Olá,

Visitante

Agita Aí

Finalidade da experiência1-

A maioria das pessoas só se lembra da importância da saúde quando está debilitada. Por negligenciarem determinados cuidados com o corpo muitas sofrem com as consequências, como por exemplo, obesidade, e doenças cardiovasculares. A melhor forma de tratar certas complicações é criando condições desfavoráveis para o surgimento das mesmas, ou seja, se prevenindo. Com o decorrer dos anos, está havendo uma maior conscientização popular em relação a adoção de hábitos saudáveis e principalmente relacionado à atividade física. O sedentarismo é um dos principais responsáveis pelo sobrepeso, o qual constitui um fator de riscopara as Doenças Crônicas não Transmissíveis (DCNT), aumentando o númerode morbimortalidade municipal por estes agravos e suas consequências. Nesse contexto, a intervenção da atividade física sistematizada pode colaborar para prevenir diversas DCNT, além de ajudar a minimizar as complicações decorrentes desse mal, sendo a atividade física, apontada como uma importante medida não medicamentosa para o tratamento de doenças cardiovasculares e crônicas, devido a sua propriedade protetora. Estes benefícios podem estar no ponto de vista:&gt

De acordo com os resultados encontrados observamos ser de importância relevante a realização do projeto Agita Aí, visto que os resultados obtidos foram consideravelmente importantes para a comunidade de São Salvador dos Tocantins, pois houve uma considerável redução das internações e consequentemente dos óbitos. Com este estudo, está sendo possível verificar que a atividade física é realmente importante para o ser humano independente da idade, do sexo e situação nutricional, pois os eutróficos também devem realizaratividade física. Desde que foi iniciado a execução do projeto Agita Aí observamos que houve uma redução da morbimortalidade por DCNT no município de São Salvador dos Tocantins, ratificando todas as hipóteses anteriormente levantadas a respeito dos benefícios da atividade física no controle das mesmas e no combate ao sedentarismo. A respeito das mortes prematuras por DCNT, em um primeiro monitoramento observou-se uma redução de 66,6% dos óbitos, enquanto que quando monitoramos a morbidade houve uma reduçãi de 50% das internações por esta causa. Diante do que foi exposto concluiu-se que seja importante dar continuidade à execução deste projeto por ser útil e beneficiar a população geral de São Salvador dos Tocantins, visto que, motiva os profissionais de saúde que estão diretamente ligados ao projeto e ajudam as pessoas a ter uma vida mais saudável.

Principal

Rhonner Marcílio Lopes Uchôa

saosalvador@saude.to.gov.br

A prática foi aplicada em

São Salvador do Tocantins

Tocantins

Norte

Instituição

Rua Afonso Pena, nº 412.

Uma organização do tipo

Instituição pública

Foi cadastrada por

Rhonner Marcílio Lopes Uchôa

Conta vinculada

A prática foi cadastrada em

02 jun 2023

e atualizada em

14 set 2023

Condição da prática

Concluída

Situação da Prática

Arquivos

Palavras-chave

nenhuma

Você pode se interessar também

Práticas
As PICS como ferramenta potencializadora no cuidado a saúde do trabalhador
Paraíba
Práticas
Práticas integrativas em um grupo tereapêutico “equilíbrio das emoções”
Paraíba
Práticas
Auriculoterapia uma práticas integrativas: como alternativa complementar no tratamento da ansiedade
Paraíba
Práticas
IMPLANTAÇÃO DE PRÁTICA INTEGRATIVA E COMPLEMENTAR NA REDE DE ATENÇÃO A SAÚDE DE QUEIMADAS-PB
Paraíba
Práticas
A terapia comunitária integrativa como inclusão e bem-estar na terceira idade.
Rio de Janeiro
Práticas
Implantação do Centro de Referência em MTC e Práticas Integrativas no Município de Duque de Caxias
Rio de Janeiro
Práticas
Planejamento orientativo do CTA/SAE Juara – MT, sobre protocolo de PEP às farmácias do Vale do Arinos.
Mato Grosso
Práticas
A Ozonioterapia no tratamento de dores crônicas
Rio de Janeiro