Olá,

Visitante

Implementação da estratégia Tenda da Imunização para aumento de coberturas vacinais

O município de Frei Martinho, Paraíba, não divergiu do cenário nacional, havendo reduções de coberturas por perpetuação de representações sociais dos pais em multiplicar mitos e evitar levar seus filhos a sala de vacina. Para enfrentar tal problemática buscou-se estratégias para transformação deste cenário, fortalecendo as ações coletivas no território. Objetivo: O presente trabalho possui como objetivo relatar a experiência vivenciada e os benefícios da disponibilidade de uma tenda de vacinação montada em frente a creche municipal no município de Frei Martinho-PB. Trata-se de um estudo descritivo, de caráter qualitativo, do tipo relato de experiência, onde profissionais de saúde adotaram a estratégia tenda da imunização buscando melhorar a cobertura vacinal. A ação foi planejada mediante operacionalização de matriz 5w2h: A) O que foi feito? montado uma tenda para criar um espaço agradável e protegido no território, possibilitando aproximação com grupo alvo (crianças, familiares). B) Por que foi feito? Sua realização justifica-se para que de forma coletiva fosse obtido maior alcance da clientela proporcionando mudanças nos problemas identificados pela equipe de saúde. C) Onde foi feito? A tenda foi montada no território em frente a creche municipal Antônia Jardelina no município de Frei Martinho, Paraíba, no turno matutino. D) Quando foi feito? A ação foi realizada por meio de uma busca ativa durante a campanha de Poliomielite e aconteceu no dia 17 de agosto do ano de 2022. E) Por quem foi feito? Os envolvidos na ação foram os profissionais da estratégia de saúde da família. F) Como foi feito? Mediante reunião de planejamento e distribuição das atividades, organizou-se montagem do espaço, organização do material a ser utilizado no dia, a ação foi divulgada previamente pelos agentes comunitários de saúde e pactuação intersetorial com instituição escolar envolvida, os profissionais de enfermagem avaliaram cadernetas de vacinação, administraram vacinas atrasadas e registrado no documento G) Quanto custou fazer? Recursos próprios da SMS.

No Brasil, apesar da existência e reconhecimento internacional, pelo controle e eliminação de doenças imunopreveníveis, do Programa Nacional de Imunizações (PNI) o país tem enfrentado queda nas coberturas vacinas desde 2011, agravando-se substancialmente com a pandemia de covid-19. Dados do Fundo das Nações Unidas para a Infância indicam que a cobertura de vacinação contra sarampo, caxumba e rubéola caíram de 93,1%, em 2019, para 71,49% em 2021. Bem como, assistiu-se retorno de doenças até então já erradicadas, como a poliomielite e o sarampo, devido à baixa procura por imunizações. Tais fatos, provocam o aumento da vulnerabilidade das crianças, compondo grupo prioritário para integrar as ações e estratégias das equipes de saúde em todo território nacional.

Posteriormente a atividade ocorreu avaliação das ações, percebendo que os profissionais conseguiram atingir o objetivo, uma vez que realizar atividades educativas, orientações e procedimentos fortalecem o diálogo no território para sensibilização da importância da vacinação principalmente para as crianças. Ademais, identificou-se aumento das coberturas vacinais e portanto, a implementação da tenda de vacinação, contribuiu de forma significativa para o alcance de 96,30% de cobertura na campanha de poliomielite, como também aumentar a coberturas dos demais imunobiológicos ofertados na rede de saúde do município, além de possibilitar aos pais, a facilidade de estarem enviando a caderneta ao espaço escolar para atualização do instrumento. Inicialmente quando foi lançada a proposta, houve resistência por parte da gestora escolar. No entanto, ao término da ação, os resultados foram satisfatórios e muitos pais elogiaram a equipe pelo comprometimento e preocupação da manutenção da caderneta de saúde da criança atualizada no que diz respeito a micronutrientes e imunobiológicos do calendário nacional de imunização.

Principal

Maria Rosely Batista da Siva

silvamrb20@gmail.com

Enfermeira

Coautores

Cristiana de Fatima Moura Amaral, Eva Wilma Oliveira Gomes, Laís Vasconcelos Santos, Katiane Maria Nogueira, Maria Cristina Lima, Maria Rosely Batista da Silva

A prática foi aplicada em

Todos os Municípios (PB), Frei Martinho

Todos os Estados (Nordeste), Paraíba

Nordeste

Esta prática está vinculada a

Endereço

Uma organização do tipo

Instituição Pública

Foi cadastrada por

Maria Rosely Batista da Silva

Conta vinculada

A prática foi cadastrada em

05 maio 2024

e atualizada em

05 maio 2024

Início da Execução

17/08/2022

Fim da Execução

17/08/2022

Condição da prática

Concluída

Situação da Prática

Arquivos

Palavras-chave

Você pode se interessar também

Práticas
Os caminhos para alcançar os indicadores de desempenho do Previne Brasil pelo município de Bom Jesus (PB)
Paraíba
Práticas
ADESÃO DAS GESTANTES AO PRÉ-NATAL ODONTOLÓGICO: UMA PROPOSTA DE INTERVENÇÃO NA ATENÇÃO PRIMÁRIA À SAÚDE
Paraíba
Práticas
A PRÁTICA DE PRIMEIROS SOCORROS NO CONTEXTO DE UM CURSO TÉCNICO PARA AGENTES COMUNITÁRIOS DE SAÚDE
Paraíba
Práticas
Programa Bolsa Família: processo formativo para profissionais da atenção primária
Paraíba
Práticas
Humanização na prática do cateterismo vesical de demora na atenção básica.
Paraíba
Práticas
Metodologias ativas no processo de atualização de profissionais de saúde: relato de experiência.
Paraíba