Olá,

Visitante

Implantação de Produtos e Serviços de Fitoterapia e Plantas Medicinais no Sistema Único de Saúde no Município de Pato Bragado

Estruturação da Cadeia Produtiva de Plantas Medicinais na região considerando a complexidade de produtos e serviços envolvidos no uso destes recursos terapêuticos, através da consolidação da produção de matéria prima, droga vegetal, extratos padronizados e fitoterápicos e implantação de atendimento com fitoterapia no Sistema Único de Saúde do município de pato Bragado.

O interesse por plantas medicinais vem crescendo a cada ano no mundo todo, a Organização Mundial de Saúde – OMS – reconhece o valor potencial das plantas medicinais. O Brasil sendo possuidor de uma das mais ricas floras do mundo seja em número de espécies ou em quantidade de indivíduos, associada a uma rica diversidade étnica e cultural. Mais do que qualquer outro, nosso país vem sentindo a necessidade de buscar soluções próprias para o desenvolvimento de tecnologia farmacêutica nacional a partir das plantas medicinais. Uma importante demanda para medicamentos a base de plantas medicinais têm sido os serviços públicos de saúde. Com o objetivo de utilizar o potencial terapêutico das plantas medicinais, o município de Pato Bragado implantou o projeto Produtos e Serviços de Fitoterapia e Plantas Medicinais no Sistema Único de Saúde no Município de Pato Bragado em parceria com Itaipu Binacional- Programa Cultivando Água Boa, SUSTENTEC – Produtores Associados, Cooperativa Gran Lago de Plantas Medicinais e Laboratório Yanten, com apoio financeiro do Ministério da Saúde (EDITAL No1, de 26/04/2012 para apoio aos Arranjos Produtivos Locais no âmbito do SUS. Conforme a Política e o Programa Nacional de Plantas Medicinais e Fitoterápicos). A proposta envolveu a consolidação de um arranjo produtivo local de plantas medicinais e medicamentos fitoterápicos, considerando as etapas de cultivo, beneficiamento e transformação, produção de formulações farmacêuticas e utilização das plantas medicinais e fitoterápicos na Unidade Básica de Saúde. O projeto foi coordenado pela Equipe de Assistência Farmacêutica do município, que realizou o acompanhamento e monitoramento dos pacientes atendidos pela fitoterapia. Para atingir os objetivos do projeto foram priorizados pacientes cadastrados em programas governamentais e acompanhados pela equipe multiprofissional de saúde, principalmente dos programas Hiperdia e Saúde Mental. Durante o desenvolvimento do projeto foi possível apoiar a agricultura familiar de forma sustentável, consolidar uma cadeia produtiva de insumos farmacêuticos de grande impacto econômico para a região e também foi possível promover o uso adequado de plantas medicinais e fitoterápicos.

Principal

Euclides Lara Cardozo Junior(Dr.),Marciane Maria Specht(Enf.),Claudete Teresinha S.Tiecker(Farm.),Sara Regina Weirich (Farm.)

A prática foi aplicada em

Pato Bragado

Paraná

Sul

Instituição

Rua Florianópolis 1177

Uma organização do tipo

Instituição pública

Foi cadastrada por

Euclides Lara Cardozo Junior(Dr.),Marciane Maria Specht(Enf.),Claudete Teresinha S.Tiecker(Farm.),Sara Regina Weirich (Farm.)

Conta vinculada

A prática foi cadastrada em

09 ago 2020

e atualizada em

14 set 2023

Condição da prática

Concluída

Situação da Prática

Arquivos

Palavras-chave

nenhuma

Você pode se interessar também

Práticas
As PICS como ferramenta potencializadora no cuidado a saúde do trabalhador
Paraíba
Práticas
Práticas integrativas em um grupo tereapêutico “equilíbrio das emoções”
Paraíba
Práticas
Auriculoterapia uma práticas integrativas: como alternativa complementar no tratamento da ansiedade
Paraíba
Práticas
IMPLANTAÇÃO DE PRÁTICA INTEGRATIVA E COMPLEMENTAR NA REDE DE ATENÇÃO A SAÚDE DE QUEIMADAS-PB
Paraíba
Práticas
A terapia comunitária integrativa como inclusão e bem-estar na terceira idade.
Rio de Janeiro
Práticas
Implantação do Centro de Referência em MTC e Práticas Integrativas no Município de Duque de Caxias
Rio de Janeiro
Práticas
Planejamento orientativo do CTA/SAE Juara – MT, sobre protocolo de PEP às farmácias do Vale do Arinos.
Mato Grosso
Práticas
A Ozonioterapia no tratamento de dores crônicas
Rio de Janeiro