Olá,

Visitante

SUS de Laranjeiras na redução da sífilis congênita

Finalidade da experiência•

Laranjeiras é um município brasileiro do estado de Sergipe. Sua população estimada em 2012 foi de vinte oito mil e quinhentos e cinquenta e três habitantes segundo o IBGE. Possui uma área de cento e sessenta e três mil e quatro quilômetros quadrados

Uma das diretrizes da Atenção básica diz respeito à transferência de poder, mediante a qualificação/capacitação dos profissionais e o desenvolvimento de processoseducativos com população em conjunto com as equipe de saúde da família. Como consequência deste investimento, as ações e serviços oferecidos à população tronam-se mais efetivos, demonstrado pelos indicadores e a redução dos caso notificados O aspecto inovador das atividades propostas proporcionou a integração de ações estruturantes para implementação das redes de atenção, com ênfase na busca da capacidade de melhorar as respostas das necessidades de vulnerabilidade, constitui-se na razão pela qual as novas ações relacionadas à Sífilis Congênita ganharam espaço no município de Laranjeiras. A unificação das equipes, o processo de trabalho integrado, a confiança mútua e o conhecimento aprofundado do papel organizacional, fazem prover forças principalmente em relação ao compromisso e vocação de assumir tarefas que reflitam no fortalecimento de boas práticas e resultados positivos que interferem mos indicadores ao que concerne às doenças, a exemplo da Sífilis Congênita. Cabe ressaltar ainda que, o consequente aprimoramento dos profissionais de saúde ao que tange à Sífilis Congênita, trouxe a esses aspecto de atores principais no processo de entrosamento com os grupos de risco e a comunidade, a fim de proporcionar um leque maior de informações e cuidado para com a questão da Sífilis Congênita.

Principal

Tércia Monteiro Viana Silva

laranjeiras.saude@yahoo.com.br

A prática foi aplicada em

Laranjeiras

Sergipe

Nordeste

Instituição

Rua Getúlio Vargas, nº 30 – Centro.

Uma organização do tipo

Instituição Privada

Foi cadastrada por

Tércia Monteiro Viana Silva

Conta vinculada

A prática foi cadastrada em

02 jun 2023

e atualizada em

21 mar 2024

Condição da prática

Concluída

Situação da Prática

Arquivos

Palavras-chave

nenhuma

Você pode se interessar também

Práticas
Caminhos estratégicos da APS frente a cobertura vacinal no município de Bernardino Batista
Paraíba
Práticas
projeto interagir sorrindo
Rio de Janeiro
Práticas
PROJETO PRIMEIROS SOCORROS E PREVENÇÃO DE ACIDENTES NAS ESCOLAS – LEI LUCAS
Rio de Janeiro
Práticas
Consciência Vacinal: fortalecendo as estratégias e combatendo a desinformação para o cumprimento do calendário de vacinação de crianças no município de São Francisco-PB.
Paraíba
Práticas
Dengue: uma abordagem além do combate ao vetor nos centros de educação infantil
Rio de Janeiro
Práticas
Imunização na Zona Rural, em áreas de difícil acesso: Projeto Vacina Volante
Maranhão