Olá,

Visitante

Recém-Nascidos Prematuros Atendidos nas Unidades de Neonatologia da Ses – DF

Os pequenos polvos se propõem a oferecer conforto ao RN internado em UTI Neonatal. Confeccionados com linhas 100% algodão, observou-se em projetos clínicos experimentais uma melhor estabilidade dos prematuros que se encontravam nas UTI Neonatais.Os bonecos são feitos em fios 100% algodão, com oito tentáculos de 22 centímetros de comprimento. São feitos todos pelo trabalho gratuito de voluntárias. A ideia e conectar quem quer doar com quem quer receber os brinquedos. Nenhum polvo é comercializados todos são doados. Temos os voluntários que arrecadam as linhas e enchimentos, as artesãs que confeccionam, equipes responsáveis pela higienização dos polvos e as equipes de distribuição. A ideia é que todo RN atendido pelos hospitais públicos , integrantes do projeto, recebam um polvo a sua admissão e que o levem para casa na ocasião da alta.

O Projeto Polvo de Amor não é um projeto inédito, nasceu na Dinamarca, em 2013, chamado “Octo Project”. A iniciativa é baseada na utilização de pequenos polvos, feitos de material 100% algodão, em UTIs neonatais para dar conforto e segurança a bebês prematuros. No Brasil, a iniciativa foi “importada” no fim de 2014 pela ONG Prematuridade e chegou a Brasilia, em 2017.

Apesar da evidência cientifica ainda ser pequena fica claro para os envolvidos que a forma de carinho e amor ajuda na recuperação dos pequenos pacientes. Bebês prematuros internados em unidades barulhentas sem receber o colo de suas mães, com necessidade de ventilação mecânica, uso de medicamentos e em estado grave tem a oportunidade de receber um carinho diferente. Isso se reflete também nas mães que sentem o cuidado e o respeito com seu filho.

Principal

Marta David Rocha de Moura

sesdfespecial@gmail.com

A prática foi aplicada em

Brasília

Distrito Federal

Centro-Oeste

Instituição

Setor de Áreas Isoladas Norte - SAIN - Bloco B - Asa Norte

Uma organização do tipo

Instituição pública

Foi cadastrada por

Conta vinculada

A prática foi cadastrada em

03 nov 2020

e atualizada em

14 set 2023

Condição da prática

Concluída

Situação da Prática

Arquivos

Palavras-chave

nenhuma

Você pode se interessar também

Práticas
Ações intersetoriais: integrando estratégias no combate às arboviroses na cidade de Belém do Brejo da Cruz (PB)
Paraíba
Práticas
Re(h)abilitando a interdisciplinaridade e o cuidado na atenção primária à saúde
Paraíba
Práticas
A (in) visibilidade de quem está em situação de rua: caminhos possíveis para cuidado em saúde
Paraíba
Práticas
Do ambulatório LGBTQIAPNB+ ao Café com Diversidade: garantindo acesso e fortalecimento de vínculos
Paraíba
Práticas
Fato ou fake: utilizando a força da internet no combate a fake news sobre vacinação em Esperança – PB.
Paraíba
Práticas
Projeto saúde na feira: ampliando o acesso de serviços de saúde no município de Ingá.
Todos os Estados (Norte)
Práticas
Promoção da saúde mental dos trabalhadores da estratégia de saúde da família: cuidando do cuidador.
Paraíba