Olá,

Visitante

Utilização do Lúdico Como Estratégia de Favorecimento do Atendimento e Vínculo com o Paciente odontopediátrico na Estratégia de Saúde da Família.

fortalecer vínculos, facilitar o atendimento e aprimorar a busca ativa pelos pacientes odontopediátricos.Desenvolvido em 2 fases, o trabalho começou com busca ativa das crianças nas escolas que posteriormente foram encaminhadas para atendimento. Quatro escolas foram visitadas, sendo 3 de educação infantil e 1 de educação inclusiva. Durante a visita, criou-se um ambiente de descontração e aprendizado. Para isso, algumas estratégias como musicalização, teatro com fantoches e utilização de jalecos infantis, foram adotadas. Todas crianças foram triadas e tiveram atendimento odontológico garantido. Durante o atendimento odontológico, o ambiente foi decorado com temas infantis, e além da salinha de espera com jogos e brincadeiras, a musicalização e as fantasias foram novamente utilizadas, tornando o ambiente receptivo e agradável para as crianças.

O município de Santa Teresa – ES, possui uma população 23.882 hab.(IBGE, 2016), localizada a uma distancia de 78 Km da capital Vitória. Uma de suas 8 equipes, a ESF de Penha\Lombardia localizada em área que abrange centro e interior do município. Dentro da ESF, os profissionais de odontologia, se deparam diariamente com a dificuldade em prestar o atendimento adequado e principalmente em criar vínculo com os pacientes odontopediátricos e seus familiares. O medo torna-se uma queixa frequente que leva a não adesão ao tratamento e a falta de busca por auxilio odontológico. Historicamente, grandes psicopedagogos, como Piaget e Vygotsky, defendem a importância do lúdico como ferramenta transformadora na interação com crianças. Atividade lúdica é todo e qualquer movimento que tem como objetivo produzir prazer aquando de sua execução, ou seja, divertir praticante. Este mecanismo torna possível criar vínculo afetivo com o paciente infantil, viabilizando a adesão ao tratamento odontológico.

A utilização do Lúdico facilitou a aproximação e tornou a interação com as crianças um momento agradável, exercendo o papel de criar no paciente e em seus responsáveis a sensação de bem-estar, de segurança e tranquilidade, gerando a vontade de estar presente no ambiente odontológico e criando vinculo entre os profissionais, pacientes e seus familiares para o acompanhamento e continuidade do cuidado de forma individual e humanizada.

Principal

Livia Santana de Oliveira

A prática foi aplicada em

ES

Espírito Santo

Sudeste

Instituição

Santa Teresa

Uma organização do tipo

Instituição pública

Foi cadastrada por

Ideiasus/Fiocruz , Conasems

Conta vinculada

A prática foi cadastrada em

02 jun 2023

e atualizada em

22 set 2023

Condição da prática

Concluída

Situação da Prática

Arquivos

Palavras-chave

nenhuma

Você pode se interessar também

Práticas
A (in) visibilidade de quem está em situação de rua: caminhos possíveis para cuidado em saúde
Paraíba
Práticas
Do ambulatório LGBTQIAPNB+ ao Café com Diversidade: garantindo acesso e fortalecimento de vínculos
Paraíba
Práticas
Fato ou fake: utilizando a força da internet no combate a fake news sobre vacinação em Esperança – PB.
Paraíba
Práticas
Projeto saúde na feira: ampliando o acesso de serviços de saúde no município de Ingá.
Todos os Estados (Norte)
Práticas
Promoção da saúde mental dos trabalhadores da estratégia de saúde da família: cuidando do cuidador.
Paraíba
Práticas
Projeto Hidrovida: a utilização de terapia aquática como forma de tratamento para idosos com doenças osteomusculares.
Paraíba
Práticas
Assistência multiprofissional aos portadores de hipertensão e diabetes mellitus de uma UBS de Belém do Brejo do Cruz – PB: relato de experiencia
Paraíba