Olá,

Visitante

A reabilitação integrada na assistência aos privados de liberdade

O município de Monte Carmelo segundo IBGE consta de 47.937 habitantes, localizado na cidade uma Instituição Prisional a qual tem cerca de 170 reclusos atualmente, nos regimes fechado e semiaberto. A capacidade máxima de reclusos na unidade é de 64 presos, o que sugira superlotação. No município foi realizada a parceria entre a rede municipal de saúde e a unidade prisional para o atendimento semanal de fisioterapia, com expectativa de melhoria da autonomia dos presos. Assim com a atuação do trabalho do NASF em fisioterapia e a introdução de educação em saúde, pode se observar a evolução de condições crônicas vivenciadas pelos usuários e a melhorias do autocuidado. Promover a melhoria das condições de saúde da população masculina do Brasil, contribuindo, de modo efetivo, para a redução da morbidade e mortalidade dessa população, através do enfrentamento racional dos fatores de risco e mediante a facilitação ao acesso, às ações e aos serviços de assistência integral à saúde. A carência humana é encontrada a cada lugar que formos, mas se manter um trabalho de assistência integrado ao cuidado pode se reduzir por meio esta característica e minimizar as disfunções psicológicas da sociedade. Nesta visão o trabalho na unidade prisional conta com uma assistência semanal de fisioterapia, além das educações em saúde programadas. A educação em saúde consiste em palestra dentro do pavilhão do presidio onde conta-se com o isolamento do profissional, portanto eles conseguem vê-lo e ouvi-lo, sem contato físico, com auxilio do Psicólogo da unidade prisional escolhem-se temas inerentes à realidade de vida dos detentos, em março foi falado sobre o Alcoolismo e em abril o assunto abordado foi dermatose, onde se esclarece as dúvidas e expõe os cuidados. As fisioterapias individuais realizadas acompanhadas de agentes penitenciários priorizando também a segurança de um todo, são feitas semanalmente e em média de 6 presos atendidos no dia (toda terça-feira) com diversas sequelas patológicas. Realiza-se ginástica laboral semanal com 50 homens em regime prisional. Algumas dificuldades que podemos citar são as instalações precárias da unidade as quais deixa a assistência prejudicada pelo pouco espaço, e os horários de atendimento, visto não ser possível trabalhar um dia com todos os usuários. Mas com grandes possibilidades de melhorias nos mobilizamos a crescer a assistência prestada, e melhorar a reinserção dos mesmos na sociedade.

Expectativa de melhoria da autonomia dos presos com a atuação do trabalho do NASF em fisioterapia e a introdução de educação em saúde.Instituição Prisional de Monte Carmelo com instalações precárias da unidade as quais deixa a assistência prejudicada pelo pouco espaço, e os horários de atendimento, visto não ser possível trabalhar um dia com todos os usuários.

Este trabalho realizado também contribui no conhecimento dos presos sobre o serviço de saúde e a uma posterior procura quando estiver em liberdade, auxiliando assim para o fortalecimento da rede de atenção a saúde do Município e a ressocialização e integração destes na sociedade.

Principal

Ismelinda Maria Diniz Mendes, Dielle Cavalcante Mota França, Thaís dos Anjos Santos Oliveira

saude@montecarmelo.mg.gov.br

A prática foi aplicada em

Monte Carmelo

Minas Gerais

Sudeste

Esta prática está vinculada a

Rua Duque de Caxias, 295 - Tamboril

Uma organização do tipo

Instituição Pública

Foi cadastrada por

Ismelinda Maria Diniz Mendes, Dielle Cavalcante Mota França, Thaís dos Anjos Santos Oliveira

Conta vinculada

A prática foi cadastrada em

02 jun 2023

e atualizada em

01 abr 2024

Condição da prática

Concluída

Situação da Prática

Arquivos

Palavras-chave

Você pode se interessar também

Práticas
Ações intersetoriais: integrando estratégias no combate às arboviroses na cidade de Belém do Brejo da Cruz (PB)
Paraíba
Práticas
Re(h)abilitando a interdisciplinaridade e o cuidado na atenção primária à saúde
Paraíba
Práticas
A (in) visibilidade de quem está em situação de rua: caminhos possíveis para cuidado em saúde
Paraíba
Práticas
Do ambulatório LGBTQIAPNB+ ao Café com Diversidade: garantindo acesso e fortalecimento de vínculos
Paraíba
Práticas
Fato ou fake: utilizando a força da internet no combate a fake news sobre vacinação em Esperança – PB.
Paraíba
Práticas
Projeto saúde na feira: ampliando o acesso de serviços de saúde no município de Ingá.
Todos os Estados (Norte)
Práticas
Promoção da saúde mental dos trabalhadores da estratégia de saúde da família: cuidando do cuidador.
Paraíba