 2022 98,7% e a pentavalente 79,7% em 2019 para 83,3% em 2022.

Tínhamos uma baixa cobertura vacinal para covid-19 e uma dificuldade imensa em conseguir alcançar as porcentagens de vacinas do calendário de rotina pactuada em 2019 as vacinas da poliomielite alcançaram 65,7% e a pentavalente 79,7% devido diversos fatores como a população acreditar em mentiras sobre as vacinas que seria inserido na pele da pessoa um chip, que era um meio de matar a população em massa e muitas outras lendas urbanas e estávamos apresentando dificuldade em conseguir alcançar as metas que são cobradas pela FVS, PNI e pelo indicador do previne brasil e então como fazer para sair dessa realidade?

a estratégia foi “Se a montanha não vai a Maomé, Maomé vai até a montanha”. Sabe quando você espera algo acontecer mais por algum motivo não acontece, então você decidi ir em busca da solução, que o abjetivo era o aumento da cobertura vacinal para os próximos anos subsequentes, foi isso que fizemos como uma parte da população não procura o serviço de vacina disponível no posto de saúde onde oferecemos todas as vacinas do calendário vacinal e as de campanhas como por exemplo de covid-19 e outras mais, decidimos fazer algumas estratégia uma delas foi, junto ao antigo auxilio brasil hoje atual bolsa família onde realizamos a pesagem dos usuários que fazem uso do benefício que acontece em pontos estratégicos a cada 6 meses 2 vezes ao ano fora do posto de saúde com a responsabilidade da equipe ESF da área adscrita, levamos junto as vacinas para que no momento da pesagem seja oferecida no mesmo instante as vacinas. Outra estratégia foi durante as campanhas de vacina saímos batendo de porta em porta atras do público alvo das campanhas exemplo (covid-19), ou seja, acordando a população, parando o almoço ou mesmo nem parando vacinamos as pessoas mesmo realizando suas atividades, no dia-a-dia na coordenação do enfermeiro (a) da área adscrita junto com sua equipe de ACS´s e técnicos de enfermagem. Também junto a todas as campanhas de prevenção a saúde, durante o ano exemplo (outubro rosa) disponibilizamos as vacinas seja dentro ou fora dos postos de saúde. Existe uma parceria intersetorial com a secretaria de educação para que possamos fazer a verificação das cadernetas vacinais das crianças na escola onde já aproveitamos e vacinamos os professores, temos também como estratégia para fortalecer ainda mais as imunizações o horário do almoço das 12:00h as: 13:00h aberto a sala de vacina assim mantendo uma rotina das 7:00 as 17:00 de segunda a sexta-feira. o reflexo dessas estratégias foi que de 2019 a vacina da poliomielite subiu de 65,7% para em 2022 98,7% e a pentavalente 79,7% em 2019 para 83,3% em 2022, hoje em 2023 temos 22.229 doses de vacina do covid-19 aplicadas graças a essas estratégias

diante de todas as dificuldades enfrentadas durante essas estratégias usadas para uma cobertura maior, não desistimos fomos a luta como guerreiros com as principais armas o poder de convencimento e as vacinas em mãos caímos muitas vezes doentes pelo covid-19, mais firme voltamos e hoje seguimos com nossas estratégias que tem resultado direto na melhoria da saúde da população que é nossa principal meta, estamos cada vez mais fortalecendo a imunização junto todas as equipes ESF do município somos mais fortes.

Principal

Moisses de lima andrade

Coautores

Ana jessica Moraes de Andrade

A prática foi aplicada em

Região

Instituição

Endereço

Uma organização do tipo

Instituição Privada

Foi cadastrada por

Conta vinculada

ideiasus@gmail.com

A prática foi cadastrada em

23 dez 2023

e atualizada em

23 dez 2023

Condição da prática

Concluída

Situação da Prática

Arquivos

Palavras-chave

Você pode se interessar também

Práticas
ADESÃO DAS GESTANTES AO PRÉ-NATAL ODONTOLÓGICO: UMA PROPOSTA DE INTERVENÇÃO NA ATENÇÃO PRIMÁRIA À SAÚDE
Paraíba
Práticas
A PRÁTICA DE PRIMEIROS SOCORROS NO CONTEXTO DE UM CURSO TÉCNICO PARA AGENTES COMUNITÁRIOS DE SAÚDE
Paraíba
Práticas
Vacinação nos espaços de formação: experiência no 2º Congresso Nordestino de Pediatria
Paraíba
Práticas
A (in) visibilidade de quem está em situação de rua: caminhos possíveis para cuidado em saúde
Paraíba
Práticas
Título: Autismo – uma causa municipal.
Paraíba
Práticas
Do ambulatório LGBTQIAPNB+ ao Café com Diversidade: garantindo acesso e fortalecimento de vínculos
Paraíba
Práticas
Atuação intersetorial nos casos suspeitos de TEA na primeira infância, um relato de experiência.
Paraíba
Práticas
Programa Bolsa Família: processo formativo para profissionais da atenção primária
Paraíba
Práticas
As PICS como ferramenta potencializadora no cuidado a saúde do trabalhador
Paraíba