Olá,

Visitante

A Intersetorialidade: a Experiência com o Trabalho Profissional dos Assistentes Sociais nas Politicas Sociais.

Através dos interesses compartilhados e de situações vivenciadas por determinada parcela da população torna-se possível à compreensão do ser humano inserido no âmbito social, além das possibilidades de intervenções. Neste sentido, a necessidade de otimização da rede de Assistentes Sociais no atendimento social possibilitando um atendimento com maior qualificação de forma a aprimorar a utilização dos recursos disponíveis, tendo como resultado o atendimento humanizado e maior adesão dos usuários aos serviços.Deste modo, a partir da estrutura referente ao atendimento em rede, o atendimento em rede se constitui pela articulação em torno de interesses comuns, com expectativas e valores culturais compartilhados, os quais realizam ações complementares em um processo unitário e coerente de decisões, estratégias e esforços. Dessa forma vislumbra-se o exercício da cidadania nas suas diferentes vertentes e as relações, assim como os atendimentos sociais passam a ter novos significados.Portanto, pode-se melhor compreender a importância da interação significativa entre as organizações, grupos e indivíduos vinculados às ações além dos movimentos reivindicatórios, visando à mobilização de recursos, o intercâmbio de dados, a efetivação das categorias profissionais, que facilita a viabilização do fluxo de informações, juntamente às intervenções sociais passíveis de maior sucesso.

•

Diante da experiência vivenciada no município de Queimadas-PB, a Rede Municipal de Assistentes Sociais (REMAS), recomendamos a outros municípios replicar nosso projeto de acordo com a realidade vivenciada por seus profissionais. com propósito do desenvolvimento coletivo de estratégias para um efetivo trabalho interdisciplinar, com realização de momentos de capacitação técnica, aumentando a difusão e disseminação de conhecimento através da troca de vivências com o intuito de promover um atendimento qualificado e humanizado.

Principal

Maria José Cesario de Lima Gomes

rejailmagomes@gmail.com

A prática foi aplicada em

Queimadas

Paraíba

Nordeste

Instituição

Severino Bezerra Cabral

Uma organização do tipo

Instituição pública

Foi cadastrada por

Maria José Cesario de Lima Gomes

Conta vinculada

A prática foi cadastrada em

10 maio 2015

e atualizada em

14 set 2023

Condição da prática

Concluída

Situação da Prática

Arquivos

Palavras-chave

nenhuma

Você pode se interessar também

Práticas
A Trajetória da Comissão de Educação Permanente em Saúde do Centro de Reabilitação Integral Dom Aquino Corrêa
Mato Grosso
Práticas
Giro no SUS
Pará
Práticas
Utilizando As Políticas de Saúde na Qualificação dos Profissionais da Atenção Básica em Sitio Novo do Tocantins – uma Experiencia Que Deu Certo.
Tocantins
Práticas
Acolhida Formativa de Agentes Comunitários de Saúde, Agentes de Endemias e Agentes de Postos de Saúde: Caminhos Que Curam.
Pará
Práticas
Assistência Humanizada ao Recém-Nascido Internado na Unidade Neonatal: uma Proposta de Tecnologia Educativa para orientações Às Mães
Pará
Práticas
Organização da Gestão dos Programas de Residência em Saúde, na Secretaria Municipal de Saúde de São Lourenço do Sul
Rio Grande do Sul
Práticas
E-Mais: Educação Permanente – Monitoramento e Avaliação de Iniciativas em Saúde
Rio Grande do Sul
Práticas
Biblioteca Atua Saúde
Rio de Janeiro
Práticas
Educação Permanente e Continuada
Rio de Janeiro
Práticas
Padronização dos Processos de Trabalho das Equipes de Saúde Bucal das Esf’S no Município de Sete Lagoas/Mg
Minas Gerais