Olá,

Visitante

Saude na Feira-Livre: Fortalecendo a Imunização no Municipio de Arez/Rn

Categoria não especificada

Após realizar o monitoramento anual de vacinação de rotina, foi observado pela equipe de imunização, atenção primária a saúde e vigilância em saúde que as coberturas vacinais de rotina do município de Arez, desde o ano de 2019 apresentavam indicadores muito baixos da meta preconizada pelo Ministério da saúde. A pandemia pelo COVID 19 em seu período mais crítico entre 2020 e 2021, afastou bastante as pessoas das unidades de saúde e com isso atingimos baixas coberturas vacinais. Em virtude dos dados da Pesquisa do ImunizaSUS e comparados com a realidade do município foi necessário montar estratégias de fortalecimento da imunização e escalou-se uma equipe de imunização (enfermeira, técnico de enfermagem e digitador/registrador) para realizar durante a feira-livre que ocorre as terças-feiras a vacinação de todas as pessoas (crianças, adultos e idosos) que tivessem com o cartão em atraso. A escolha em realizar essa ação, se deve a acessibilidade das pessoas à feira-livre que no Nordeste é uma tradição, e concentra pessoas de todas as áreas, urbana e rural, do município. Desde o final de dezembro (27 de dezembro de 2022) a equipe de imunização comparece ao centro da cidade, todas as terças-feiras para realizar a vacinação de quem aparece com o cartão. Em (05) cinco dias de vacinação, todos as terças-feiras, foram imunizadas 514 pessoas e administradas 869 doses de imunizantes. Foi observado que as metas de vacinação de rotina ainda não foram superadas, mas que a iniciativa de estar onde o público se concentra foi de suma importância para o êxito da ação.

Ficou demonstrado que a pandemia afetou muito a aplicação das vacinas de rotina do Plano Nacional de Imunização (PNI). Atrelado a isso a veiculação de notícias falsas sobre os imunizantes fez cair a procura pelas demais vacinas. As pessoas referem preocupação com as reações adversas, medo de agulhas, técnica de aplicação, preocupação com os efeitos de longo prazo das vacinas e crença de que terapias alternativas são uma escolha melhor do que as vacinas. Para aumentar as coberturas vacinais no município foi necessário uma conscientização em redes sociais, carros de som, além de vacinação em locais públicos como um ponto fixo na feira-livre do município que ocorre uma vez por semana.

Como estratégias está a educação permanente de todos os profissionais da atenção primária em saúde, parceria de outros setores como o CRAS e o conselho tutelar no tocante a resistência de pais e responsáveis na imunização das crianças, abertura das salas de vacina nas unidades de saúde em horários acessíveis as pessoas que estão trabalhando, além de continuidade da vacinação na feira-livre haja vista que nesse dia especifico os usuários vão comprar e aproveitam o momento para imunizar-se.

Dessa forma, a ida da equipe de vacinação para onde a população está mostrou-se muito eficaz, uma vez que conseguiu chamar a atenção sobre a importância da imunização de rotina preconizadas pelo Ministério da Saúde e que com a continuidade dessa intervenção possamos atingir as metas que foram perdidas em 02 anos consecutivos. As fragilidades encontradas ainda estão em pais e responsáveis de crianças que resistem na vacinação dos menores e nos adultos em manter os cartões de vacina atualizados. Uma estratégia para amenizar as fragilidades e como recomendação foi o fortalecimento das ações intersetoriais com o Conselho Tutelar e Secretarias de Educação e Assistência Social e o registro das vacinas no prontuário eletrônico que podem ser consultado onde tiver rede de internet.

Principal

Maria Izabel dos Santos Nogueira

Coautores

Ricardo Carlos Pereira da Silva, Dinasilda Oliveira dos Santos Silva, Jailton Gomes de Lima, Maria da Conceição Batista de Souza

A prática foi aplicada em

Região

Instituição

Endereço

Uma organização do tipo

Instituição Privada

Foi cadastrada por

Conta vinculada

ideiasus@gmail.com

A prática foi cadastrada em

23 dez 2023

e atualizada em

23 dez 2023

Condição da prática

Concluída

Situação da Prática

Arquivos

Palavras-chave

Você pode se interessar também

Práticas
ADESÃO DAS GESTANTES AO PRÉ-NATAL ODONTOLÓGICO: UMA PROPOSTA DE INTERVENÇÃO NA ATENÇÃO PRIMÁRIA À SAÚDE
Paraíba
Práticas
A PRÁTICA DE PRIMEIROS SOCORROS NO CONTEXTO DE UM CURSO TÉCNICO PARA AGENTES COMUNITÁRIOS DE SAÚDE
Paraíba
Práticas
Vacinação nos espaços de formação: experiência no 2º Congresso Nordestino de Pediatria
Paraíba
Práticas
A (in) visibilidade de quem está em situação de rua: caminhos possíveis para cuidado em saúde
Paraíba
Práticas
Título: Autismo – uma causa municipal.
Paraíba
Práticas
Do ambulatório LGBTQIAPNB+ ao Café com Diversidade: garantindo acesso e fortalecimento de vínculos
Paraíba
Práticas
Atuação intersetorial nos casos suspeitos de TEA na primeira infância, um relato de experiência.
Paraíba
Práticas
Programa Bolsa Família: processo formativo para profissionais da atenção primária
Paraíba
Práticas
As PICS como ferramenta potencializadora no cuidado a saúde do trabalhador
Paraíba