Olá,

Visitante

A Construção Coletiva na Conferência Municipal de Saúde de Canoas – 2015: Modelo de Planejamento

A eficiência da Conferência Municipal de Saúde se deve à participação efetiva da população durante seu desenvolvimento. Este fato está em sintonia com as diretrizes básicas do Sistema Único de Saúde e tem importância crucial no fortalecimento do controle social. Sua elaboração ocorreu através de construção coletiva, de forma participativa e teve representação de todos os segmentos da sociedade, por entender que o plano é para o município e as ações multissetoriais, necessitam de amplo debate com toda a comunidade.Ocorreram reuniões entre as diversas áreas da administração pública, Conselho Municipal de Saúde e comunidade, para a realização de todos os processos e formulação da mesma, alinhada com as esferas estadual e nacional. Ocorreram quatro Pré-Conferências, contemplando toda a extensão do município, com o objetivo de apresentar e debater as proposições a serem encaminhadas à Conferência Municipal.Atores envolvidos:O Comitê Executivo, coordenado pelo Conselho Municipal de Saúde e Secretário Municipal de Saúde, contou com representantes de Conselheiros de saúde, Movimento Comunitário, trabalhadores, setor empresarial, Economia Solidária, Pastoral da Criança, Câmara Municipal de Canoas e Poder Executivo Municipal, incluindo as Secretarias Municipais e Coordenadorias. Houve a participação de outras Secretarias, tais como, Secretaria Municipal de Esporte e Lazer, Secretaria Municipal de Relações Institucionais e Monitoramento, Coordenadorias do Idoso, da Mulher, da Igualdade Racial, da Diversidade e da Pessoa com Deficiência, entre outras. Houve colaboração dos servidores da prefeitura, comunidade, escolas, universidades, igrejas e demais grupos.Cabe destacar a ampla participação da comunidade em todas as etapas.

Construção da Conferência Municipal de Saúde conscientizando a população da importância de sua participação no processo e no reconhecimento sobre as repercussões positivas em ações futuras.

A partir desta experiência exitosa esperamos crescimento exponencial na mobilização popular, frente a ações, projetos e programas a serem desenvolvidos em prol da saúde, fortalecendo assim o controle social.

Principal

Eloir Antonio Vial

eloir.vial@canoas.rs.gov.br

A prática foi aplicada em

Canoas

Rio Grande do Sul

Sul

Instituição

RUA DR BARCELOS Nº 1600 - CENTRO

Uma organização do tipo

Instituição pública

Foi cadastrada por

Eloir Antonio Vial

Conta vinculada

01 jan 2020

e atualizada em

14 set 2023

Seu Período de Execução foi de

até

Condição da prática

Concluída

Situação da Prática

Arquivos

Palavras-chave

nenhuma

Você pode se interessar também

Práticas
Pré Conferências Locais de Saúde: “Um Exemplo de Democracia na Saúde de Porto Velho, Rondônia.#
Rondônia
Práticas
Conferências Municipais de Saúde: Importância do Apoio Matricial no Fortalecimento do Controle Social e Espaços de Gestão.
Paraíba
Práticas
Educação Popular em Saúde: Estratégia de Gestão Participativa
Ceará
Práticas
Implantação do Conselho Gestor
Bahia
Práticas
Os Avanços do Conselho Municipal de Saúde de Macau
Rio Grande do Norte
Práticas
Participação Comunitária na Estratégia Saúde da Família do Abapã no Município de Castro – Paraná
Paraná
Práticas
Espaços de Cidadania: a Implantação das ouvidorias Municipais na 18ª Região de Saúde do Estado do Ceará
Ceará
Práticas
Redefinição da Lei Regulamentar do Conselho Municipal de Saúde de Santa Maria de Jetibá-Es por Meio das Rodas de Educação Permanente.
Espírito Santo
Práticas
Ouvidoria: Um Caminho para Melhoria da Gestão.
Espírito Santo