Olá,

Visitante

Gestâo da Atenção Básica Como Instrumento Articulador da Rede de Saúde Municípal de Sumè

A necessidade de ampliar as ações de promoção em saúde é uma prerrogativa do Pacto pela Saúde. Assim, o fortalecimento do SUS e a potencialização das estratégias do programa saúde da família, visando definir responsabilidades e parcerias regionalizadas, buscando a melhora nos indicadores sanitários. A condução da gestão compartilhada deve vislumbrar sempre a integralidade da assistência em saúde, principalmente na atenção básica, que é a porta de entrada do sistema, e que tem como responsabilidade a resolução de 85% das questões que chegam aos seus profissionais e consequentemente em algum momento solicita apoio na rede de serviços municipal. Com uma população de 16.060 pessoas, segundo o último censo demográfico, Sumé não difere dos demais municípios de pequeno porte do Estado da Paraíba. Diante deste perfil as diretrizes da gestão é o diferencial na condução dos serviços de saúde, principalmente em um período de congelamento dos gastos através da emenda constitucional 95. A rede de serviços municipais conta com uma unidade hospitalar de médio porte, laboratório municipalizado, clínica de fisioterapia, seis unidades de saúde da família, NASF, CAPS, CEO, consorcio municipal de especialidades. Neste contexto a interlocução dos serviços se torna primordial para que o acompanhamento integral dos munícipes seja realizado no município e qualificação das referências para outras localidades sejam realizadas baseadas nas reais necessidades de cada usuário

Após a descrição deste percurso, percebe-se que nada se produz sem os trabalhadores de saúde, sem planejamento. No caso do campo da atenção básica, em especial, é necessário que sejam estabelecidos vínculos com a comunidade e os profissionais que estão para assistir esta, pois o grupo de trabalhadores/gestores devem estar envolvidos com o processo de gestão, qualificando, desta forma, as ações programadas e os recursos disponíveis. Portanto, a proposta de trabalho apresentada pela gestão da atenção básica se encontra em ampla construção, já que propõe uma reforma na atual conduta de atuação da gestão em saúde do município de Sumé, consolidando o avanço na reorientação do modelo assistencial e na integralidade do cuidado. Por ser uma estratégia inovadora que tem por objetivo apoiar, ampliar, aperfeiçoar a atenção e a gestão da saúde na atenção básica e nos demais serviços municipais, a proposta destaca o comprometido da gestão com a promoção de mudanças na atuação dos serviços de forma intersetorial e interdisciplinar, na integralidade e organização territorial dos serviços de saúde.

Objetivo geral – promover a gestão integrada e a participação dos trabalhadores/coordenadores nas decisões do planejamento das ações intersetoriais e fortalecimento da rede municipal de serviços em saúde.Objetivos específicos- Identificar, em conjunto com os serviços municipais, as ações e práticas a serem adotadas como ampliação da assistência no território

Principal

Tanniery Lêla Araújo de Sousa

atencaobasica@gmail.com

A prática foi aplicada em

Sumé

Paraíba

Nordeste

Instituição

Rua Manoel Braz de Macedo, N.90, Condomínio Zé Marcolino

Uma organização do tipo

Outra

Foi cadastrada por

Tanniery Lêla Araújo de Sousa

Conta vinculada

A prática foi cadastrada em

04 dez 2015

e atualizada em

14 set 2023

Condição da prática

Concluída

Situação da Prática

Arquivos

Palavras-chave

nenhuma

Você pode se interessar também

Práticas
Implantação de laserterapia na rede de atenção à saúde de Pilar (PB): relato de experiência
Paraíba
Práticas
Atenção e cuidado ao paciente portador de feridas no SUS em Pilar (PB)
Paraíba
Práticas
Oferta e Inserção do DIU pelo Enfermeiro na Atenção Primária a Saúde do Município de Assunção
Paraíba
Práticas
A prática da natação para crianças e adolescentes com deficiência em município do sertão paraibano
Paraíba
Práticas
Potencializando ações e atendimentos itinerantes nos bairros para melhoria e alcance de metas
Paraíba
Práticas
Implantação do cuidado farmacêutico na atenção básica, integrando farmácia a rede de atenção a saúde
Paraíba
Práticas
A eficácia do instrumento de classificação de risco gestacional na atenção primaria à saúde.
Paraíba