Olá,

Visitante

A Análise Qualitativa dos Instrumentos de Gestão do SUS dos Municípios Tocantinenses

Para o atendimento aos preceitos legais é fundamental que os instrumentos de gestão do SUS, além de estarem vinculados aos instrumentos de planejamento e orçamento de governo (PPA – Plano Plurianual, LDO – Lei de Diretrizes Orçamentária, Lei Orçamentária Anual, sigam um método adequado no processo de construção para garantir que os mesmos sejam de fato produtos de qualidade, com objetividade e que, sobretudo, tenham clareza para a compreensão da população e dos órgãos de controle externo do SUS. A Secretaria Estadual de Saúde, por meio da Coordenadoria de Planejamento do SUS, estabeleceu ações na Programação Anual de Saúde (PAS) 2013 para contribuir com o fortalecimento do planejamento, monitoramento e avaliação da gestão municipal do SUS, incorporando ao processo de trabalho a análise qualitativa dos instrumentos de gestão do SUS dos municípios, no que se refere a elaboração e a compatibilidade com os instrumentos de planejamento e orçamento de governo. Para realização desta análise, criou-se um instrumento com requisitos básicos a serem observados e que guiasse os técnicos do setor no processo. O instrutivo está dividido em três partes: Análise do Plano de Saúde. Análise da Programação Anual de Saúde e Recomendações. Ao final da análise produziu-se um relatório, denominado RECOMENDA-SUS, apontando as inconformidades e as recomendações, servindo de subsídio para a revisão dos Instrumentos de Gestão do SUS e fortalecimento do processo de gestão da saúde e alcance de resultados. Em seguida os relatórios são enviados aos respectivos gestores municipais para as providências cabíveis. A análise revelou que os gestores municipais detêm pouco conhecimento teórico e prático no campo do planejamento, pois se verificou em todos eles, inconformidades semelhantes no aspecto da estrutura metodológica/conceitual e de compatibilidade com os instrumentos de planejamento e orçamentária de governo. Os resultados das análises contribuíram para nortear a Coordenadoria de Planejamento do SUS nas suas ações de capacitação e cooperação técnica aos gestores municipais na formulação adequada dos instrumentos de gestão do SUS. Uma parte significativa dos municípios que receberam o relatório RECOMENDA SUS já fizeram a revisão dos instrumentos de gestão, corrigindo os pontos de inconformidades e elevando o grau de qualidade. Recomenda-se continuar aperfeiçoando esta tecnologia, utilizando-a no processo de trabalho por contribuir efetivamente com os municípios no processo de gestão estratégica para o alcance de resultados positivo na saúde.

A construção e consolidação do arcabouço legal do SUS, ao longo dos últimos 25 anos, evidenciam o planejamento na saúde e o estabelece como essencial no processo de gestão, afim de dar respostas às necessidades de saúde da população e de forçar a sua incorporação na rotina dos processos de trabalho dos gestores do SUS.

.

.

Principal

Edivaldo Pereira da Silva Amorim

ideiasus@gmail.com

Coautores

.

A prática foi aplicada em

Palmas

Tocantins

Norte

Instituição

Endereço

Uma organização do tipo

Instituição Privada

Foi cadastrada por

Edivaldo Pereira da Silva Amorim

Conta vinculada

ideiasus@gmail.com

A prática foi cadastrada em

10 nov 2018

e atualizada em

26 set 2023

Condição da prática

Concluída

Situação da Prática

Arquivos

Palavras-chave

nenhuma

Você pode se interessar também

Práticas
Conselho Local de Saúde no fortalecimento do controle social no município de Crato (CE)
Ceará
Práticas
Implantação de Conselho Local de Saúde em Município de Pequeno Porte Através de Redes Sociais
Minas Gerais
Práticas
A Concretização do Controle Social Através de uma Associação de Usuários, Familiares e Amigos da Saúde Mental no Município de Silva Jardim – Rj
Rio de Janeiro
Práticas
Ouvidora da Saúde no Município de Lagoa da Prata – Um Espaço de Participação Efetiva, Controle Social, Mediação, Humanização e Fortalecimento da Rede.
Minas Gerais
Práticas
Ação Conjunta Entre a ouvidoria/Cms de Saúde e Secretaria Municipal de Saúde Promove Trabalho Diferenciado À População de Primavera do Leste Realizando Experiencias Exitosas.
Mato Grosso
Práticas
Pesquisa de Satisfação Usuários Internados – Hospitais Federais do Rio de Janeiro
Rio de Janeiro
Práticas
Avaliação do Impacto da Divulgação dos Serviços e Ações da Secretaria Municipal de Saúde Como Ferramenta de Prestação de Contas, Consolidação da Imagem da Instituição e Incentivo a Participação Popula
Paraná
Práticas
Ouvidoria Ativa – (Re) Aprendendo a Escutar o Usuário
Paraná
Práticas
Agenda Participativa: Contribuição para o Fortalecimento do Planejamento em Saúde de Guaraí – To.
Tocantins
Práticas
Intersetorialidade: Concepção Ampliada de Saúde nas Ações do Conselho Local de Saúde das Gramas – Castro /Pr
Paraná