Olá,

Visitante

Formação em Diabetes para Profissionais da Educação de Blumenau/Sc

O projeto de extensão Doce Alegria e o Programa de Pós-Graduação de Saúde Coletiva da Universidade Regional de Blumenau propõem uma formação em diabetes para profissionais da rede de ensino do município de Blumenau-SC. Os conteúdos estão organizados em três módulos: a) conhecendo o diabetes

O Diabetes Mellitus tipo 1 é a forma mais frequente de diabetes em crianças e adolescentes. Seu tratamento inclui múltiplas intervenções que exigem apoio ao cuidado. Por passarem uma parte significativa do dia na escola, as ações intersetoriais, neste caso, saúde e educação, são imprescindíveis para o apoio desta condição de saúde durante o horário escolar. No entanto, profissionais da educação tem pouco ou nenhum preparo para apoiar o gerenciamento do diabetes. Nesse contexto, a integração ensino-serviço e a Educação Permanente em Saúde são ferramentas de transformação de práticas profissionais.

A presente proposta de formação em diabetes propõe solucionar uma demanda social encontrada na prática da extensão universitária e na literatura científica por meio da qualificação do apoio ao cuidado de crianças e adolescentes com DM1 no contexto escolar. Dessa forma, as ferramentas de ensino aprendizagem desenvolvidas a partir da formação contribuem na redução e prevenção de complicações agudas e crônicas decorrentes da falta de gerenciamento do DM1 em horário escolar, refletindo na redução de custos para o sistema público de saúde. O projeto também repercute sobre a promoção do crescimento e desenvolvimento pleno de crianças e adolescentes com DM1 e a promoção da aprendizagem e desempenho ideal, o que reflete, a curto e longo prazo, na trajetória pessoal e profissional de crianças e adolescentes com DM1. A presente proposta tem impacto relevante ao contribuir para a Política Nacional de Atenção Integral à Saúde da Criança, o Programa Saúde na Escola e a Política Nacional de Educação Permanente em Saúde. Também vai de encontro com o terceiro objetivo do ODS, Saúde e Bem-Estar que busca a garantia do acesso à saúde e promoção do bem-estar através de ações intersetoriais, com meta estabelecida para reduzir a mortalidade prematura por Doenças Crônicas Não Transmissíveis através da promoção de saúde, prevenção e tratamento.

Principal

Maira dos Santos

nutri.mairasantos@gmail.com

A prática foi aplicada em

Rio Grande do Sul

Sul

Instituição

Blumenau

Uma organização do tipo

Instituição pública

Foi cadastrada por

Maira dos Santos

Conta vinculada

02 jun 2023

e atualizada em

14 set 2023

Seu Período de Execução foi de

até

Condição da prática

Concluída

Situação da Prática

Arquivos

Palavras-chave

nenhuma

Você pode se interessar também

Práticas
Artesanato Como Prática de Promoção em Saúde Mental.
Rio de Janeiro
Práticas
Utilização do Lúdico Como Estratégia de Favorecimento do Atendimento e Vínculo com o Paciente odontopediátrico na Estratégia de Saúde da Família.
Espírito Santo
Práticas
Escola de Postura: Prevenção da Lombalgia, Através da Motivação da Prática Corporal, Contribuindo para a Melhoria da Qualidade de Vida dos Usuários de Irecê, Bahia.
Bahia
Práticas
Oficina de Culinária Kids: uma Ferramenta para Despertar a Alimentação Saudável das Crianças do Programa Saúde na Escola.
Bahia
Práticas
Isaba Kiambote [Bem Vinda a Folha]
Rio de Janeiro
Práticas
Ultrapassando Barreiras: o Acesso a Saúde no Sistema Prisional.
Santa Catarina
Práticas
Consultório na Rua e a Potência do Cuidado no Território: Produção de Afetos e Encontros
Alagoas
Práticas
Clube da Papinha: uma Estratégia de Adequação Nutricional e Promoção da Alimentação Complementar Saudável no Município de Timbaúba-Pe.
Paraíba
Práticas
Impacto do Programa Antitabagismo no Munícipio de São José da Lagoa Tapada – Pb
Paraíba
Práticas
‘‘Felicidade de Viver’’. Promoção da Atividade Física na Terceira Idade para Melhorar a Qualidade de Vida Física e Mental.
Paraíba