Olá,

Visitante

Práticas Integrativas e Complementares Como Suporte À Saúde do Cuidador no SUS: Projeto de Extensão Universitaria

Projeto de extensão universitária que se desenvolve junto aos profissionais de saúde da Atenção Básica na zona norte do município do Rio de Janeiro. Objetivos: Apoiar iniciativa da Secretaria Municipal de Saúde do Rio de Janeiro com as técnicas de Práticas Integrativas e Complementares em Saúde (PICS) na melhoria da qualidade de vida dos profissionais de saúde da Atenção Básica a partir da parceria com a Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ). Metodologia: Uma proposta extensionista com professoras do Instituto de Nutrição da UERJ e profissionais de saúde da SMS/RJ que participam da iniciativa da prefeitura municipal “Cuidando de Quem Cuida” e oferecem atendimentos itinerantes em PICS aos profissionais de saúde das Unidades de Atenção Básica da área da 3.2, uma parte da zona Norte do municipio do Rio de Janeiro. São oferecidos também capacitações em PICs e vivências em eventos.

Até 2009 cobertura Estratégia Saúde da Família (ESF) no municipio do Rio de Janeiro foi a mais baixa entre as capitais brasileiras 7% (MS, 2015), em 2013 era de 41%. Em 2008 o orçamento público municipal foi o mais baixo para a saúde entre as capitais brasileiras. A porcentagem de recursos utilizados na rede hospitalar foi de 83%, as maiores distorções nos gastos em saúde. A Organização para Cooperação e Desenvolvimento Econômico recomenda 37,7% (Soranz et al., 2016). O Município do Rio de Janeiro possui 100% da Atenção Básica sob administração de Organizações Sociais (OS).Os altos níveis de violência na cidade do Rio de Janeiro potencializa a alta carga de estresse e as dificuldades de trabalho dos profissionais das 24 Unidades Básicas de Saúde (UBS) da AP 3.2 .A Área Programática (AP) 3.2 se situa em parte da Zona Norte do município do Rio de Janeiro e possui 550.000 habitantes, 23 Clínicas da Família. As APs 3.1, 3.2 e 3.3 juntas são a área mais populosa da cidade (37,9% da população), metade dos moradores de favelas vive nessa região.Diariamente, a população e os profissionais de saúde convivem com falta de medicamentos, operação policial no entorno das Unidades que resultam em tiros que perfuram paredes das unidades ou interrompem o acesso. Atrasos nos salários e más condições de trabalho também são frequentes. Entre 2017 e 2019 as Equipes de Saúde da Família do municipio foram reduzidas de 1.257 para 1.081, os profissionais de saúde de 11.448 para 8.766 e o percentual da população atendida de 71% para 61% (Secretaria Municipal de Saúde) Para atender à Lei Orçamentária Municipal de 2019 que previu corte de 725 milhões para a saúde, foi lançada o Projeto de Reorganização dos Serviços da Atenção Primária à Saúde, um projeto que: Altera a composição das equipes e que permitem que uma equipe funcione com apenas um ACS

O impacto pessoal e social dos profissionais que ministram e recebm alguma PICS se deve ao atendimento mais humanizado e integrativo. É importante ampliar as PICs para todas Unidades Básicas de forma cautelosa e responsável, com cursos de capacitação bem estruturados nas dimensões teórico-prático a fim de obter a excelência do atendimento dos usuários. As Universidades podem facilitar apoiando e internalizando o tema nos currículos.

Principal

Fatima Sueli Neto Ribeiro

fatsuerj@gmail.com

A prática foi aplicada em

RJ

Rio de Janeiro

Sudeste

Instituição

Endereço

Uma organização do tipo

Instituição pública

Foi cadastrada por

Fatima Sueli Neto Ribeiro

Conta vinculada

A prática foi cadastrada em

11 ago 2019

e atualizada em

14 set 2023

Condição da prática

Concluída

Situação da Prática

Arquivos

Palavras-chave

nenhuma

Você pode se interessar também

Práticas
As PICS como ferramenta potencializadora no cuidado a saúde do trabalhador
Paraíba
Práticas
Práticas integrativas em um grupo tereapêutico “equilíbrio das emoções”
Paraíba
Práticas
Auriculoterapia uma práticas integrativas: como alternativa complementar no tratamento da ansiedade
Paraíba
Práticas
IMPLANTAÇÃO DE PRÁTICA INTEGRATIVA E COMPLEMENTAR NA REDE DE ATENÇÃO A SAÚDE DE QUEIMADAS-PB
Paraíba
Práticas
A terapia comunitária integrativa como inclusão e bem-estar na terceira idade.
Rio de Janeiro
Práticas
Implantação do Centro de Referência em MTC e Práticas Integrativas no Município de Duque de Caxias
Rio de Janeiro
Práticas
Planejamento orientativo do CTA/SAE Juara – MT, sobre protocolo de PEP às farmácias do Vale do Arinos.
Mato Grosso
Práticas
A Ozonioterapia no tratamento de dores crônicas
Rio de Janeiro