Olá,

Visitante

A Inserção do Enfermeiro na Avaliação, Prescrição e Tratamento de Feridas, na Atenção Básica no Município de Itumbiara, Goiás

Os registros de usuários acometidos por alterações na pele e que comprometem a sua integridade são escassos, esse fato representa um sério problema de saúde pública (FREITAS, 2018). Tal concepção contribui para a oneração dos gastos públicos, além de impactar na qualidade de vida da população. Os portadores de lesões tem procurado atendimento pelo SUS na Atenção Básica. Para que isso seja possível, o usuário necessita ter acompanhamento por equipe multidisciplinar.Segundo a Resolução do COFEN 567/2018, o Enfermeiro deve “avaliar, prescrever e executar curativos em todos os tipos de feridas em pacientes sob seus cuidado.” Diante do exposto o enfermeiro preenche uma lacuna importante na avaliação e tratamento de feridas. Este trabalho justifica-se pelo alto índice de feridas e a inclusão do enfermeiro na prescrição e avaliação de feridas no município de Itumbiara, Goiás.

Reduzir o índice de feridas crônicas, com a inserção do enfermeiro na prescrição e tratamento de feridas no município de Itumbiara. Público-alvo e Local de realização: Pacientes portadores de feridas da Atenção Básica do Município de Itumbiara, Goiás.Período: março de 2018 à março de 2019. Ações realizadas: Orientação quanto a importância da medicação e os horários corretos Instruir o usuário e a família sobre o alto cuidado e a importância da boa higiene da pele e da nutrição ideal Realização dos curativos diariamente com acompanhamento especializado Implantação da sistematização de enfermagem.

Após o diagnóstico situacional foi verificado que os portadores de feridas são na maioria idosos, hipertensos, diabéticos, depressivos e população com baixo poder aquisitivo. Sendo assim, os mesmos não fazem uso correto de seus cuidados e medicações. Após a implantação do serviço de feridas, realizado diariamente incluindo finais de semanas e feriados, os usuários são monitorados e verificados os sinais vitais, incluindo a glicemia capilar antes da troca dos curativos, que na maioria das vezes são realizados no domicilio do usuário, com orientações dos mesmos e seus familiares.as feridas representam um problema de saúde pública no município de Itumbiara. Após a implantação das ações, obtivemos 98% de cicatrização das lesões, destacando a melhora das feridas dos portadores de diabetes. Este projeto teve suma importância na qualidade de vida do público alvo, pois os usuários passaram por transformações em seus hábitos e suas rotinas. Além disso, houve uma redução do número de hospitalização, melhora na qualidade de vida e reinserção social do público alvo.

Principal

Valéria Lima Da Silva

levarth@hotmail.com

Coautores

Jéssica Cezario De Sousa, Berenice Patrocínio Ribeiro Batista, Julice De Freitas Barbosa

A prática foi aplicada em

Itumbiara

Goiás

Centro-Oeste

Instituição

Rua Adejar Ferreira Machado, Número 12, Bairro Santos Dumont, Itumbiara – Goiás.

Uma organização do tipo

Instituição Privada

Foi cadastrada por

Maricel Borges Tavares Abdala

Conta vinculada

A prática foi cadastrada em

23 set 2023

e atualizada em

23 set 2023

Condição da prática

Concluída

Situação da Prática

Arquivos

Palavras-chave

nenhuma

Você pode se interessar também

Práticas
Título: Autismo – uma causa municipal.
Paraíba
Práticas
TEA/TDAH: inclusão sem discriminação
Paraíba
Práticas
Visita de luto – uma atitude humanizada
Rio de Janeiro
Práticas
Vacinação Sem Barreiras: um Grande Desafio
Todos os Estados (Norte)
Práticas
Vacinação: Estratégias para o Aumento da Cobertura Vacinal no Município de Barrolândia – TO
Todos os Estados (Norte)
Práticas
Plano de Recuperação do Faturamento Ses/Df
Distrito Federal
Práticas
Sala de Situação Ses-Df
Distrito Federal
Práticas
Rede Inovases
Distrito Federal
Práticas
Diagnóstico de Atendimento da População Hipertensa/Diabética da Equipe 474/06
Distrito Federal