Olá,

Visitante

Carro da Vacina – uMA Estratégia para Captação de Faltosos às Vacinas Contra a Covid-19

Categoria não especificada

Trata-se da apresentação de uma estratégia municipal de fortalecimento das ações de imunização contra a Covid-19 adotada no município de Marechal Deodoro/AL, através da implantação de ações de vacinação itinerantes e descentralizadas, utilizando-se um “Carro da Vacina”, que percorreu diversas ruas e localidades do município, realizando a busca ativa de faltosos e levando as vacinas para mais perto da população. Essa estratégia resultou em um incremento de 65,3% nas doses aplicadas de vacinas contra a Covid-19, destacando-se o incremento 1.905,2% na aplicação de primeiras doses (D1). Consequentemente houve a ampliação da vacinação na população-alvo

– Barreiras de acesso nas restrições de horário e local das salas de vacinas; – Hesitação vacinal; – Desinformação sobre vacinas.

– Diminuição das barreiras de acesso para a vacinação: Ampliar horário das Salas de Vacinas (horário estendido levando-se em consideração as características socio-culturais e ocupacionais da população). Implementação de Pontos descentralizados de Vacinação (Descentralizar as ações de vacinação levando-se em consideração as condições de acessibilidade da população) Implementação de Equipes Itinerantes de Vacinação (Levar as vacinas atè as residências, com foco nas pessoas com dificuldade de dembulação e dificuldade de acesso às Salas de Vacinação). – Hesitação Vacinal: Sensibilização de profissionais de enfermagem e de médicos – principalmente pediatras – para o estabelecimento de conversas com os usuários do sistema de saúde sobre a temática da vacinação, no ato de consultas e outros tipos de atendimento. Articulação e parcerias com as Organizações Não Governamentais e Igrejas, visando a sensibilização das suas lideranças sobre a importância da vacinação. Sensibilização e empoderamento dos ACS para a abordagem sobre a temática da vacinação nas visitas domiciliares. Maior articulação da Saúde com as demais Políticas de Públicas, visando incluir a temática da vacinação em todos os Programas Sociais de Governo e de Estado. – Desinformação sobre Vacinas: Campanhas de massifcação em todas as mídias sobre a importância da vacinação.

Diante dos resultados, verifica-se que houve um incremento importante na aplicação de doses de vacinas contra a COVID-19, para todos os tipos de doses, no entanto, com maior impacto na administração de primeiras doses (D1). O fato de ter ocorrido maior incremento entre primeiras doses, evidencia o relevante contingente de suscetíveis existentes à época, tanto adultos – devido, possivelmente, à hesitação vacinal ou ao anseio por uma abordagem mais cômoda, como a “vacina na porta de casa” , quanto crianças, uma vez que a imunização da população pediátrica foi iniciada cinco meses antes da adoção da estratégia objeto deste estudo. Outro ponto a ser considerado é que os resultados da estratégia associados à continuidade da vacinação nas UBS, demonstram a relevância e a factibilidade da implementação concomitante de múltiplas e complementares estratégias, principalmente em localidades com diversos núcleos populacionais, como é o caso do município de Marechal Deodoro.

Principal

José Sival Clemente da Silva

Coautores

Herbert Charles Silva Barros

A prática foi aplicada em

Região

Instituição

Endereço

Uma organização do tipo

Instituição Privada

Foi cadastrada por

Conta vinculada

ideiasus@gmail.com

A prática foi cadastrada em

23 dez 2023

e atualizada em

23 dez 2023

Condição da prática

Concluída

Situação da Prática

Arquivos

Palavras-chave

Você pode se interessar também

Práticas
ADESÃO DAS GESTANTES AO PRÉ-NATAL ODONTOLÓGICO: UMA PROPOSTA DE INTERVENÇÃO NA ATENÇÃO PRIMÁRIA À SAÚDE
Paraíba
Práticas
A PRÁTICA DE PRIMEIROS SOCORROS NO CONTEXTO DE UM CURSO TÉCNICO PARA AGENTES COMUNITÁRIOS DE SAÚDE
Paraíba
Práticas
Vacinação nos espaços de formação: experiência no 2º Congresso Nordestino de Pediatria
Paraíba
Práticas
A (in) visibilidade de quem está em situação de rua: caminhos possíveis para cuidado em saúde
Paraíba
Práticas
Título: Autismo – uma causa municipal.
Paraíba
Práticas
Do ambulatório LGBTQIAPNB+ ao Café com Diversidade: garantindo acesso e fortalecimento de vínculos
Paraíba
Práticas
Atuação intersetorial nos casos suspeitos de TEA na primeira infância, um relato de experiência.
Paraíba
Práticas
Programa Bolsa Família: processo formativo para profissionais da atenção primária
Paraíba
Práticas
As PICS como ferramenta potencializadora no cuidado a saúde do trabalhador
Paraíba