Olá,

Visitante

Pré-Natal do Parceiro: um Caminho para o Cuidado da Saúde Masculina

Os homens adultos entram em contato com os serviços de saúde geralmente por meio da atenção especializada ou das urgências e emergências, com doenças já instaladas e, consequentemente, com piores prognósticos, o que pode gerar um alto custo ao sistema. Nesse contexto e analisando os dados de morbimortalidade masculina nos sistemas de informação local, constatamos que a presença de homens na faixa etária de 20 á 59 anos, até então, era baixa na rotina das Unidades Básicas de Saúde em Oeiras-PI.Diante do exposto, todas as 14 equipes da ESF do município de Oeiras-PI, tem implantado em seu território a EPNP com implementação de logística local que subsidia o efetivo desenvolvimento dessa estratégia, que garante a população masculina, a promoção e prevenção de doenças, diagnóstico precoce e tratamento de infecções sexualmente transmissíveis, além de estreitamento de vínculo familiar e oportunamente o exercício da paternidade ativa.

Fortalecer e qualificar a atenção primária para a população masculina, possibilitando alcançar a promoção da saúde e a prevenção de agravos evitáveis, mediante a implementação da logística local estruturada para este fim o processo de implementação do pré-natal do parceiro, foi precedido de etapas que foram essências para estabelecer um ambiente de cooperação mútua, e que se organizam da seguinte forma:1-Apresentação da proposta de construção de um Posto de Coleta para Análises Clínicas, por parte da coordenação , à gestão municipal , de modo a garantir acesso a realização de exames após consulta de pré-natal 2- Visita previamente agendada a todos os laboratórios prestadores SUS do município, em que foi apresentada a proposta de implementação da estratégia pré-natal do parceiro, e para este fim, foi sugerido um convênio entre as partes, de modo a concessão de 10 a 30 vagas/mês para atender a demanda.

Iniciamos efetivamente a EPNP com utilização do posto de coleta, em setembro de 2018. E em 07 meses, totalizamos 115 homens que realizaram sua consulta de pré-natal na unidade de saúde e compareceram ao posto, para coleta de material para exames. Importante destacar que o principal agravo diagnosticado neste período, foi a Sífilis. Assim que os resultados de exames são disponibilizados, em média 10 dias, a coordenação do serviço, contacta rapidamente a Estratégia Saúde da Família responsável por esse parceiro, para então iniciar as etapas de notificação e tratamento da doença.Desta forma, pode-se perceber que os benefícios da estratégia, nos permitiram experienciar, a possibilidade de proporcionar aos envolvidos uma melhor qualidade de vida e vínculos afetivos saudáveis, e apostamos na implementação desta iniciativa no município de Oeiras-PI. Estamos construindo, portanto, um novo cenário que permite o engajamento de homens nas ações do planejamento reprodutivo e no acompanhamento do pré-natal, parto e pós-parto de suas parceiras.

Principal

Alexsandra Da Rocha Fontes

fontes.alexsandra@yahoo.com.br

Coautores

Raimunda Vieira De Carvalho, Katharine Bezerra Dantas, João Marcos Amorim Cruz

A prática foi aplicada em

Oeiras

Piauí

Nordeste

Instituição

Avenida Francisco De Abreu Sá, 42 Bairro: Floriano Peixoto – Oeiras-Pi.

Uma organização do tipo

Instituição Privada

Foi cadastrada por

Auridene Maria Da Silva Moreira De Freitas Tapety

Conta vinculada

A prática foi cadastrada em

23 set 2023

e atualizada em

23 set 2023

Condição da prática

Concluída

Situação da Prática

Arquivos

Palavras-chave

nenhuma

Você pode se interessar também

Práticas
TEA/TDAH: inclusão sem discriminação
Paraíba
Práticas
Visita de luto – uma atitude humanizada
Rio de Janeiro
Práticas
Vacinação Sem Barreiras: um Grande Desafio
Todos os Estados (Norte)
Práticas
Vacinação: Estratégias para o Aumento da Cobertura Vacinal no Município de Barrolândia – TO
Todos os Estados (Norte)
Práticas
Plano de Recuperação do Faturamento Ses/Df
Distrito Federal
Práticas
Sala de Situação Ses-Df
Distrito Federal
Práticas
Rede Inovases
Distrito Federal
Práticas
Diagnóstico de Atendimento da População Hipertensa/Diabética da Equipe 474/06
Distrito Federal