Olá,

Visitante

Ferramentas Digitais Síncronas e Assíncronas para Atividades Educativas em Saúde Bucal: Relato de Experiência

As ferramentas digitais permitiram no contexto da pandemia da COVID-19, uma nova forma de ensinar, aprender e informar. O objetivo desse relato é abordar a experiência de educação em saúde digital vivenciada por professores e estudantes do estágio de Integração Ensino Serviço Comunidade (INESC) do quinto e sexto semestre do curso de graduação em Odontologia do Centro Universitário de Patos de Minas. A utilização de plataformas digitais para elaboração de conteúdo informativo sobre saúde bucal foi fortemente utilizada promovendo a disseminação de informações confiáveis de maneira acessível e ágil destacando o processo de construção e aplicação desses materiais instrutivos, de maneira síncrona e assíncrona, com vistas à manutenção de dois processos fundamentais nos cursos de Odontologia: o ensino-aprendizagem e a educação em saúde da população, contextualizando o aprendizado e a realidade local.

Os materiais escritos de educação em saúde só podem ser eficazes se puderem ser lidos, compreendidos e lembrados, muitas informações em saúde estão escritas num nível complexo, dificultando a compreensão de forma que o público-alvo possivelmente não vai entendê-las. Observa-se que, embora haja muito material educativo disponível, este eventualmente pode não ser lido até mesmo pelas pessoas que têm mais habilidade de leitura, por apresentarem informações descritas de maneira complexa de forma que a interpretação pode se tornar um desafio que requer esforços e interesse para ser superado, dificultando por vezes, o acesso à informação que está sendo transmitida.

Esse relato de experiência que o uso de ferramentas digitais para educação em saúde bucal proporcionou um avanço na propagação de conhecimento científico, pois com o uso da tecnologia possibilitou que inúmeras pessoas recebessem informações essenciais de forma compreensível e remota. O uso de aplicativos para elaboração, edição e execução de mídias audiovisuais, torna o conteúdo mais interessante e atrativo, daí a importância de todos os atores dos processos educativos se familiarizarem ao seu uso. A educação em saúde, especialmente no contexto das ações desenvolvidas por estudantes por meio de parcerias Ensino-Serviço terão que passar por um importante processo de reflexão e reformulação, no qual a manutenção das atividades educativas e consequentemente de ensino-aprendizagem sejam mantidas e efetivamente alcancem cada vez mais parcelas da população, especialmente aquelas em situação de maior vulnerabilidade social, favorecendo assim o respeito ao princípio doutrinário da equidade, um dos quais norteia as ações do Sistema Único de Saúde.

Principal

Thiago de Amorim Carvalho

thiagocarvalho@unipam.edu.br

A prática foi aplicada em

Patos de Minas

Minas Gerais

Sudeste

Instituição

Centro Universitário de Patos de Minas

Uma organização do tipo

Instituição pública

Foi cadastrada por

Thiago de Amorim Carvalho

Conta vinculada

A prática foi cadastrada em

02 jun 2023

e atualizada em

14 set 2023

Condição da prática

Concluída

Situação da Prática

Arquivos

Palavras-chave

nenhuma

Você pode se interessar também

Práticas
Implantação de laserterapia na rede de atenção à saúde de Pilar (PB): relato de experiência
Paraíba
Práticas
Atenção e cuidado ao paciente portador de feridas no SUS em Pilar (PB)
Paraíba
Práticas
Oferta e Inserção do DIU pelo Enfermeiro na Atenção Primária a Saúde do Município de Assunção
Paraíba
Práticas
A prática da natação para crianças e adolescentes com deficiência em município do sertão paraibano
Paraíba
Práticas
Potencializando ações e atendimentos itinerantes nos bairros para melhoria e alcance de metas
Paraíba
Práticas
Implantação do cuidado farmacêutico na atenção básica, integrando farmácia a rede de atenção a saúde
Paraíba
Práticas
A eficácia do instrumento de classificação de risco gestacional na atenção primaria à saúde.
Paraíba