Olá,

Visitante

Projeto Viva Leve

Provocar mudanças de hábitos comportamentais visando uma melhora na qualidade de vida Promover suporte psicossocial através da construção e fortalecimento de vínculos Propiciar melhorias na saúde por meio da prática de atividade física e da alimentaç o Projeto acontece na UBS José Marinho Saraiva, com grupos de no máximo 20 pessoas, os encontros são semanais com duração de 1h30min, no total de 12 encontros. as ações consistem em: Acolhimento dos participantes Preenchimento de Ficha de Anamnese para traçar o perfil dos participantes Avaliação Clínica e Física individual no início e no final do projeto Dinâmicas de motivação Rodas de Conversas com diversos temas como Emoções, Ansiedade e Quebra da Rotina Prática de atividade física Orientações nutricionais por meio de montagem de cardápio, leitura de rótulos e alimentos funcionais Abordagem coletiva e individual dos participantes com orientações do aspecto nutricional, psicológico, social e físico.

Nos últimos anos, percebe-se cada vez mais que desenvolver hábitos de vida mais saudáveis podem iniciar mudanças permanentes na vida das pessoas. Muitas complicações de saúde podem ser evitadas se forem tomadas algumas precauções e feitas algumas mudanças para ter uma rotina mais saudável. A prática de atividade física e uma alimentação balanceada, podem deixar o corpo mais em forma e livre de enfermidades. Dependendo do nível de bem-estar de cada indivíduo, a adoção de novos padrões de comportamento pode não só reverter o aparecimento de doenças, mas também aumentar os níveis de energia e melhorar o humor no dia-a-dia. o Projeto “Viva Leve” foi criado em 2017, a partir do monitoramento do território realizado pela Equipe do NASF junto as Equipes da AB, em que identificou-se uma grande demanda de usuários em situações de agravos como HAS e DM descompensados, obesidade, sedentarismo, vínculos familiares e sociais comprometidos, depressão, transtornos de ansiedade e baixa autoestima.

Os resultados alcançados são: mudança de hábitos comportamentais autoconhecimento aumento da autoestima Melhora nos níveis de glicemia Regulação da HAS Perda de peso Melhora dos vínculos familiares e sociais Adesão à prática de atividade física e da alimentação saudável Participação em outros grupos existentes no território Melhora na qualidade da Saúde Mental Fortalecimento do vínculo com a Equipe de Saúde de AB. Enfim, ficou evidente que os participantes obtiveram uma melhora na sua qualidade de vida uma vez que todos relatam uma melhora no seu dia-a-dia, na convivência familiar e comunitária.A experiência se destaca quanto a Mobilização Social promovida pela Equipe do NASF e Atenção Básica – AB o trabalho interdisciplinar a prática da equidade e integralidade o fortalecimento do vínculo entre os participantes e os profissionias na AB o reconhecimento da Regional de Ubá-MG com a divulgação da ação em Boletim Regional a Ampliação da qualidade e do serviço da AB.

Principal

Ana Paula Souza Silva

nasf@tabuleiro.mg.gov.br

Coautores

Lívia Lopes Das Chagas, Maria Carolina Xavier Lima, Rodrigo Da Paixao Barbosa

A prática foi aplicada em

Tabuleiro

Minas Gerais

Sudeste

Esta prática está vinculada a

Rua Prefeito Orlando Alvim Gonçalves, Nº101, Bairro São José, Tabuleiro-Mg.

Uma organização do tipo

Instituição Pública

Foi cadastrada por

Lucimar De Freitas Vieira

Conta vinculada

A prática foi cadastrada em

23 set 2023

e atualizada em

05 abr 2024

Condição da prática

Concluída

Situação da Prática

Arquivos

Palavras-chave

nenhuma

Você pode se interessar também

Práticas
Título: Autismo – uma causa municipal.
Paraíba
Práticas
TEA/TDAH: inclusão sem discriminação
Paraíba
Práticas
Visita de luto – uma atitude humanizada
Rio de Janeiro
Práticas
Vacinação Sem Barreiras: um Grande Desafio
Todos os Estados (Norte)
Práticas
Vacinação: Estratégias para o Aumento da Cobertura Vacinal no Município de Barrolândia – TO
Todos os Estados (Norte)
Práticas
Plano de Recuperação do Faturamento Ses/Df
Distrito Federal
Práticas
Sala de Situação Ses-Df
Distrito Federal
Práticas
Rede Inovases
Distrito Federal
Práticas
Diagnóstico de Atendimento da População Hipertensa/Diabética da Equipe 474/06
Distrito Federal