Olá,

Visitante

Projeto Recanto Mamãe Pelicano de Amamentação e Relactação : Fortalecendo as Boas Práticas no Vínculo do Binômio Mãe-Bebê

o Recanto Mamãe Pelicano nasceu em 2007 após a II Jornada em Defesa do Aleitamento Materno, idealizado pelo médico ginecologista e obstetra Dr. Edson Borges e pela pediatra Dra. Alzira A. Silveira. o nome do recanto vem de uma ave que segundo a mitologia da Europa Medieval, a fêmea do Pelicano em tempos de frio e escassez de alimentos, rasga a própria pele para alimentar os filhotes com seu sangue. em analogia ao aleitamento materno, seria o amor doado ao extremo, mesmo que entremeio à dor. No ano de 2008, durante a IV Jornada Mineira em Defesa da Amamentação o trabalho “Avaliação do índice de aleitamento materno exclusivo aos 4-6 meses entre as crianças acompanhadas no ambulatório de pediatria do Hospital Municipal de São Gotardo” apresentado pela equipe recebeu o certificado de pôster defensor da amamentação 2008 e nos anos de 2012 e 2014, Dr. Edson e Dra. Alzira foram contemplados com o título de Defensores da Amamentação pela Sociedade Mineira de Pediatria.

Promover o vínculo do binômio mãe-bebê. Diminuir as internações hospitalares em menores de 2 anos. Assegurar melhor qualidade de vida ao recém nascido. Melhorar o estado nutricional da criança em primeira infância. Decrescer a quantidade de fórmulas Imediatamente após o parto o recém nascido é colocado pele a pele junto à mãe, seguindo o Método Canguru, obrigatoriamente pela primeira hora e de forma eletiva pelas demais seis horas. o contato primário favorece os vínculos, eleva os níveis de ocitocina, reduz o estresse pós-parto, facilita a sucção em primeira instância e conseqüentemente a amamentação. Após os cuidados da equipe o bebê realiza a primeira mamada com a supervisão dos profissionais do berçário. Seguida da alta hospitalar caso a puérpera veja a necessidade de relactação, dificuldades na técnica de ordenha manual ou perceba que a pega do bebê não está correta ou sem sucção efetiva, ela retorna ao recanto para as orientações e auxílio dos profissionais capacitados da equipe.

Durante os 11 anos de existência do recanto, inúmeras parturientes, recém nascidos e crianças em primeira infância foram beneficiados. A relactação ajudou não só mães biológicas, mas também em fato inédito, uma mãe adotiva que em desejo de amamentar foi induzida ao método de amamentação via sonda e sucção não efetiva e produziu o leite materno. Para parâmetros comparativos, em 2018 nasceram 558 bebês de pais residentes no município, desses, 456 nasceram no Hospital Municipal de São Gotardo (HMSG) e 99% receberam alta com avaliação da pediatra e da fonoaudióloga com boa pega na mamada e sucção eficiente. as mães que por ventura iniciam processo de desmame retornam ao HMSG para auxílio na relactação ou orientações.Percebendo-se a necessidade do recanto ser ofertado em nível de Atenção Básica (AB), em setembro/2018, foi realizada a capacitação em manejo clínico da amamentação e o III Seminário em Defesa da Amamentação de São Gotardo, capacitando-se assim cerca de 230 profissionais da AB e hospitalar. Após as capacitações, em outubro/2018 o recanto passou a ser oferecido nas UBS em livre demanda às puérperas para as orientações e ajuda na amamentação.

Principal

Alzira Aparecida Da Silveira

alzirinha08@hotmail.com

Coautores

Edson Borges, Fabiane Érica Peres Carvalho., Michelle Cecília Marques, Maycon Igor Dos Santos Inácio,

A prática foi aplicada em

São Gotardo

Minas Gerais

Sudeste

Instituição

Rua Professora Maria Coeli Franco, 98, Centro, São Gotardo/Mg

Uma organização do tipo

Instituição Privada

Foi cadastrada por

Leandra De Fátima Silva Costa

Conta vinculada

A prática foi cadastrada em

23 set 2023

e atualizada em

23 set 2023

Condição da prática

Concluída

Situação da Prática

Arquivos

Palavras-chave

nenhuma

Você pode se interessar também

Práticas
Título: Autismo – uma causa municipal.
Paraíba
Práticas
TEA/TDAH: inclusão sem discriminação
Paraíba
Práticas
Visita de luto – uma atitude humanizada
Rio de Janeiro
Práticas
Vacinação Sem Barreiras: um Grande Desafio
Todos os Estados (Norte)
Práticas
Vacinação: Estratégias para o Aumento da Cobertura Vacinal no Município de Barrolândia – TO
Todos os Estados (Norte)
Práticas
Plano de Recuperação do Faturamento Ses/Df
Distrito Federal
Práticas
Sala de Situação Ses-Df
Distrito Federal
Práticas
Rede Inovases
Distrito Federal
Práticas
Diagnóstico de Atendimento da População Hipertensa/Diabética da Equipe 474/06
Distrito Federal