Olá,

Visitante

Estratégias de Vacinação Contra a Covid-19, Com Foco na Ampliação do Acesso e Adesão da População

Categoria não especificada

A Atenção Básica é a porta de entrada do sistema de saúde e na pandemia teve papel fundamental, com apoio da Vigilância em Saúde, para a manutenção da assistência às linhas de cuidado e o atendimento de síndromes gripais, além de ser a responsável pelo rápido acesso dos usuários à vacinação contra a Covid-19, uma das principais medidas para o controle da pandemia. No entanto, a vacinação contra Covid-19 tornou-se um grande desafio devido ao quantitativo populacional que deveria ser vacinado no menor período possível e, também, por conta da resistência por parte da população em se vacinar. Em Canaã dos Carajás, cidade situada no interior do Pará, com aproximadamente 39.103 habitantes pelo IBGE e 76.640 pessoas cadastradas no e-SUS, foi necessário pensar em estratégias diferenciadas para alcançar a população elegível para a vacinação, como combate às notícias falsas, a ampliação dos horários e locais de vacinação e a divulgação ampla nas redes sociais e na mídia tradicionais. Todas as ações precisaram ser pensadas de acordo com a realidade de cada território e seguindo os critérios de equidade. O município conta com 13 UBS e 100% de cobertura de Saúde da Família e contou com o apoio do programa Ciclo Saúde, cooperação técnica para fortalecimento da AB. Uma iniciativa da Fundação Vale, em parceria com o CEDAPS – Centro de Promoção da Saúde e o Programa de Pós-Graduação em Saúde da Família da Universidade Estácio de Sá.

A grande problemática que o município de Canaã dos Carajás teve nessa fase inicial de vacinação durante a pandemia foi o grande fluxo de pessoas em busca da vacina contra a covid-19 ao mesmo tempo em que não se podia descuidar as ações primárias de vacinação, prioritariamente em crianças, conforme calendário básico de vacinação, sob a iminência da reinserção de doenças imunopreveníveis que já estavam erradicadas no Brasil. Em consequência disso, o grupo de trabalho da secretaria municipal de saúde planejou, executou e posteriormente, monitorou as estratégias adotadas para que se pudesse vacinar o maior número possível de pessoas elegíveis à vacinação contra a covid-19. As ações realizadas fizeram o município alcançar 97% de cobertura na primeira dose em dezembro de 2022 considerando a população cadastrada no ESUS-AB, o que refletiu diretamente na redução do número de casos, internações e mortes nos últimos meses. Em março de 2021, o município registrou 1.047 casos e 9 óbitos. No mesmo mês em 2022, foram registrados somente 4 casos e nenhum óbito. Em março de 2023, foram registrados 8 casos sem nenhuma internação. Além disso, durante todo o período da pandemia, as vacinações de rotina foram mantidas, sendo realizadas de forma separada da vacinação contra Covid-19. Também foram desenvolvidas ações de busca ativa para garantir a cobertura vacinal de rotina, tendo como resultado o aumento de 13% nas doses aplicadas de 2020 para 2021. Em 2021, das 18 vacinas realizadas em menores de 2 anos, 55% tiveram cobertura acima de 95%. Em 2022, esse percentual subiu para 61%.

Implementação de um grupo de trabalho da gestão para monitorar e planejar estratégias diferenciadas para alcançar a população, pautadas no princípio da equidade, seguindo os grupos prioritários recomendados. A primeira vacina foi aplicada no município em 19 de janeiro de 2021, em um funcionário do hospital de campanha. A vacinação dos profissionais de saúde foi realizada por critério de maior exposição profissional; Na sequência, todos os idosos acima de 80 anos receberam a vacinação em domicílio. A medida que os grupos alvos foram sendo ampliados, foi necessário repensar a estratégia, 1) ampliando o quadro de vacinadores e o número de locais de vacinação, utilizando escolas nos territórios das unidades de saúde com maior população adstrita, 2) realização de dias D, aos sábados, durante todo o ano, 3) ampliação do horário de vacinação (além das 18h) para atender público que trabalhava durante todo o dia e vacinação dentro das empresas. Além disso, para combater as notícias falsas e a resistência da população em se vacinar, foram desenvolvidas diversas ações de Educação em Saúde com objetivo de informar a população sobre a importância da vacinação, não somente como um ato de proteção individual, mas também como um ato coletivo. Quando a vacinação chegou na faixa etária de crianças observou-se uma grande resistência dos pais, em vacinar seus filhos. Para otimizar esse processo de vacinação, foi incorporada a vacinação contra covid-19 ao Programa Saúde na Escola, assim foi possível vacinar um maior número de crianças entre 5 e 11 anos, ao mesmo tempo em que se fazia a avaliação do cartão de vacinação e atualização das vacinas de rotina, quando necessário.

As vacinas foram criadas a mais de dois séculos e, desde então, movimentos tentam difundir a não vacinação. Com a era digital, esses movimentos se fortaleceram, e com a vacinação contra COVID-19 não foi diferente. Ações que visam ampliar a vacinação e combater as notícias falsas são fundamentais para garantir a saúde da população. As estratégias pensadas pelo município de Canaã dos Carajás foram planejadas de acordo com a realidade de cada território e de cada indivíduo. A saúde precisa estar onde as pessoas estão e, nesse contexto, as ações de busca ativa e as estratégias de vacinação nos diferentes locais do território, no domicílio, empresas e nas escolas. A garantia do funcionamento ampliado das UBS e das salas de vacina, a redução das barreiras de acesso, aproveitar todos os momentos em que o usuário está na Unidade para conferir o estado vacinal e ofertar vacinas que possam estar em atraso, reduzem as barreiras e garante um acesso equânime, integral e universal a vacinação. É fundamental reforçar as ações de Educação Permanente e Educação Continuada para os profissionais, e fortalecer os espaços de reunião de equipe como uma oportunidade para monitorar e avaliar as ações desenvolvidas e planejar novas formas de atuar.

Principal

DOUGLAS PACHECO DA COSTA

Coautores

Eliana Pessoa do Vale

A prática foi aplicada em

Região

Instituição

Endereço

Uma organização do tipo

Instituição Privada

Foi cadastrada por

Conta vinculada

ideiasus@gmail.com

A prática foi cadastrada em

23 dez 2023

e atualizada em

23 dez 2023

Condição da prática

Concluída

Situação da Prática

Arquivos

Palavras-chave

Você pode se interessar também

Práticas
Teste do Certificado
Minas Gerais
Práticas
ADESÃO DAS GESTANTES AO PRÉ-NATAL ODONTOLÓGICO: UMA PROPOSTA DE INTERVENÇÃO NA ATENÇÃO PRIMÁRIA À SAÚDE
Paraíba
Práticas
A PRÁTICA DE PRIMEIROS SOCORROS NO CONTEXTO DE UM CURSO TÉCNICO PARA AGENTES COMUNITÁRIOS DE SAÚDE
Paraíba
Práticas
Vacinação nos espaços de formação: experiência no 2º Congresso Nordestino de Pediatria
Paraíba
Práticas
A (in) visibilidade de quem está em situação de rua: caminhos possíveis para cuidado em saúde
Paraíba
Práticas
Título: Autismo – uma causa municipal.
Paraíba
Práticas
Do ambulatório LGBTQIAPNB+ ao Café com Diversidade: garantindo acesso e fortalecimento de vínculos
Paraíba
Práticas
Atuação intersetorial nos casos suspeitos de TEA na primeira infância, um relato de experiência.
Paraíba
Práticas
Programa Bolsa Família: processo formativo para profissionais da atenção primária
Paraíba