Olá,

Visitante

Barraca da Saúde 2015 – Concertos para Curar

Objetivo GeralPromover a participação da sociedade nas ações de Promoção, Prevenção e Controle e no ano de 2015, com foco no combate à Dengue, endemia de grande evidência no município. Objetivo EspecíficoDefinir e propor estratégias de controle da Dengue, uma vez que temos vivido uma grande infestação do Aedes Aegypti no município, e mais do que nunca precisamos da comunicação e informação para avançarmos na mobilização. TEMAS ABORDADOS•

O projeto Barraca da Saúde é uma ação inovadora que visa aproximar os cidadãos do serviço de saúde. O objetivo é promover a participação da sociedade nas ações de promoção, prevenção e controle com foco no combate à Dengue. Os objetivos específicos propostos, definir e propor estratégias de controle da Dengue, uma vez que temos vivido uma grande infestação do Aedes Aegypti no município, e mais do que nunca precisamos da comunicação e informação para avançarmos na mobilização. O método utilizado foi à estratégia de organização do trabalho em equipe visualizando o território e o cuidado do indivíduo. Desde 1995 estamos neste processo com ótimos resultados. No início houve um pouco de resistência por parte de alguns profissionais, porém com o tempo foi possível perceber a colaboração de todos. A realização frequente promoveu o fortalecimento da equipe, mudando paradigmas e levando informação, cuidado e democracia social. A Barraca da Saúde de Turvânia – GO, localizada no município a 90 km de Goiânia – GO, com 4.839 habitantes, completou 20 anos de existência, garantindo à população o acesso à informação, prevenção, comunicação, otimizando os processos de trabalho das unidades e equipes de Saúde da Família, em uma ação inovadora, que aproxima os cidadãos dos serviços de saúde, promovendo o aprimoramento do acesso e a qualidade dos serviços ofertados à população. Funciona como um Stand, dentro da grandiosa Festa de São Sebastião/São Gregório e Nossa Senhora da Abadia estando próxima das pessoas e da comunidade. A Barraca da Saúde é uma realidade bem sucedida e hoje, conta com mais de 80 profissionais envolvidos. Está presente ano após ano, no mês de junho, período que se comemora os Padroeiros do município. Os profissionais trabalham com a temática da prevenção, promoção, comunicação em saúde à participação social e a inclusão da sociedade. O cotidiano dos profissionais é levado ao público através de uma organização, e por um conjunto de ações que são bem caracterizadas e que refletem o “Cuidado”, de cada um, com a comunidade local. Vídeo em anexo Saúde da Família um Retrato. “De onde ainda nem chegamos, acende o zelo de ser único na vontade de todos Como cada um ser junto na astúcia de entender caminho e rumo”.As experiências e ações apresentadas são indispensáveis para que doenças como a Dengue possam ser controladas. A participação da sociedade, na educação mobilização das ações de combate a estas endemias a estas endemias garantem a consolidação do trabalho realizado, bem como a sustentabilidade do mesmo. O artigo busca mostrar a realidade da saúde participativa com a estratégia de integrar a Atenção Básica e população no combate as doenças, com foco no combate à Dengue.A Barraca da Saúde possui caráter inovador pelo fato de desenvolver ações intersetoriais em que a sociedade participa, promovendo a mobilização social.No ano de 1995, iniciou-se o processo de municipalização no município, o que nos levou a necessidade de implantar ações que permitissem aos cidadãos o acesso aos serviços de saúde e controle das doenças, foi a partir daí que plantamos a semente da “Barraca – Tenda da Saúde, na comunidade, envolvendo as Secretarias Municipal de Saúde, Educação e Assistência Social, Administração, Assessoria de Comunicação, Conselho Municipal de Saúde e Conselho Tutelar, e Administração Regional de Saúde Oeste II. A Barraca da Saúde é realizada uma vez ao ano no mês de junho, durante os festejos de São Sebastião, São Gregório e Nossa Senhora da Abadia, padroeiros da cidade. Durante sua realização as ações são avaliadas e monitoradas, a partir daí, mobilizamos para novas medidas de intervenção e aprimoramento.A criação deste Projeto foi muito simples e dependeu exclusivamente da vontade dos trabalhadores da saúde em querer fazer, uma vez que não envolve, grandes financiamentos, numa saúde pública tão subfinanciada. Tudo começa pela sensibilização, todos os trabalhadores da saúde, também fazem parte da população do município e correm o risco de contrair doenças, nesse contexto com foco no combate a Dengue. Quando entenderam que o trabalho de informação e Promoção de Saúde pode fazer a diferença e mudar uma situação foram solidárias a causa. Esta Barraca foi criada através de uma portaria, ou seja, mesmo que mudem as pessoas, a ação sempre acontecerá. A experiência nos levou à reflexão de que necessitamos ampliar a atuação da Barraca, para os eventos das instituições evangélicas. Para o ano de 2016 temos planos de ampliar esta experiência exitosa para outros eventos do município, uma vez que saúde se faz, com educação permanente e continuada. Esta ação traduz todo o aprendizado de EPS, estando em constante movimento e movimento as ações e serviços de saúde. A partir da implantação da “Barraca da Saúde”, a participação da comunidade, se fortalecer, uma vez que demos ampla divulgação aos Conselhos e Ouvidorias e às ações e serviços de saúde garantidos à população pelo Sistema Único de Saúde. Em 2015, observamos com alegria, uma preocupação e um cuidado com o acondicionamento e conservação dos alimentos, uma coleta seletiva, garantindo a retirada do lixo de risco, uma busca maior por informações e uma vontade de fortalecer o combate às doenças crônicas no município. Hoje há uma grande expectativa da comunidade, com relação as ações que apresentaremos a cada ano

