Olá,

Visitante

Farmácia Viva no SUS – Maurilandia do Tocantins

A Farmácia Viva foi incluída no sistema de saúde pública, visando o uso racional das plantas medicinais na atenção básica do município, resgatando assim, o conhecimento popular e indígena, embasado nos conhecimentos científicos, bem como a promoção dos cuidados ao meio ambiente. Devido ao alto custo dos medicamentos alopáticos e a ocorrência de efeitos adversos, e com a eficácia comprovada das plantas medicinais, houve um crescente interesse da comunidade pelo uso da fitoterapia, assim como, foi notório a necessidade da orientação dos usuários em relação ao seu uso correto. Aliados a esse projeto desenvolvemos um paralelo as necessidades do meio ambiente, onde houve uma maior conscientização da população a respeito dos materiais que são descartados no meio ambiente, trazendo assim, um destino sustentável a essa matéria. Nesse sentido surgiu a proposta de criação do projeto Farmácia Viva.METODOLOGIA: O projeto se dividiu em quatro etapas, sendo que na 1ª etapa foi realizada, uma abordagem por parte dos agentes comunitários onde foram realizadas visitas domiciliares as famílias, havendo a catalogação das principais plantas existentes no município, assim como, o nível de acreditação por parte da população a respeito da fitoterapia.Na 2ª etapa ocorreu a captação dos pneus e garrafas pets dispostos no meio ambiente para confecção dos canteiros.A 3ª etapa foi de orientação da população urbana e indígena quanto ao uso das plantas medicinais.Na 4ª etapa, tivemos a consolidação do projeto, foi realizada a capacitação dos profissionais de saúde e por fim a dispensação das plantas medicinais aos usuários das duas UBS.

Necessidade de implantar a fitoterapia, como tratamento alternativo nas UBS, valorizando a cultura popular e indígena no que tange ao uso das plantas medicinais

Acreditamos que a fitoterapia é uma alternativa viável, se tornando mais barata, além do que, tem uma eficiência comprovada, com menos efeitos indesejados e com grande variedade de matéria-prima. Através desse projeto pudemos incentivar a população resgatando o uso e cultivo das plantas medicinais, sobretudo valorizando e contribuindo para os conhecimentos sobre os fitoterápicos, associando o conhecimento cientifico e popular, além de, conscientizar a população a cerca dos cuidados ao meio ambiente.

Principal

Renato Sérgio de Sá Rocha (99 981314809), Fernanda Lua Marinho Fernandes, Valdany Araújo Bezerra.

renatorocha_dm@hotmail.com

A prática foi aplicada em

RJ

Rio de Janeiro

Sudeste

Instituição

Maurilândia do Tocantins

Uma organização do tipo

Instituição pública

Foi cadastrada por

Ideiasus / Conasems

Conta vinculada

03 dez 2020

e atualizada em

14 set 2023

Seu Período de Execução foi de

até

Condição da prática

Concluída

Situação da Prática

Arquivos

Palavras-chave

nenhuma

Você pode se interessar também

Práticas
Terapia de Purificação okada
Ceará
Práticas
Meditação Como Pratica Integrativa e Complementar em Saúde Aos Estudantes da Ufj. Projeto de Pesquisa e Extensão
Goiás
Práticas
Protocolo de Retirada Gradual dos Inibidores da Bomba de Prótons (Omeprazol) Através do Uso de Maytenus Ilicifolia M. Ex R. (Espinheira-Santa)
Santa Catarina
Práticas
Registro de Espécies Medicinais do Horto Medicinal do Programa Farmácia Viva no Site Splink.Org Como Garantia de Qualidade e Rastreabilidade, São Bento do Sul, Sc.
Santa Catarina
Práticas
Processo de Instituição da Lei Nº4064 de 08 de Maio de 2019 Que Cria o Programa de Práticas Integrativas e Complementares em Saúde no Município de São Bento do Sul, Sc.
Santa Catarina
Práticas
Centro Municipal de Práticas Integrativas e Complementares em Saúde (Cempics): Referência em Práticas Integrativas no SUS de São Bento do Sul, Sc.
Amazonas
Práticas
Estruturação do Laboratório de Produção de Droga Vegetal do Programa Farmácia Viva de São Bento do Sul, Sc.
Santa Catarina
Práticas
Impacto da Lei Municipal de Práticas Integrativas e Complementares no Número de Atendimentos com Pics em São Bento do Sul, Sc.
Santa Catarina
Práticas
A Terapia Comunitária Integrativa no Enfrentamento À Pandemia: uma Rede on-Line de Apoio Solidário.
Rio de Janeiro
Práticas
Fortalecimento das Práticas Integrativas e Complementares em Saúde no Municipio de Guarulhos: Danças Circulares Como Estrátegia de Promoção À Saude.