Olá,

Visitante

Novas Estratégias para o Monitoramento e a Fiscalização das Práticas de Segurança do Paciente pela Vigilância Sanitária nos Hospitais do Distrito Federal.

NO DISTRITO FEDERAL, A GERÊNCIA DE RISCO EM SERVIÇOS DE SAÚDE (GRSS) FOI CRIADA EM NOVEMBRO DE 2014 NA ESTRUTURA DA DIRETORIA DE VIGILÂNCIA SANITÁRIA (DIVISA), TENDO COMO OBJETIVO FISCALIZAR O CUMPRIMENTO DA REGULAMENTAÇÃO SANITÁRIA NOS SERVIÇOS DE SAÚDE QUANTO À SEGURANÇA DO PACIENTE, CONTROLE DE INFECÇÕES RELACIONADAS À ASSISTÊNCIA À SAÚDE, FARMACOVIGILÂNCIA, TECNOVIGILÂNCIA, HEMOVIGILÂNCIA E BIOVIGILÂNCIA. ALÉM DISSO, É RESPONSABILIDADE DA GRSS MONITORAR E FISCALIZAR RISCOS RELACIONADOS A EVENTOS ADVERSOS, QUEIXAS TÉCNICAS E PRÁTICAS DE SEGURANÇA DO PACIENTE, BEM COMO APURAÇÃO DE DENÚNCIAS E DE SURTOS DE INFECÇÃO. NAS ÚLTIMAS DÉCADAS A PREOCUPAÇÃO COM A SEGURANÇA NO CUIDADO TEM SE TORNADO UM ASSUNTO EMERGENTE DEVIDO A SERIEDADE DO PROBLEMA E A NECESSIDADE CONSTANTE DA BUSCA POR UMA ASSISTÊNCIA DE QUALIDADE AOS PACIENTES. PORTANTO, EVIDENCIA-SE A IMPORTÂNCIA DE ESTABELECER MEDIDAS EFICAZES DE FISCALIZAÇÃO E MONITORAMENTO PARA GARANTIR A PROMOÇÃO DA SEGURANÇA DOS PACIENTES ATENDIDOS N

INCENTIVAR, VIABILIZAR E MONITORAR A IMPLEMENTAÇÃO EFETIVA DAS AÇÕES RELACIONADAS À SEGURANÇA DO PACIENTE NOS HOSPITAIS DO DF E MITIGAÇÃO DE INCIDENTES QUE GERAM DANOS AOS PACIENTES DURANTE O CUIDADO À SAÚDE EM CONSONÂNCIA COM O PLANO INTEGRADO PARADURANTE OS MESES DE FEVEREIRO À DEZEMBRO DE 2018 FOI APLICADA UMA METODOLOGIA INOVADORA DE INSPEÇÃO SANITÁRIA PARA AVALIAÇÃO DE TODOS OS HOSPITAIS DO DF ATRAVÉS DE ANÁLISE PRÉVIA DAS DOCUMENTAÇÕES DO NÚCLEO DE SEGURANÇA DO PACIENTE (NSP) E DA COMISSÃO DE CONTROLE DE INFECÇÃO HOSPITALAR (CCIH), SEGUIDA POR ANÁLISE OBSERVACIONAL SISTEMÁTICA E ESTRUTURADA DAS AÇÕES DE SEGURANÇA DO PACIENTE E PREVENÇÃO DE IRAS NAS PRÁTICAS ASSISTENCIAIS PELA EQUIPE TÉCNICA DA GRSS/DIVISA/SVS/SES-DF. NO MOMENTO DA VISITA TÉCNICA FOI PREENCHIDO PELA EQUIPE UM FORMULÁRIO PADRONIZADO TIPO CHECK LIST ELABORADO CONFORME LEGISLAÇÃO VIGENTE, PARA APONTAMENTO DAS CONFORMIDADES E NÃO CONFORMIDADES OBSERVADAS, E ENTÃO REALIZADA REUNIÃO JUNTO À ALTA GESTÃO DO HOSPITAL, NSP

FORAM CONSIDERADOS PARA MONITORAMENTO E FISCALIZAÇÃO TODOS OS HOSPITAIS DO DISTRITO FEDERAL E AS UNIDADES INSPECIONADAS FORAM PREFERENCIALMENTE CRÍTICAS OU SEMICRÍTICAS CONFORME COMPLEXIDADE DOS SERVIÇOS PRESTADOS.

Principal

Fabiana de Mattos Rodrigues

geris.ses@gmail.com

A prática foi aplicada em

Brasília

Distrito Federal

Centro-Oeste

Instituição

STN - Asa Norte, Brasília - DF

Uma organização do tipo

Instituição pública

Foi cadastrada por

Ideiasus/Conasems

Conta vinculada

A prática foi cadastrada em

02 jun 2023

e atualizada em

22 set 2023

Condição da prática

Concluída

Situação da Prática

Arquivos

Palavras-chave

nenhuma

Você pode se interessar também

Práticas
Estudo das infecções do trato urinário na população de Queimadas (PB) atendida pelo SUS
Paraíba
Práticas
VIVER BEM É SER SAUDÁVEL: ACOMPANHAMENTO DE PORTADORES DE DOENÇAS CRÔNICAS NÃO-TRANSMISSIVEIS
Paraíba
Práticas
Vigilância Epidemiológica: relato de experiência sobre a operacionalização do trabalho no município de Quatis
Rio de Janeiro
Práticas
Vacinação antirrábica animal itinerante – a vigilância ambiental em saúde vai até você!
Rio de Janeiro
Práticas
Estratégia de rodízio para ampliação do acesso da população às vacinas com apresentação multidoses
Rio de Janeiro
Práticas
Projeto agrotóxicos: Um olhar consciente
Paraíba