Desde 1995 estamos neste processo com ótimos resultados. No início houve um pouco de resistência por parte de alguns profissionais, porém com o tempo foi possível perceber a colaboração de todos. Para o futuro, esperamos que a Barraca da Saúde, seja uma ferramenta de mobilização, e se torne uma estratégia permanente de vigilância em saúde e que os serviços sejam cada vez mais otimizados, levando informação, educação e saúde para a população de forma integral.O combate às doenças, com foco na Dengue não se restringe apenas ao Setor Saúde, porém é este setor que lidera tecnicamente as ações que devem ser assumidas por toda administração municipal. Através desta experiência podemos observar claramente, que ações de promoção, prevenção e controle de doenças não podem avançar sem a participação da comunidade. A população precisa ser responsável e proativa pela sua saúde, e as ações de saúde precisam estar onde a população está só desta forma seremos capazes de avançar na Promoção de Saúde. O evento “Barraca da Saúde” possibilitou analisar a eficácia da comunicação e divulgação dos serviços de saúde do SUS e sua relação com a qualidade da assistência prestada na Atenção Básica.

Principal

Viviane Silva Santos

A prática foi aplicada em

Turvânia

Goiás

Centro-Oeste

Instituição

RUA 04, ESQUINA COM RUA DO COMÉRCIO NO.09, SETOR POÇÕES

Uma organização do tipo

Instituição pública

Foi cadastrada por

Viviane Silva Santos

Conta vinculada

02 jun 2023

e atualizada em

14 set 2023

Seu Período de Execução foi de

até

Condição da prática

Concluída

Situação da Prática

Arquivos

Palavras-chave

nenhuma

Você pode se interessar também

Práticas
‘‘Felicidade de Viver’’. Promoção da Atividade Física na Terceira Idade para Melhorar a Qualidade de Vida Física e Mental.
Paraíba
Práticas
Ação Municipal – Juntos Somos Mais Fortes
Tocantins
Práticas
Atenção Domiciliar: a Integralidade do Cuidado Promovendo Saúde e Prevenindo Agravos
Rio de Janeiro
Práticas
Relato de Experiência da Atenção Especializada em Saúde da População Trans no Município de Niterói.
Rio de Janeiro
Práticas
Modelos Assistenciais em Saúde: Desafios e Perspectivas
Rio Grande do Sul
Práticas
A Ótica do Cuidado: Relato de Experiência Sobre o Projeto olhar Brasil Realizado no Município de Vassouras – Rj
Rio de Janeiro
Práticas
Promoção da Saúde a Partir do Resgate da Ancestralidade de Comunidades em Contexto Rural e Quilombola no Município de Natividade
Rio de Janeiro
Práticas
Rede de Atenção com Foco no Cuidado das Pessoas com Doença Falciforme no Município de São Pedro da Aldeia – Rj: Contribuição da Coordenação de Saúde Bucal.
Rio de Janeiro
Práticas
Protocolo para o Cuidado odontológico dos Pacientes com Doença Falciforme no Município de São Pedro da Aldeia – Rj
Rio de Janeiro
Práticas
Nasf Pindoba e o Grupo Plantando com Saúde