Olá,

Visitante

“Transpondo Barreiras”: Acesso e Qualidade no Atendimento Domiciliar em Prótese Dentária no Município de Apiacá/Es

Finalidade da experiência

O edentulismo, é resultante de diversos e complexos determinantes, tais como: as precárias condições de vida, a baixa oferta de cobertura de serviços, o modelo assistencial predominante de prática mutilatória aliada às características culturais que exercem significativa influência sobre o modo como a perda dentária é assimilada. A oferta de próteses dentárias possui o objetivo de construir uma política de inclusão social, minimizando as sequelas da prática odontológica mutiladora, de acordo com as diretrizes da Política Nacional de Saúde Bucal. A promoção de saúde bucal em idosos e em pacientes com necessidades especiais busca garantir o bem-estar, a melhoria da qualidade de vida e da autoestima, melhorando a mastigação, estética e possibilidade de comunicação. Desta forma, as ações em saúde bucal devem ser pautadas levando em consideração as inúmeras adversidades de acesso, de forma que este público em destaque não fique marginalizado impedido de receber os benefícios ofertados.

Certamente o presente trabalho está focado, não apenas na quantidade de pessoas atendidas mas sim na acessibilidade aos serviços de saúde bucal àqueles mais vulneráveis. Requer dedicação dos gestores, mas, principalmente dos profissionais, centrado na capacidade de constantes adaptações nos locais de atendimento e de intenso planejamento das ações. Tudo isso é recompensado quando se devolve o sorriso e, principalmente a qualidade de vida a essas pessoas, o que contagia todo o convívio social no qual ela está inserida e, ao mesmo tempo, recarrega a equipe, dando ânimo para que um próximo caso seja então solucionado. Entender a realidade da população, suas dificuldades físicas, psíquicas e sociais, além dos entraves inerentes ao próprio serviço de saúde, faz parte de uma perspectiva de atendimento que enseja possibilitar o acesso das populações mais vulneráveis, garantindo assim, a integridade das ações e a universalidade do atendimento odontólogo. Certamente, “AQUI TEM SUS”.

Principal

Diogo de Souza Vargas

saudepmapiaca@yahoo.com.br

A prática foi aplicada em

Apiacá

Espírito Santo

Sudeste

Instituição

Praça Nossa Senhora Santana, nº 6, Centro

Uma organização do tipo

Instituição pública

Foi cadastrada por

Diogo de Souza Vargas

Conta vinculada

A prática foi cadastrada em

02 jun 2023

e atualizada em

14 set 2023

Condição da prática

Concluída

Situação da Prática

Arquivos

Palavras-chave

nenhuma

Você pode se interessar também

Práticas
Detecção Precoce do Câncer de Boca – Relato de Experiência no Município de Vassouras
Rio de Janeiro
Práticas
A Experiência do Programa Consultório na Rua no Município de Maricá
Rio de Janeiro
Práticas
Ambulatório de Follow Up: aolhimento, humanização e cuidado qualificado aos bebês de risco do município de Rio das Ostras
Rio de Janeiro
Práticas
A Atuação das Redes de Atenção À Saúde da Família em Volta Redonda-Rj: Relato de Experiência.
Paraíba
Práticas
“A Utilização da Cartografia Como Método para Diagnósticos de Territórios com Concentração de População em Situação de Rua: a Experiência do Consultório na Rua de Niterói”
Rio de Janeiro
Práticas
Melhoria no Acesso
Rio de Janeiro
Práticas
Facilitando o Acesso
Pernambuco
Práticas
Elaboração do “Livro de Receitas Regionalizado” Adaptado ao Grupo de Diabéticos do Cruzeiro Novo – Distrito Federal
Distrito Federal
Práticas
Sasi – Sistema de Atendimento Á Saúde Bucal Indígena
Rio de Janeiro
Práticas
Hipertensão e Diabetes – Equipe Multidisciplinar para Redução de Agravos e Cuidado Diferenciado
Rio de Janeiro