Olá,

Visitante

Alimento Seguro na Agricultura Familiar

o Município de Ipiaú possui associações formadas por pequenos agricultores, estes que tem como sua única fonte de renda a agricultura familiar, onde os produtos provenientes destas são comercializados aos estabelecimentos privados e a instituição pública através do Programa Nacional de Alimentação Escolar (PNAE). E Relacionado a questão alimentar tem-se a importância de aplicar ferramentas de Boas Práticas de Fabricação/Manipulação de Alimentos (BPF) que abrangem um conjunto de normas sanitárias, diminuindo os riscos de Doenças Transmitidas por Alimentos, onde o controle de qualidade se faz necessário e este requer o monitoramento de todo o processo produtivo. Conforme o conjunto de procedimentos higiênico-sanitários instituídos pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA). A oferta de capacitação é importante para que os empreendimentos atuem com segurança sanitária, pois é a falta de informação que muitas vezes expõe o empreendedor e seus clientes a riscos sanitários.

o objetivo deste, foi promover ações sobre segurança sanitária para pequenos empreendedores, contribuindo para criação de novas oportunidades de desenvolvimento, orientando-os conforme a legislação vigente onde o enfoque está na prevenção e elimina Foi desenvolvido neste trabalho, capacitações técnicas para agricultores familiares das pequenas associações de produtores rurais do município de Ipiaú-BAa fim de garantir segurança e qualidade aos produtos elaborados. Foram realizados cursos de Boas Práticas de Fabricação, Manipulação e Comercialização de alimentos no processamento das agroindústrias, com base na (RDC/ANVISA) nº 216/04. e (RDC/ANVISA) nº. 275/02, e todos os presentes receberam certificados. Posteriormente foram realizadas as inspeções sanitárias das mesmas, e aplicou-se as orientações técnicas referidas durante o treinamento, desde boas práticas do manipulador, produção/industrialização, fracionamento, armazenamento, rotulagem e transportes de alimentos.

Após o curso de boas práticas, foi notório o interesse das associações em se adequarem as legislações sanitárias vigentes, e entraram no mercado formal, com produtos e serviços de qualidade que ofereçam segurança à saúde da população, estes que hoje encontram se aptos e licenciados a exercerem suas atividades comerciais.”Os produtores que compõem as associações compreenderam a importância do treinamento técnico para garantir a qualidade e conformidade dos seus produtos alimentícios. E que o papel da Vigilância Sanitária neste trabalho foi de orientadora, e, acima de tudo, apoiadora dos empreendimentos, buscando minimizar os riscos sanitários aos quais a população está exposta. Informando, orientando, vigiando, estabelecendo normas e buscando contribuir para a melhoria da qualidade dos produtos.

Principal

Vanessa Sampaio Fonseca

vanessafonseca.medvet@hotmail.com

Coautores

Elen Maynart Cunha, Meirinha Alves Domingos,

A prática foi aplicada em

Ipiaú

Bahia

Nordeste

Instituição

Rua São Roque N° 63, Centro , Ipiaú

Uma organização do tipo

Instituição Privada

Foi cadastrada por

Meirinha Alves Domingos

Conta vinculada

mei2dom@gmail.com

23 set 2023

e atualizada em

23 set 2023

Seu Período de Execução foi de

até

Condição da prática

Concluída

Situação da Prática

Arquivos

Palavras-chave

nenhuma

Você pode se interessar também

Práticas
Educação Permanente em Saúde Diária como Estratégia de Sustentação na Integração Entre Equipes Técnicas Distintas – Atenção Básica e Vigilâncias
São Paulo
Práticas
Avaliação Interdisciplinar e Diagnóstico Diferencial – Mobilização na Busca de uma Linha de Cuidado Assertiva no Cer de São Bernardo do Campo
São Paulo
Práticas
Intervenção do Farmacêutico do Nasf no Uso Irracional de Antiinflamatórios Não Esteroidais (Aines), uma Experiência da Ubs União
São Paulo
Práticas
Tecendo Redes: uma Experiência de Articulação do Trabalho em Rede Intersetorial em um Território de Saúde no Município de Assis/Sp
São Paulo
Práticas
Empoderamento Social em Defesa do SUS no Município de des calvado – Sp
São Paulo
Práticas
A Experiência de Implantação da Política de Saúde Integral para Lésbicas, Gays, Bissexuais, Travestis e Transexuais (Lgbt) na Região Central do Município de São Paulo
São Paulo
Práticas
des envolvimento da Gestão de Custos no SUS em São José do Rio Preto
São Paulo
Práticas
Processo de Implantação da Estratégia Amamenta e Alimenta Brasil como Forma de Transformação e Reorganização do Trabalho em Ubs
São Paulo
Práticas
Primeira Mostra de Experiência da Linha de Cuidado Sobrepeso e Obesidade, Os Resultados Alcançados Pelo Município de Parapuã Sp
São Paulo
Práticas
Compulsão Decisória na Judicialização da Saúde, des estruturando e des afiando o Financiamento Finito do Sistema Único de Saúde
São Paulo