Olá,

Visitante

A Educação Permanente Aplicada no Processo de Trabalho da Atenção Básica

FINALIDADE DA EXPERIÊNCIA:Aplicar o Processo de Educação Permanente para os profissionais de saúde, em um município do interior de Rondônia, para facilitar o envolvimento deles diretamente com a comunidade e com os demais profissionais, proporcionando uma troca de saberes, uma reflexão de práticas de serviço, consequentemente, ocorrendo uma maior interação de toda a equipe e uma melhoria no processo de trabalho.Para o êxito desse processo é importante que todos os profissionais conheçam as práticas educativas e que se sintam motivados em participar do Processo de Educação Permanente em Saúde.DINÂMICA E ESTRATÉGIAS DOS PROCEDIMENTOS USADOS:Para o desenvolvimento do Processo de Educação Permanente, são realizadas reuniões mensais, com escolhas de temas, conforme a realidade de cada equipe de saúde, enfatizando-se as maiores necessidades locais para capacitar a equipe a realizar um trabalho de qualidade.INDICADORES/VARIÁVEIS/COLETA DE DADOS:Conforme a produção individual das equipes de saúde é levantada as informações para auxiliar na escolha dos temas a serem desenvolvidos no Processo de Educação Permanente em Saúde, equilibrando-se as necessidades individuais e coletivas.O acompanhamento dos indicadores de Atenção Básica do município também é utilizado para auxiliar a escolha dos temas a serem desenvolvidos, conforme a necessidade de melhoria em pontos estratégicos.OBSERVAÇÕES/AVALIAÇÃO/MONITORAMENTOTodo o Processo de Educação Permanente em Saúde no município é monitorado através da frequência/participação dos profissionais envolvidos e no acompanhamento dos indicadores da Atenção Básica, observando-se pontos de melhorias no processo e nos próprios indicadores.A avaliação das reuniões é realizada pela Coordenação de Atenção Básica do município, levando-se em conta o processo de transformação das práticas das equipes de saúde.

A Educação Permanente e sua definição pedagógica para o processo educativo que coloca o cotidiano do trabalho ou da formação em saúde em análise se permeabiliza pelas relações concretas que operam realidades e que possibilita construir espaços coletivos para a reflexão e avaliação de sentido dos atos produzidos no cotidiano de uma Unidade de Saúde, composta por uma Equipe de Saúde da Família.A Educação Permanente em Saúde, ao mesmo tempo em que disputa, pela atualização cotidiana das práticas segundo os mais recentes aportes teóricos, metodológicos, científicos e tecnológicos disponíveis, insere-se em uma necessária construção de relações e processos que vão do interior das equipes em atuação conjunta, implicando seus agentes às práticas organizacionais, implicando a instituição e/ou o setor da saúde e às práticas institucionais e/ou intersetoriais, implicando as políticas nas quais se inscrevem os atos de saúde aplicados na comunidade local e na equipe inserida no programa.

De acordo com a Política Nacional de Educação Permanente em Saúde, a capacitação é uma das estratégias mais utilizadas para enfrentar os problemas de desenvolvimento dos serviços de saúde. Grande parte do esforço para alcançar a aprendizagem ocorre por meio da capacitação, isto é, de ações intencionais e planejadas que têm como missão fortalecer conhecimentos, habilidades, atitudes e práticas que a dinâmica das organizações não oferece por outros meios, pelo menos em escala suficiente.Para se produzir mudanças nas práticas e, sobretudo, para modificar as práticas institucionalizadas nos serviços de saúde, é necessário privilegiar o conhecimento prático em suas ações educativas e favorecer a reflexão compartilhada e sistemática. Lidar com a teia de relações entre os processos educacionais e os processos de produção de serviços de saúde, desvendar os meandros dos mundos do trabalho e da educação nesse setor é exigência cada dia mais presente na agenda dos gestores de recursos humanos do SUS. A análise permanente dessa problemática torna-se um exercício indispensável para o bom desempenho de suas responsabilidades.

Principal

Márcia Cristina Néspoli

ideiasus@gmail.com

A prática foi aplicada em

Candeias do Jamari

Rondônia

Norte

Instituição

RUA MARIA ANALIA, 80

Uma organização do tipo

Instituição Privada

Foi cadastrada por

Márcia Cristina Néspoli

Conta vinculada

A prática foi cadastrada em

06 ago 2016

e atualizada em

27 set 2023

Condição da prática

Concluída

Situação da Prática

Arquivos

Palavras-chave

nenhuma

Você pode se interessar também

Práticas
Experiência do Preventivo Humanizado no SUS
Maranhão
Práticas
Implantação do serviço de curativos na atenção básica do município de Arara: experiência exitosa
Paraíba
Práticas
Assistência odontológica aos trabalhadores da saúde municipal de Esperança: relato de experiência
Paraíba
Práticas
Caminhos do Cuidado, levando serviços de saúde para as comunidades rurais no município de Condado (PB)
Paraíba
Práticas
Gestar saudável – de 0 a 1000 dias
Paraíba
Práticas
Mapa territorial em saúde mental: instrumento exitoso do cuidado na atenção primária à saúde
Paraíba
Práticas
Implementação da estratégia Tenda da Imunização para aumento de coberturas vacinais
Todos os Estados (Nordeste), Paraíba