Olá,

Visitante

Plano Estratégico da Saúde do Distrito Federal

Um dos principais desafios para a SES DF, especialmente na área de planejamento, se refere à implementação de estratégias organizacionais que elevem, de fato, a qualidade dos serviços prestados para a população do DF. A construção de um plano de ação que operacionaliza um conjunto de ações, metas e resultados é um avanço importante que traduz a necessidade de melhor gerir todos os recursos disponíveis para fazer da área da saúde no DF um exemplo para o nosso país. Para cumprir com as prioridades estabelecidas pela atual gestão da SES DF foi elaborado um mapa estratégico que contempla 12 objetivos inseridos em diversas perspectivas: contribuição para sociedade, resultados institucionais, processos internos, pessoas, infraestrutura e tecnologias, orçamento e finanças. Todas as ações planejadas convergem para o alcance do mais nobre dos objetivos do GDF que é o de Garantir ao Cidadão um Atendimento de Saúde Integral e Humanizado como o próprio SUS preconiza. E neste sentido, a visão de ser um sistema de saúde que a população conheça, preze e confie, sendo excelência e referência na atenção integral à saúde, apresentando os melhores indicadores de saúde do país torna-se a grande referência para todos os servidores da SES DF. Organizações de sucesso se estruturam para melhor gerir a informação, acompanhar metas e resultados, monitorar cada projeto estruturante para ter informações consistentes para as tomadas de decisões oportunas. A correção de rotas no tempo certo é fundamental para o alcance dos resultados planejados. E neste sentido, a SES DF começa a trilhar novos caminhos organizacionais que levem a uma melhoria da eficiência de toda a sua estrutura, para de fato impactar na prestação dos serviços de saúde para a população do SUS. Algumas premissas são importantes considerar na condução deste valioso processo. Primeiro, a de buscar o alinhamento entre os diversos instrumentos e movimentos de planejamento já adotados, considerando sua historicidade e continuidade. Segundo, o dinamismo imposto à construção de processos de planejamento, onde é preciso freqüentemente rever, analisar e aprimorar os passos dados nesta proposta inovadora. O presente documento é resultado do esforço conjunto dos agentes de planejamento da nossa SES DF que aos poucos vão criando um corpo, uma identidade própria capaz de influenciar positivamente o futuro da nossa secretaria. Em síntese, representa um documento fundamental para atingir os objetivos e resultados propostos para a saúde da população do Distrito Federal no período de 2011 a 2014. Para que isso seja possível, devemos por em prática ações concretas, com responsabilização dos atores envolvidos e promoção da comunicação social gerando uma pauta permanente de assuntos estratégicos. A implementação da gestão estratégica assume papel relevante e é um marco para que a SES DF continue avançando na consolidação de um sistema de saúde cada vez mais integral, equânime e resolutivo. A cultura de planejamento, aos poucos vai se inserindo na agenda de trabalho e ganhando adeptos comprometidos na nossa instituição. A participação pró-ativa dos gestores e profissionais de saúde será um fator chave para o sucesso desta iniciativa, nobre no mérito, eficaz na solução dos problemas recorrentes.

Um dos principais desafios para a SES DF, especialmente na área de planejamento, se refere à implementação de estratégias organizacionais que elevem, de fato, a qualidade dos serviços prestados para a população do DF. A construção de um plano de ação que operacionaliza um conjunto de ações, metas e resultados é um avanço importante que traduz a necessidade de melhor gerir todos os recursos disponíveis para fazer da área da saúde no DF um exemplo para o nosso país.

Principal

Rachel Heringer Salles

A prática foi aplicada em

Brasília

Distrito Federal

Centro-Oeste

Instituição

Endereço

Uma organização do tipo

Instituição pública

Foi cadastrada por

Rachel Heringer Salles

Conta vinculada

ideiasus@gmail.com

A prática foi cadastrada em

02 jun 2023

e atualizada em

14 set 2023

Condição da prática

Concluída

Situação da Prática

Arquivos

Palavras-chave

nenhuma

Você pode se interessar também

Práticas
Conselho Local de Saúde no fortalecimento do controle social no município de Crato (CE)
Ceará
Práticas
Implantação de Conselho Local de Saúde em Município de Pequeno Porte Através de Redes Sociais
Minas Gerais
Práticas
A Concretização do Controle Social Através de uma Associação de Usuários, Familiares e Amigos da Saúde Mental no Município de Silva Jardim – Rj
Rio de Janeiro
Práticas
Ouvidora da Saúde no Município de Lagoa da Prata – Um Espaço de Participação Efetiva, Controle Social, Mediação, Humanização e Fortalecimento da Rede.
Minas Gerais
Práticas
Ação Conjunta Entre a ouvidoria/Cms de Saúde e Secretaria Municipal de Saúde Promove Trabalho Diferenciado À População de Primavera do Leste Realizando Experiencias Exitosas.
Mato Grosso
Práticas
Pesquisa de Satisfação Usuários Internados – Hospitais Federais do Rio de Janeiro
Rio de Janeiro
Práticas
Avaliação do Impacto da Divulgação dos Serviços e Ações da Secretaria Municipal de Saúde Como Ferramenta de Prestação de Contas, Consolidação da Imagem da Instituição e Incentivo a Participação Popula
Paraná
Práticas
Ouvidoria Ativa – (Re) Aprendendo a Escutar o Usuário
Paraná
Práticas
Agenda Participativa: Contribuição para o Fortalecimento do Planejamento em Saúde de Guaraí – To.
Tocantins
Práticas
Intersetorialidade: Concepção Ampliada de Saúde nas Ações do Conselho Local de Saúde das Gramas – Castro /Pr
Paraná