Olá,

Visitante

Aprimoramento da rede de saúde bucal: um panorama assistencial do município de Queimadas, Paraíba

Com uma população de 47.658 habitantes, a gestão em saúde do município de Queimadas/PB vivencia uma realidade de demandas em cuidados orais que levam a necessidade constante de aperfeiçoamento das práticas, baseadas na análise assertiva e no planejamento, buscando elencar o acesso, o acolhimento, a classificação de necessidades e a resolutividade, como temas centrais no desenvolvimento da rede.
Logo, diante de um panorama social que conta com uma abrangência territorial considerável e da expressiva zona rural existente, a complexidade da assistência bucal a pessoas domiciliadas e acamadas, dificuldades da garantia do acesso para trabalhadores e a crescente nas demandas orais especializadas. Tornou o ano de 2023 para a assistência odontológica no município, como oportuno para divulgação e expansão descentralizada dos serviços ofertados, os quais foram estruturados de forma a garantir um cuidado oral integral, nas mais diferentes localidades, desde a atenção primária quanto ao cuidado especializado.

A rede de saúde bucal teve seu aprimoramento estruturado com a ampliação da assistência odontológica para as 18 unidades básicas de saúde (UBS) como sede e 15 âncoras com equipes de saúde bucal (ESB), descentralizadas nas zonas rurais e áreas mais periféricas com atendimento garantido para mitigar as dificuldades geográficas, tendo ainda como suporte a implementação da unidade odontológica móvel na rotina assistencial percorrendo toda a extensão do município e os atendimentos nos turnos manhã e tarde na policlínica municipal de segunda a sexta. O cuidado oral domiciliar com a realização de consultas e procedimentos clínicos foi viabilizado a partir da aquisição de dois consultórios odontológicos portáteis, para a população assistida pelas unidades básicas e pelo serviço de atenção domiciliar (SAD) por meio do programa melhor em casa (MEC), o qual, conta com a participação do profissional cirurgião-dentista na equipe multidisciplinar. A saúde do trabalhador foi contemplada com a criação de escalas de atendimento direcionadas aos turnos da noite de segunda a sexta-feira, contando ainda, com plantão odontológico de 7 às 16h e os atendimentos especializados no Centro de Especialidades Odontológicas (CEO) nos sábados, além dos atendimentos especializados semanais, frente a limitações de horários disponíveis para busca dos serviços vivenciado por este público.

Decorrente do processo de trabalho e do aprimoramento da rede assistencial em saúde bucal, no ano de 2023 foram realizados um total de 14.120 atendimentos odontológicos pelas ESB nas unidades básicas, com a realização de 39.999 procedimentos odontológicos, garantindo acesso e resolutividade a população. A unidade móvel permitiu a realização de 964 procedimentos clínicos e cirúrgicos e 112 de promoção e educação em saúde no mesmo intervalo. Os atendimentos clínicos e cirúrgicos na policlínica foram 2.949 e 638 de promoção e prevenção. A atenção odontológica domiciliar foi responsável por 704 atendimentos no mesmo ano, destes, 360 realizados pelas ESB e 344 pelo SAD/MEC. A saúde do trabalhador desenvolveu 2.478 procedimentos clínicos e cirúrgicos e 414 de promoção e prevenção em saúde. Em relação aos procedimentos especializados no CEO, foram realizados 2.003 procedimentos de endodontia, 1.904 de prótese dentária, 1.514 de cirurgia buco maxilo facial, 1.114 de periodontia e 1.035 no atendimento de pacientes com necessidades especiais.
O monitoramento em saúde disponibiliza informações através da visualização consolidada do que foi produzido demonstrando o compromisso com os usuários do Sistema Único de Saúde (SUS) ante a elaboração de uma política pública com fundamento técnico e responsabilidade na gestão. Os resultados da rede evidenciam a capacidade da gestão em saúde de priorizar as necessidades terapêuticas bucais da população, com foco em sanar as demandas de forma ampla, integral e resolutiva.

Realizar um adequado diagnóstico territorial como forma de garantir um planejamento acertivo na implementação da proposta de ampliação da rede baseada na necessidade da população.

Principal

Isaac Wilson Pereira de Almeida

isaacalmeidaa@gmail.com

Coordenador CEO

Coautores

Isaac Wilson Pereira de Almeida Érika Lima de Oliveira Maciel Sheila Aparecida Lourenço Francisca Eugênia Casimiro Bernadino de Lima

A prática foi aplicada em

Queimadas

Paraíba

Nordeste

Esta prática está vinculada a

Rua Sebastião Lucena, 300, Queimadas/PB

Uma organização do tipo

Instituição Pública

Foi cadastrada por

Isaac Wilson Pereira de Almeida

Conta vinculada

A prática foi cadastrada em

15 abr 2024

e atualizada em

15 abr 2024

Início da Execução

01/04/2022

Condição da prática

Andamento

Situação da Prática

Arquivos

Palavras-chave

Você pode se interessar também

Práticas
Teste: verificando o recurso de emissão de certificados
Todos os Estados (Sudeste)
Práticas
Gestão de saúde em Queimadas – PB: uso estratégico da informação no planejamento das ações
Paraíba
Práticas
Implantação e ampliação de Serviço Especializado em município do sertão da Paraíba
Paraíba
Práticas
Gestão de saúde de Cabedelo na implantação da nova lei de licitações: desafios e conquistas
Paraíba
Práticas
Processo de elaboração do Plano Municipal de Saúde 2022-2025- relato de experiência.
Paraíba
Práticas
INFORMATIZAÇÃO DA REGULAÇÃO MUNICIPAL COM A ATENÇÃO PRIMÁRIA COMO COORDENADORA DO CUIDADO
Rio de Janeiro
Práticas
A importância da implantação de sistema de regulação de exames no Município de mendes.
Rio de Janeiro
Práticas
Ideação suicida e tentativas de suicídio: uma análise de casos do SAMU 192 no interior do estado do RJ.
Rio de Janeiro