Olá,

Visitante

ADESÃO DAS GESTANTES AO PRÉ-NATAL ODONTOLÓGICO: UMA PROPOSTA DE INTERVENÇÃO NA ATENÇÃO PRIMÁRIA À SAÚDE

APRESENTAÇÃO
A adesão ao pré-natal odontológico nas Unidades de Saúde da Família (USFs) tem sido impactada em sua crescente devido a fatores relacionados à resolutividade dos serviços para assistência em saúde bucal da rede pública de saúde. Ainda assim, outro agravante é que a literatura científica aponta que são diversas as manifestações clínicas que podem repercutir de forma negativa tanto para a saúde mãe quanto do bebê. Dentre as alterações orais durante a gestação, temos a gengivite gravídica, alteração mais comum durante a gravidez, que se não tratada pode evoluir para uma periodontite, condição que pode levar ao nascimento de bebês prematuro e de baixo peso. Outra alteração frequente é a cárie e a erosão dentária que ocorre devido à diminuição da escovação provocada pelos enjoos matinais, bem como a maior ingestão de açucar neste período. Este projeto objetiva fortalecer a adesão de gestantes ao pré-natal odontológico na Atenção Primária a Saúde (APS) do município de Caaporã, tendo iniciado em Março de 2023, tendo como foco salientar a importância da realização do pré-natal odontológico e suas contribuições à saúde materno-infantil.

OBJETIVOS

Objetivo Geral

Fortalecer a adesão de gestantes ao pré-natal odontológico na Atenção Primária à Saúde em municípios da I Macrorregião da Paraíba.
Objetivos Específicos

Realizar ações de educação em saúde com intuito de mostrar a importância do pré-natal odontológico para a população;
Desmistificar a realização de procedimentos odontológicos na gestação;
Realizar ações de Educação Permanente em Saúde para os profissionais que atuam na APS;
Conscientizar os gestores sobre as consequências da escassez de insumos na assistência odontológica à população

Baixa adesão das gestantes ao pré-natal odontológico

Após a implementação do projeto em Março de 2023, observamos o aumento da adesão ao pré-natal odontológico na USFs do município no terceiro quadrimestre de 2022, antes da implantação do projeto a cobertura de gestante com pré-natal odontológico era de 58% , após a implantação no 2º quadrimestre de 2023 a cobertura foi de 89%,melhorando assim a qualidade de vida tanto da mãe como do bebê, prevenindo as complicações gestacionais que são um fator de risco agravante para a alta incidência de mortalidade materna.

é importante a sensibilização tanto dos gestores de saúde como também de todos os membros da equipe de saúde, e além da realização das salas de espera, fortalecer a importância do pré-natal através das mídias sociais.

Principal

LÍDIA LOPES DE LIMA

lidialopeslima@gmail.com

COORDENAÇÃO DE SAÚDE BUCAL

Coautores

LÍDIA LOPES DE LIMA, ANDREA GAMBARRA DA NÓBREGA, CLÁUDIA HELENA DE SOUZA LIMA, JANAÍNA TARGINO DE ALMEIDA MARTINS, LUIZ PAULO VICENTE FREIRE, NATHALYA PONTES TEJO.

A prática foi aplicada em

Caaporã

Paraíba

Nordeste

Esta prática está vinculada a

RUA CLEMENTE FERREIRA

Uma organização do tipo

Instituição Pública

Foi cadastrada por

LÍDIA LOPES DE LIMA

Conta vinculada

A prática foi cadastrada em

16 abr 2024

e atualizada em

16 abr 2024

Início da Execução

14/03/2023

Fim da Execução

30/12/2023

Condição da prática

Concluída

Situação da Prática

Arquivos

Palavras-chave

Você pode se interessar também

Práticas
Experiência do Preventivo Humanizado no SUS
Maranhão
Práticas
Implantação do serviço de curativos na atenção básica do município de Arara: experiência exitosa
Paraíba
Práticas
Assistência odontológica aos trabalhadores da saúde municipal de Esperança: relato de experiência
Paraíba
Práticas
Caminhos do Cuidado, levando serviços de saúde para as comunidades rurais no município de Condado (PB)
Paraíba
Práticas
Gestar saudável – de 0 a 1000 dias
Paraíba
Práticas
Mapa territorial em saúde mental: instrumento exitoso do cuidado na atenção primária à saúde
Paraíba
Práticas
Implementação da estratégia Tenda da Imunização para aumento de coberturas vacinais
Todos os Estados (Nordeste), Paraíba