Olá,

Visitante

Gestão Participativa no Colegiado de Gestão nas Unidades de Saúde da Família da Área de Planejamento 5.3 do Município do Rio de Janeiro

Em 2011, uma das diretrizes da Secretaria Municipal de Saúde para a atenção primária foi a implantação do colegiado gestor nas unidades básicas. A importância aprofundar o conhecimento sobre a gestão participativa na perspectiva das equipes de saúde da família se dá pela sua possibilidade de seu caráter transversal no processo de trabalho em saúde na atenção básica que fortalece a transformação social. Destaco a educação popular em saúde como ferramenta para o desenvolvimento do diálogo permanente com movimentos populares, entidades formadoras e grupos sociais no sentido de fortalecer e ampliar a participação social no SUS. Este interesse foi ampliado a partir da Oficina de Formação para Colegiado de Gestão realizada em abril de 2011, a fim de formar profissionais das AP para serem facilitadores dos colegiados de gestão no território. No entanto as escassas oportunidades de participação da população na gestão conduz ás seguintes indagações: Qual o conhecimento das equipes de saúde da família sobre gestão participativa? Como trabalham a gestão participativa em seu território de abrangência? As equipes reconhecem a Educação Popular como uma ferramenta para alcançar este tipo de gestão? Este trabalho pretende analisar as práticas utilizadas pelas unidades de saúde da família da AP 5.3 para a construção e implementação da gestão participativa, tendo como referência o enfoque da educação popular e como objetivos específicos: identificar o entendimento que os profissionais das equipes de saúde da família possuem sobre gestão participativa na ESF identificar as práticas utilizadas pelas unidades de saúde da família da AP 5.3 para implementação da gestão participativa identificar a existência de colegiados de gestão nas unidades de saúde da família da A.P. 5.3 avaliar a metodologia utilizada nos colegiados gestores locais que estão implantados levantar as dificuldades e facilidades na implantação do colegiado de gestão nas unidades de saúde e discutir os limites e possibilidades da educação popular como ferramenta para a gestão participativa das equipes e comunidade. Propõe-se como estratégia metodológica o uso da pesquisa qualitativa, utilizando a técnica da história oral. Os sujeitos do estudo serão os profissionais da ESF e representantes dos usuários do território. A presente proposta tem como objeto de estudo a construção da gestão participativa pelas equipes de saúde da família e comunidades, tendo como referência a educação popular enquanto ferramenta para esta construção.

A Prefeitura do Rio de Janeiro lançou o Projeto Saúde Presente em 2009, que marca o início de uma nova fase para a rede assistencial em saúde na cidade, focalizada na reorganização da atenção primária com a expansão da cobertura pela Estratégia de Saúde da Família (ESF), que teve seu início pela Área de Planejamento 5.3 (AP).

Principal

Gabriela Rêgo de Almeida Muñoz

A prática foi aplicada em

Rio de Janeiro

Rio de Janeiro

Sudeste

Instituição

Endereço

Uma organização do tipo

Instituição pública

Foi cadastrada por

Gabriela Rêgo de Almeida Muñoz

Conta vinculada

ideiasus@gmail.com

A prática foi cadastrada em

02 jun 2023

e atualizada em

14 set 2023

Condição da prática

Concluída

Situação da Prática

Arquivos

Palavras-chave

nenhuma

Você pode se interessar também

Práticas
Conselho itinerante:fortalecendo o controle social em Junco do Serido-PB
Paraíba
Práticas
Oficina de Culinária Afeto e Sabor
Paraíba
Práticas
Aproximando a Comunidade com a Gestão da Atenção Primária em Saúde
Rio de Janeiro
Práticas
Gestão Estratégica e Participativa no SUS: Implantando Novas Instâncias Deliberativas no Município Paulo Jacinto – Al
Alagoas
Práticas
Importância da Conferência Municipal de Saúde para o Fortalecimento da Participação da Comunidade na Defesa do SUS.
Paraíba
Práticas
Participação Popular na Estratégia Saúde da Família em Petrópolis-Rj
Rio de Janeiro
Práticas
Roda de Conversa com As Famílias: Cuidando de Quem Cuida
Rio de Janeiro
Práticas
Implantação de Colegiado Gestor nas Unidades de Saude da Família de Japeri-Rj
Rio de Janeiro
Práticas
Controle Social e Saúde do Trabalhador: a Experiência Regional do Conselho Gestor do Cerest- Pólo Duque de Caxias – Rj
Rio de Janeiro
Práticas
A Experiência do 1º Curso de Capacitação para Conselheiros de Saúde e Membros das Comissões Intersetoriais de Saúde do Trabalhador (Cists) Sobre a Temática da Saúde do Trabalhador do Cerest- Pólo Duqu
Rio de Janeiro