Olá,

Visitante

A Implantação de ouvidorias Ativas nas Audiências Públicas Municipais

Finalidade da experiência

Com a criação do Decreto nº 7.508/2011 pelo DOGES (Departamento de Ouvidoria Geral do SUS), foi definido o conceito de Ouvidoria Ativa, onde, a partir dele, a Ouvidoria do SUS não espera mais apenas que o usuário se dirija até ela para fazer reclamações, sugestões, denúncias, solicitações ou elogios. Com a nova definição, a postura da Ouvidoria deve ser outra, indo até usuários do SUS para saber a realidadesobre os serviços ofertados. Em 2015, a Prefeitura Municipal de Ponta Grossa, criou o Projeto de Auditorias Públicas nos Bairros, as quais ocorrem de forma quinzenal, aos sábados no período vespertino, onde vários serviços da Prefeitura são disponibilizados aos munícipes. O objetivo desse projeto é colher subsídios e informações junto à sociedade em todas as suas áreas de atuação, bem como oferecer aos interessados a oportunidade de encaminhamento de suas demandas, opiniões e sugestões relativas aos assuntos em questão. A Ouvidoria da Saúde é parceira nesse projeto que foi implantado no mês de março de 2015 com o Subprojeto de Ouvidorias Itinerantes nas Comunidades e nas Audiências Públicas Municipais, visando: estimular novas formas de participação da população

A Ouvidoria deve ser aplicada por ser um canal autêntico de mediação entre a população e os gestores da Política de Saúde, de forma a promover o exercício da cidadania, e fortalecer as diretrizes do SUS. É um instrumento que possibilita a Secretaria de Saúde avaliar continuamente a qualidade dos serviços ofertados aos usuários, subsidiando o gestor na tomada das decisões. Comprometimento de toda a Secretaria de Saúde, propiciando uma maior credibilidade e fortalecendo vínculos com os cidadãos. Abertura de novos espaços de diálogo e exercício da cidadania efetivando o direito a saúde. Aprimoramento do controle social, da gestão pública e da qualidade dos serviços por meio da inserção ativa dos cidadãos nas Audiências, não somente manifestando críticas e denúncias, mas também viabilizando sugestões, proposições e elogios.

Principal

Daniele de Antoni Calixto Strack

smspontagrossa@pr.gov.br

A prática foi aplicada em

Ponta Grossa

Paraná

Sul

Instituição

Rua Visconde de Taunay, nº 950 – Ronda.

Uma organização do tipo

Instituição pública

Foi cadastrada por

Daniele de Antoni Calixto Strack

Conta vinculada

A prática foi cadastrada em

11 set 2016

e atualizada em

14 set 2023

Condição da prática

Concluída

Situação da Prática

Arquivos

Palavras-chave

nenhuma

Você pode se interessar também

Práticas
Intersetorialidade: Concepção Ampliada de Saúde nas Ações do Conselho Local de Saúde das Gramas – Castro /Pr
Paraná
Práticas
Pré Conferências Locais de Saúde: “Um Exemplo de Democracia na Saúde de Porto Velho, Rondônia.#
Rondônia
Práticas
Conferências Municipais de Saúde: Importância do Apoio Matricial no Fortalecimento do Controle Social e Espaços de Gestão.
Paraíba
Práticas
Educação Popular em Saúde: Estratégia de Gestão Participativa
Ceará
Práticas
Implantação do Conselho Gestor
Bahia
Práticas
Os avanços do Conselho Municipal de Saúde de Macau
Rio Grande do Norte
Práticas
Participação Comunitária na Estratégia Saúde da Família do Abapã no Município de Castro – Paraná
Paraná
Práticas
Espaços de Cidadania: a Implantação das ouvidorias Municipais na 18ª Região de Saúde do Estado do Ceará
Ceará
Práticas
Redefinição da Lei Regulamentar do Conselho Municipal de Saúde de Santa Maria de Jetibá-Es por Meio das Rodas de Educação Permanente.
Espírito Santo