Olá,

Visitante

Estabelecendo Fluxo de Atendimento no Ambulatório de Infectologia a População Privada de Liberdade no Município de Franco da Rocha – Sp

Projeto realizado no Ambulatório de Infectologia de Franco da Rocha, com as seguintes ações: Reunião com os diretores de saúde das 05 unidades prisionais para definição do fluxo de encaminhamento especializado em IST/AIDS/Hepatites Virais. Roda de conversa com a equipe multiprofissional do ambulatório de infectologia abordando a legislação vigente sobre o atendimento à população privada de liberdade e elegendo um dia da semana para atendimento com agenda previa. Capacitação dos profissionais de nível superior do programa de saúde nas unidades prisionais para realização do teste rápido diagnóstico para HIV e de triagem para Sífilis, Hepatite B e Hepatite C, abordando questões de acolhimento, ações educativas, ocorrido em Março/2015. Reuniões mensais com o grupo técnico para acompanhamento do processo implantado. Divulgação a população em geral e pacientes da unidade, abordando questões como cidadania, inserção social, direitos das pessoas vivendo com HIV/AIDS e o atendimento no mesmo espaço as pessoas privadas de liberdade. Atores envolvidos: – Representantes da Secretaria Municipal de Saúde, Diretores de saúde das unidades prisionais P1, P2, P3, CPP, CDP Feminino

Definição do fluxo de encaminhamento especializado em IST/AIDS/Hepatites Virais, sobre o atendimento à população privada de liberdade, no município de Franco da Rocha.

As perspectivas futuras apontam para ações contínuas, pois tanto a população carcerária quanto os profissionais de saúde das unidades prisionais são flutuantes. Com a implantação das equipes de saúde no sistema prisional, os atendimentos apresentaram uma qualidade significativa, diminuindo a necessidade de deslocar o sentenciado até o AMI, pois desde Março/2015, as unidades prisionais passaram a contar com uma equipe multiprofissional com especialistas para atender a demanda necessária. Hoje o COAS/ AMI esta classificado como Centro de Testagem e Aconselhamento (CTA) e Serviço Atenção Especializada (SAE) Franco da Rocha e faz acompanhamento em parceria com as diretorias de saúde das unidades prisionais, na realização dos exames de carga viral, CD4, CD8, genotipagem para HIV, quantitativo, qualitativo e genotipagem para o vírus das hepatites, bem como o fornecimento dos antirretrovirais (ARV).

Principal

Rosemeire Castanha

rosimeirecastanha@hotmail.com

A prática foi aplicada em

Franco da Rocha

São Paulo

Sudeste

Instituição

RUA NELSON RODRIGUES, 111 - Centro

Uma organização do tipo

Instituição pública

Foi cadastrada por

Rosemeire Castanha

Conta vinculada

A prática foi cadastrada em

02 jun 2023

e atualizada em

14 set 2023

Condição da prática

Concluída

Situação da Prática

Arquivos

Palavras-chave

nenhuma

Você pode se interessar também

Práticas
Gestão de saúde em Queimadas – PB: uso estratégico da informação no planejamento das ações
Paraíba
Práticas
Implantação e ampliação de Serviço Especializado em município do sertão da Paraíba
Paraíba
Práticas
Gestão de saúde de Cabedelo na implantação da nova lei de licitações: desafios e conquistas
Paraíba
Práticas
Processo de elaboração do Plano Municipal de Saúde 2022-2025- relato de experiência.
Paraíba
Práticas
INFORMATIZAÇÃO DA REGULAÇÃO MUNICIPAL COM A ATENÇÃO PRIMÁRIA COMO COORDENADORA DO CUIDADO
Rio de Janeiro
Práticas
A importância da implantação de sistema de regulação de exames no Município de mendes.
Rio de Janeiro
Práticas
Ideação suicida e tentativas de suicídio: uma análise de casos do SAMU 192 no interior do estado do RJ.
Rio de Janeiro