Olá,

Visitante

Plano municipal de atenção integral à criança com microcefalia do município de Vera Cruz RN

Como ação do Plano Nacional de Enfrentamento à Microcefalia, lançado pelo Governo Federal em dezembro de 2015, e devido o Município de Vera Cruz RN apresentar 3 casos confirmados de Microcefalia, o município realizou o 1º plano municipal de atenção integral à criança com microcefalia no inicio de 2016 e teve como ação principal a estimulação precoce para as crianças de 0 a 3 anos, o acompanhamento intensificado e a inclusão social por meio da equipe multidisciplinar do município. Os objetivos principais deste trabalho foi desenvolver a estimulação precoce pela equipe da Atenção Básica.

Ao final de 2015 o município diagnosticou duas crianças com microcefalia. Devido ao difícil acesso aos centros especializados para atendimento preferencial nesse tipo de patologia e de acordo com a importância pressuposta desses acometimentos, trabalhamos com o foco no fortalecimento das estratégias para tal abordagens devido o zica vírus e, seguindo as diretrizes de estimulação precoce do ms 2016, foi organizado um plano municipal de atenção integral à criança com microcefalia com
intuito de acompanha-las e oferecer mais qualidade de vida para elas e suas famílias. O plano teve como ferramenta principal a própria atenção básica do município na qual foi observado que essa rede de atenção, sendo esta de fácil acesso e por conter equipes multiprofissionais, fora essencial para o desenvolvimento do trabalho que teve como objetivo principal a estimulação precoce e o acompanhamento integral tendo em vista o desenvolvimento e bem estar das crianças acometidas pela Microcefalia.

Os resultados obtidos durante a aplicação do plano municipal voltado as crianças com microcefalia e suas famílias demonstraram exito quanto ao crescimento adequado para idade e desenvolvimento neuropsicomotor, mensurados através de indicadores de crescimento e desenvolvimento do Ministério da Saúde. Além disso, o acompanhamento integral e o apoio intersetorial trouxe mais facilidade de acesso e inclusão as suas famílias, as quais obtiveram a garantia da equidade e utilização dos serviços de estimulação precoce de forma mais assertiva, possibilitando impactos positivos no desenvolvimento das crianças assistidas.

Essa prática não pode ser interrompida por motivos políticos e/ou administrativos. A Atenção Básica está presente em todos os municípios brasileiros e ela pode fazer muito pela saúde de uma população. É necessária uma boa articulação do município para que esse trabalho não seja finalizado, visto a importancia dos resultados que obtivemos. Deixo como recomendação apreciar esse plano municipal no conselho de saúde e na camara legislativa do municipio para que possam discutir e apontar as melhores escolhas para a continuidade desse processo o qual ajudou muito na saúde dessas crianças e até mesmo ampliar o plano municipal para todas as crianças com patologias que afetam o desenvolvimento neuropsicomotor.

Principal

Joyce Naiana de Paiva Lima

joycenaiananutri@hotmail.com

Coordenador de saúde

Coautores

Joyce Naiana de Paiva Lima

A prática foi aplicada em

Vera Cruz

Rio Grande do Norte

Nordeste

Esta prática está vinculada a

Secretaria Municipal de Saúde de Vera Cruz (RN)

av. Monsenhor Paiva S/N

Uma organização do tipo

Instituição Pública

Foi cadastrada por

Joyce Naiana

Conta vinculada

A prática foi cadastrada em

02 jun 2023

e atualizada em

22 fev 2024

Fim da Execução

17/08/2018

Condição da prática

Concluída

Situação da Prática

Arquivos

Palavras-chave

Você pode se interessar também

Práticas
Acolhimento e seguimento intersetorial às crianças e adolescentes vítimas de violências
Paraíba
Práticas
Estudo das infecções do trato urinário na população de Queimadas (PB) atendida pelo SUS
Paraíba
Práticas
VIVER BEM É SER SAUDÁVEL: ACOMPANHAMENTO DE PORTADORES DE DOENÇAS CRÔNICAS NÃO-TRANSMISSIVEIS
Paraíba
Práticas
Vigilância Epidemiológica: relato de experiência sobre a operacionalização do trabalho no município de Quatis
Rio de Janeiro
Práticas
Vacinação antirrábica animal itinerante – a vigilância ambiental em saúde vai até você!
Rio de Janeiro
Práticas
Estratégia de rodízio para ampliação do acesso da população às vacinas com apresentação multidoses
Rio de Janeiro