Olá,

Visitante

Formação em Diabetes para Profissionais da Educação de Blumenau/Sc

O projeto de extensão Doce Alegria e o Programa de Pós-Graduação de Saúde Coletiva da Universidade Regional de Blumenau propõem uma formação em diabetes para profissionais da rede de ensino do município de Blumenau-SC. Os conteúdos estão organizados em três módulos: a) conhecendo o diabetes

O Diabetes Mellitus tipo 1 é a forma mais frequente de diabetes em crianças e adolescentes. Seu tratamento inclui múltiplas intervenções que exigem apoio ao cuidado. Por passarem uma parte significativa do dia na escola, as ações intersetoriais, neste caso, saúde e educação, são imprescindíveis para o apoio desta condição de saúde durante o horário escolar. No entanto, profissionais da educação tem pouco ou nenhum preparo para apoiar o gerenciamento do diabetes. Nesse contexto, a integração ensino-serviço e a Educação Permanente em Saúde são ferramentas de transformação de práticas profissionais.

A presente proposta de formação em diabetes propõe solucionar uma demanda social encontrada na prática da extensão universitária e na literatura científica por meio da qualificação do apoio ao cuidado de crianças e adolescentes com DM1 no contexto escolar. Dessa forma, as ferramentas de ensino aprendizagem desenvolvidas a partir da formação contribuem na redução e prevenção de complicações agudas e crônicas decorrentes da falta de gerenciamento do DM1 em horário escolar, refletindo na redução de custos para o sistema público de saúde. O projeto também repercute sobre a promoção do crescimento e desenvolvimento pleno de crianças e adolescentes com DM1 e a promoção da aprendizagem e desempenho ideal, o que reflete, a curto e longo prazo, na trajetória pessoal e profissional de crianças e adolescentes com DM1. A presente proposta tem impacto relevante ao contribuir para a Política Nacional de Atenção Integral à Saúde da Criança, o Programa Saúde na Escola e a Política Nacional de Educação Permanente em Saúde. Também vai de encontro com o terceiro objetivo do ODS, Saúde e Bem-Estar que busca a garantia do acesso à saúde e promoção do bem-estar através de ações intersetoriais, com meta estabelecida para reduzir a mortalidade prematura por Doenças Crônicas Não Transmissíveis através da promoção de saúde, prevenção e tratamento.

Principal

Maira dos Santos

nutri.mairasantos@gmail.com

A prática foi aplicada em

Rio Grande do Sul

Sul

Instituição

Blumenau

Uma organização do tipo

Instituição pública

Foi cadastrada por

Maira dos Santos

Conta vinculada

A prática foi cadastrada em

02 jun 2023

e atualizada em

14 set 2023

Condição da prática

Concluída

Situação da Prática

Arquivos

Palavras-chave

nenhuma

Você pode se interessar também

Práticas
Uso do Futsal Como Estratégia de Promoção da Saúde e Diminuição do Risco de Marginalização: Projeto Caminhos do Viver.
São Paulo
Práticas
Qualidade de Vida no Grupo “Mulher Ativa” na Cidade de Montalvânia – Mg
Minas Gerais
Práticas
Qualidade de Vida e Longevidade: Educação/Prevenção/Promoção em Saúde Sob os Aspectos Biopsicossociais Como Ferramenta para o Cuidado de Pacientes Hipertensos e Diabéticos.
Minas Gerais
Práticas
Projeto “Viva Leve”
Minas Gerais
Práticas
Grupo Girassol: Relatos de Experiência de Ações de Promoção da Saúde para Melhoria da Qualidade de Vida de Pessoas com Doenças e Sequelas
Minas Gerais
Práticas
Praticas Exitosas no Grupo de Emagrecimento.
Minas Gerais
Práticas
de Bem com a Vida”: Experiência do Grupo de Manejo da Ansiedade da Uaps Jardim Paraíso no Município de Patos de Minas
Pará
Práticas
Promoção de saúde e prevenção de doenças crônicas não transmissíveis através de grupos para perda de peso em São Gonçalo do Rio Preto (MG)
Minas Gerais
Práticas
Artesanato Como Prática de Promoção em Saúde Mental.
Rio de Janeiro
Práticas
Utilização do Lúdico Como Estratégia de Favorecimento do Atendimento e Vínculo com o Paciente odontopediátrico na Estratégia de Saúde da Família.
Espírito Santo