Olá,

Visitante

e no Apoio, Me Apoiei

INTRODUÇÃO:A estratégia de criar o Apoio Institucional do Conselho Estadual dos Secretários de Saúde da Bahia (COSEMS/BA) surgiu no ano de 2014 e tem como objetivo promover articulações e desenvolvimento entre gestores municipais de saúde e sua entidade. Isto acontece por meio da organização de uma rede de cooperação, que visa ampliar a capacidade técnica e política entre gestores municipais e o COSEMS/BA, fortalecendo o Sistema único de Saúde (SUS).O Apoio Institucional também faz parte do projeto Rede Colaborativa para Fortalecimento da Gestão Municipal do SUS, em parceria entre o Hospital Alemão Oswaldo Cruz (HAOC), Ministério da Saúde, via Programa de Desenvolvimento Institucional do SUS (PROADI-SUS) e Conselho Nacional de Secretarias Municipais de Saúde (CONASEMS). De fundamental importância se apresenta o Apoiador que incorpora o papel de um maestro com sua batuta capaz de ativar espaços coletivos, através de arranjos ou dispositivos que propiciem a interação entre sujeitos. O Apoiador é capaz de reconhecer as relações de poder, afeto e a circulação de saberes, visando a viabilização dos projetos pactuados por atores institucionais e sociais, assume função de mediador na construção dos compromissos, agindo semprena perspectiva do coletivo, despertando a consciência crítica e fortalecendo a democracia. Ainda, o Apoio se preocupa com questões subjetivas relacionadas ao sentimento e auto estima do Gestor, o que é de grande relevância para a harmonia do trabalho e sucesso das ações.

FINALIDADE DA EXPERIÊNCIA:Conhecer o sentimento do Gestor de Saúde da Região Centro Leste acerca do Apoio do COSEMS-Ba e fortalecer a relação Apoio\Gestor.DINÂMICA E ESTRATÉGIAS DOS PROCEDIMENTOS USADOS:Se o conhecimento científico é sempre uma busca de articulação entre uma teoria e uma realidade empírica, o método é o fio condutor para se formular esta articulação. De acordo Gil (1999), os métodos esclarecem acerca dos procedimentos lógicos e deverão ser seguidos no processo de investigação científica dos fatos, da natureza e da sociedade. Neste trabalho, a metodologia utilizada foi a abordagem qualitativa que procurou dar enfoque ao caráter subjetivo do objeto a ser analisado, ou seja, busca compreender o comportamento, estudando suas particularidades e experiências individuais, entre outros aspectos. A pesquisa qualitativa se apresenta como uma boa opção quando as hipóteses não estão definidas e o objetivo é explorar o comportamento do Gestor. Para atingir este objetivo foi utilizado um questionário, contendo 3(três) questões, encaminhado através de instrumentos eletrônicos (e-mail e wattsapp). Estes, foram devidamenete respondidos por todos os envolvidos e devolvidos ao Apoio através dos mesmos instrumentos(wattsapp e e-mail). Alguns Gestores sentiram a necessidade de externar seus sentimentos através de ligações telefônicas.INDICADORES/VARIÁVEIS/COLETA DE DADOS:Na pesquisa qualitativa, as respostas costumam não ser objetivas , ou seja, os resultados obtidos não são contabilizados em números exatos. A Coleta de dados foi realizada através de discussões em grupos e conversas individuais por meio presencial, ligações telefônicas e por instrumento remoto (e-mail e watsapp). As questões foram: “Qual a importância do Apoio para sua Gestão?”

CONCLUSÕES:A problemática a respeito do aumento do aumento de ações judiciais junto às Secretarias de Saúde vem sendo crescentemente aceito “como um direito social básico nas modernas sociedades, o conceito de ‘efetividade’ é por si só, algo vago” (CAPPELLETTI, 2002, p.15). Ainda segundo o Autor o Estado permanece passivo, com relação a problemas tais como a aptidão de uma pessoa para reconhecer seus direitos e defendê-los adequadamente, na prática. Ainda que haja legitimidade nas ações de judicialização em comento, importante salientar que os Gestores de Saúde precisam encontrar um ponto de equilíbrio, onde o Judiciário possa estreitar laços e conspirar para que a materialização do SUS verdadeiramente aconteça.

Principal

Miriam Dosa Santos Caldas de Oliveira

eulu.sn@hotmail.com Apoiocentroleste2.cosemsba@gmail.com

A prática foi aplicada em

Bahia

Nordeste

Instituição

3a Avenida Centro Administrativo da Bahia, 320 - Centro Administrativo da Bahia, Salvador - BA

Uma organização do tipo

Instituição pública

Foi cadastrada por

Ideiasus/Conasems

Conta vinculada

A prática foi cadastrada em

02 jun 2023

e atualizada em

14 set 2023

Condição da prática

Concluída

Situação da Prática

Arquivos

Palavras-chave

nenhuma

Você pode se interessar também

Práticas
Incluir e apreender: parceria entre saúde e educação no acompanhamento multidisciplinar de escolares com necessidades especiais
Paraíba
Práticas
A educação permanente dos profissionais de enfermagem como estratégia no enfrentamento à dengue
Paraíba
Práticas
Oficina de atualizacao dos cadastros para melhoria da cobertura vacinal em Junco do Serido-PB
Paraíba
Práticas
Educação em gênero no SUS e a proteção integral à mulher em situação de violência na atenção primária
Paraíba
Práticas
Era uma vez, apresentando uma história de cuidado e amor – a importância da educação vacinal desde o berço
Paraíba
Práticas
Estratégia de comunicação pública voltada à saúde no ambiente digital em Campina Grande
Paraíba