Olá,

Visitante

Projeto Saúde e Prevenção nas Comunidades Indigenas na Região oeste do Paraná

A ação que é desenvolvida pelo CTA/SAE (Centro de Testagem e Aconselhamento/Serviço de Atendimento Especializado), serviços oferecidos pelo Consórcio Intermunicipal de Saúde Costa Oeste do Paraná (CISCOPAR) em parceria com o Serviço Especial de Saúde Indígena (SESAI), nas comunidades indígenas e vem como resposta a essa necessidade de ampliação do acesso a saúde como direito de todos conforme escrito na legislação atual da lei nº 8080 (BRASIL, 2010). Assim, o CISCOPAR e o SESAI realizam anualmente campanhas nas cidades de Diamante do Oeste, Terra Roxa e Guaíra, onde estão localizadas as comunidades indígenas no território de abrangência do consórcio. Para cada comunidade indígena são realizadas palestras educativas para sensibilização da importância desses assuntos onde são relacionados às DST/HIV/Aids e Hepatites virais, visando sempre prevenção, promoção de saúde como também a distribuição de preservativo. As ações desenvolvidas ao longo dos anos possibilitaram uma maior proximidade das comunidades indígenas, bem como o estabelecimento de vínculo entre serviço de saúde e os povos indígenas.

A epidemia de AIDS, sífilis e Hepatites Virais no Brasil configura o aumento proporcional nas transmissões heterossexuais, principalmente entre o sexo feminino. É notório também que a população com baixo nível de escolaridade continua sendo a mais atingida (BRASIL, 2008). De acordo com a Lei nº 9836 de setembro de 1999, designa que “a oferta de serviços de saúde à população indígena, deve obrigatoriamente levar em consideração a realidade local, bem como as especificidades da cultura dos povos indígenas” a lei também coloca que é necessário realizar uma abordagem diferenciada e global contemplando sempre aspectos de assistência de saúde, saneamento básico, nutrição, meio ambiente e educação sanitária.

Destacamos ainda a adesão e a aceitação do serviço de saúde introduzido na comunidade indígena. Isto tem promovido um melhor acompanhamento das índias que estão gestantes, como também uma prevalência na conscientização do cuidado com a saúde. Por esta razão todo o trabalho deve ser feito levando em consideração aspectos culturais de cada tribo.

Principal

Vilmar Covatti

adm@ciscopar.com.br

A prática foi aplicada em

Toledo

Paraná

Sul

Instituição

R. XV de Novembro, 1287 - Centro

Uma organização do tipo

Instituição pública

Foi cadastrada por

Vilmar Covatti

Conta vinculada

A prática foi cadastrada em

02 jun 2023

e atualizada em

14 set 2023

Condição da prática

Concluída

Situação da Prática

Arquivos

Palavras-chave

nenhuma

Você pode se interessar também

Práticas
A (in) visibilidade de quem está em situação de rua: caminhos possíveis para cuidado em saúde
Paraíba
Práticas
Do ambulatório LGBTQIAPNB+ ao Café com Diversidade: garantindo acesso e fortalecimento de vínculos
Paraíba
Práticas
Fato ou fake: utilizando a força da internet no combate a fake news sobre vacinação em Esperança – PB.
Paraíba
Práticas
Projeto saúde na feira: ampliando o acesso de serviços de saúde no município de Ingá.
Todos os Estados (Norte)
Práticas
Promoção da saúde mental dos trabalhadores da estratégia de saúde da família: cuidando do cuidador.
Paraíba
Práticas
Projeto Hidrovida: a utilização de terapia aquática como forma de tratamento para idosos com doenças osteomusculares.
Paraíba
Práticas
Assistência multiprofissional aos portadores de hipertensão e diabetes mellitus de uma UBS de Belém do Brejo do Cruz – PB: relato de experiencia
Paraíba