Olá,

Visitante

Vigilância das Síndromes Febris Agudas

A ideia surgiu a partir da necessidade de se investigar os episódios de síndromes febris atendidos no serviço de pronto atendimento do município de Rio Claro RJ, tendo em vista que tivemos o primeiro caso de Hantavirose diagnosticado no estado do Rio de Janeiro. Este episódio nos motivou a criar um instrumento para notificação e investigação dos casos de síndromes febris, de modo a auxiliar no diagnóstico diferencial das várias arboviroses que são comuns em nossa região. Assim fora implantado no serviço de pronto atendimento do município uma ficha de notificação das síndromes febris aguda.

DIAGNÓSTICO DIFERENCIAL DAS SÍNDROMES FEBRIS

Principal

Reynaldo de Jesus Oliveira Júnior

A prática foi aplicada em

Todo o Brasil

Instituição

999999

Uma organização do tipo

Instituição pública

Foi cadastrada por

Conta vinculada

enf.reynaldo@gmail.com

04 jan 2022

e atualizada em

14 set 2023

Seu Período de Execução foi de

até

Condição da prática

Concluída

Situação da Prática

Arquivos

Palavras-chave

nenhuma

Você pode se interessar também

Práticas
Fórum Permanente de Embu Guacu: uma Possibilidade de Organização do Cuidado Intersetorial
São Paulo
Práticas
Profilaxia Pré-Exposição ao Hiv (Prep) como Nova Estratégia para A Prevenção do Hiv – uma Experiência Multiprofissional
São Paulo
Práticas
Consultório na Rua: uma Ampliação da Abordagem das Pessoas Vivendo com Hiv/Aids Focando A Adesão
São Paulo
Práticas
Processo Formativo de Apoio em Saúde Mental no Município de Franco da Rocha – Sp
São Paulo
Práticas
Estruturação da Rede de Saúde de Franco da Rocha: Análise do Financiamento das Ações, Por Meio da Transferência de Recursos Obrigatórios e Voluntários ao Município
São Paulo
Práticas
Participação Social na Construção do Planejamento Estratégico em Saúde e do Plano de Educação Permanente no Território de Ermelino Matarazzo/Sp
São Paulo
Práticas
Impactos da Formação de Trabalhadores Sobre Práticas Relativas ao Uso Racional de Medicamentos: Experiência no Contexto do Plano Regional de Educação Permanente em Saúde (Pareps)
São Paulo
Práticas
A Assistência Farmacêutica como Veículo de Educação e Economia
São Paulo
Práticas
Programa de Automonitoramento Glicêmico para Paciente Diabético Insulinodependente
São Paulo
Práticas
Experiência do Grupo Terapêutico Infantil na Atenção Primária
São Paulo